9 de setembro de 2008

Planear...




A um mês do meu casamento e, olhando para trás, sinto e sei que algo vai falhar, mas, na verdade, não quero saber. Apenas quero que seja um dia muito feliz e bem passado, junto dos que mais amo. Porquê preocupar-me com os grãos de arroz, se tenho lá os meus melhores amigos? Ou com a decoração das mesas se tenho lá os meus pais, irmãos e avó? Ou com os brindes, as fotos, a música, se estou a casar-me com o amor da minha vida? Todas as minhas amigas casadas me dizem que o dia passa num instante...que tanto e tanto tempo de organização quase não compensa a rapidez efémera do momento, que mal aproveitamos de tão preocupadas com o espaço, a comida, se os convidados se estão a divertir? a hora da valsa, de mandar o bouquet, de vender a liga, de distribuir os brindes, etc, etc, etc...Pois perdoem-me os presentes se em tudo isso eu falhar, porque o que eu quero mesmo é poder partilhar com todos os que me são próximos, o sentimento imenso que vive em mim, pelo meu amor...e quero um dia, olha para trás e não pensar que a comida podia ser melhor, ou que a animação não foi como queria, que o penteado se desmanchou e o vestido ficou sujo, mas sim, que foi um dia muito especial e feliz para mim, que marca uma nova etapa na minha vida.
Talvez por isso tenha escolhido o vestido em menos de 45mnt, a quinta à 2.ª visita e as alianças quase na véspera...A um mês do casamento, falta ainda o fotógrafo, as músicas, a animação infantil, as flores, o menu, a decoração e provavelmente mais ainda do que aquilo que me consigo lembrar. Mas sei que vai ser um dia em grande, a não esquecer, por todos os momentos que vou viver e partilhar e para sempre guardar num cantinho muito especial da minha memória.