27 de fevereiro de 2009

Fim-de-semana


É sexta-feira e eu vou sair cedinho do trabalho, vou fazer a malinha e sigo viagem até ali, à Serra da Estrela e já volto!

Depois conto como foi...Bom fim-de-semana!
A Serena está a divulgar, no seu blog, uma petição ao nosso Presidente da República, para instituir o dia Nacional da Epilepsia. Eu já assinei em: http://www.peticao.com.pt/dia-nacional-epilepsia - assinem também, não custa nada!

26 de fevereiro de 2009

Mas porquê?

Porquê é que um homem, depois de ver um jogo todo de futebol (45m+45m+descontos), a seguir é capaz de ver o resumo alargado desse mesmo jogo, os resumos menos alargados, os comentários dos jogadores, do treinador e do Rui Santos, todas as 37 repetições de cada lance, golo, remate, bolas na barra, cartões amarelos e vermelhos, faltas e afins e no dia seguinte ainda é capaz de comprar pelo menos um jornal desportivo e acompanhar todas as notícias relacionadas com esse mesmo jogo na internet, nos telejornais e em programas desportivos?
Eu gosto de futebol, admito, gosto muito, mas não será um bocadinho demais? Alguém me explica o fenómeno?

24 de fevereiro de 2009

Óscares


Mas porquê é que só vejo comentários e posts na blogoesfera relacionados com os vestidos, os estilistas, as gaffes na vestimenta, os penteados, as jóias e as maquilhagens das actrizes?? E os Óscares? Ninguém viu? As escolhas da academia? Ninguém se emocionou com as 8 estatuetas para esse maravilhoso filme que é o Slumdog millionare que encheu o palco de pessoas genuinamente felizes? Ou com o discurso emocionado da Kate Winslet? E a ovação ao Paul Newman, falecido o ano passado? O Jerry Lewis, reconhecido pela sua longa carreira? E o Sean Penn?? Oh Meu Deus, esse portento na actuação, cada vez mais maravilhoso que tão merecidamente ganhou e por quem eu estava a torcer fervorosamente? Ninguém viu?? Adormeceram a contar vestidos? :)
Assim, obrigam-me a ser eu a dedicar um post ao tema e eu que ando tão sem tempo para o meu blogue (a tentar recuperar os 9 dias quase perdidos na minha vida!)

Confesso que também gosto de ver a passadeira vermelha e que tenho uma opinião muito própria sobre o que gosto e não gosto (Adorei as escolhas de Natalie Portman e Alicia Keys e detestei as da Beyoncé e Frieda Pinto), mas este aspecto, é em tudo, para mim, secundário num espectáculo que visa reconhecer os melhores dos melhores...



Só para relembrar, nas categorias mais destacadas:


Melhor Filme - “Slumdog Millionaire” (Quem Quer Ser Bilionário)
Melhor Actriz - Kate Winslet, “The Reader”
Melhor Actor - Sean Penn, “Milk”
Melhor Actriz Secundária - Penélope Cruz, “Vicky Cristina Barcelona”
Melhor Actor Secundário - Heath Ledger, “The Dark Knight” (O Cavaleiro das Trevas)
Melhor realizador - Danny Boyle, “Slumdog Millionaire” (Quem Quer Ser Bilionário)
O grande perdedor da noite foi, como todos sabem O Estranho caso de Benjamin Button, mas como já referi por alguns blogues, este filme, embora bom, não me tocou particularmente, por isso não foi para mim surpresa. Na verdade não consegui sequer perceber a nomeação de Brad Pitt como melhor actor...nahhhh

Mentiras...

E as mentiras são:
5. Adoro favas com entrecosto - odeio, odeio, odeio...quer favas, quer entrecosto!argghhhhhh
7. Já mudei de casa 11 vezes - na verdade e se a memória não me trai, já mudei de casa 12 vezes...e espero não ficar por aqui!
8. Trabalho numa escola primária - trabalho numa escola sim, mas secundária, à porta de casa, onde sou psicóloga com muito gosto e todo o orgulho.

Todas as outras são verdade, mas não vou comentar nenhuma delas...há que manter algum mistério ;)
Parabéns à Minie, a única que acertou em todas (porque será?)...

19 de fevereiro de 2009

Desafio II

Ora bem...o computador foi abaixo, depois de eu tanto pensar quais as 6 verdades minimamente interessantes e 3 mentiras pláusiveis (acerca de mim) para responder a este desafio proposto pela Frutinha. Então aqui vai:
1. Já tive 24 gatos e 2 cães (em simultâneo);
2. Já apareci em várias revistas e na televisão;
3. Uma das minhas viagens preferidas foi a Marrocos, de carro, durante uma semana;
4. Tenho origens indianas;
5. Adoro favas com entrecosto;
6. Já estive em Inglaterra, França, Espanha, Itália, Alemanha, República Dominicana e claro, Marrocos;
7. Já mudei de casa 11 vezes;
8. Trabalho numa escola primária;
9. Conheço 5 das 9 ilhas do Arquipélago dos Açores, a saber: São Miguel, Terceira, São Jorge, Pico e Faial.
A ideia final deste desafio é passá-lo a 9 pessoas, mas como eu gosto de quebrar as regras, prefiro passá-lo a quem se considere meu "leitor" e portanto os 8 magníficos aqui ao lado estão, desde já, convocados e todos os que tenham tempo e vontade de tentar adivinhar quais as 3 mentiras dos 9 tópicos acima mencionados (e avisem-me para eu ir lá aos vossos blogues adivinhar as vossas mentiras!).
Se me parecer que vale a pena, talvez...e só talvez, venha a confessar as minhas mentirinhas (há que manter o mistério...)

17 de fevereiro de 2009

De volta ao trabalho!



De volta ao trabalho! Finalmente. Como diz o meu colega..."não te entendo" - quando me queixo destes dias todos em que estive de baixa. Outros dizem que logo logo vou desejar ter outra vez uns diazinhos para descansar. Não duvido...mas baixa não, por favor! Estar em casa, sem poder sair, sem condições para nada, a vegetar no sofá e a ganhar peso...a ver todas as séries (boas e nem por isso) a ver o sol brilhar lá fora e eu presa, não!


Ontem voltei em força para a escola, para junto dos meus queridos colegas (que até tinha um miminho para mim!) e para pilhas e pilhas de trabalho atrasado que agora vou por em dia.


É por isso que só me resta tempo para dizer que, no meio disto, ganhei o meu primeiro selo, da querida Serena (http://eanymeenieminymoe.blogspot.com/)- o selo de mulheres bem resolvidas, o qual devo distribuir por aí por umas quantas mulheres bem resolvidas, mas que vou ter que deixar para depois! É uma grande responsabilidade que não pode ser delegada à pressão.
Ah e os Orishas vão tocar em Almada no Carnaval - concerto ao ar livre e de graça! Dia 24, no Parque urbano Comadante Júlio Ferraz, depois das 15h. A não perder!


12 de fevereiro de 2009

Zafón



Hoje estou presa a este livro...tanto tempo desperdiçado nestes últimos dias, agora recuperado numa fome de leitura que só vai terminar na última página...

Zafón é um génio nas palavras, descreve lugares e personagens de uma forma viciante. A não perder também "A sombra do vento" - um dos livros da minha vida.

Hoje vou poder sair finalmente - para medir a tensão, mas finalmente vou poder sentir o sol na minha cara!

11 de fevereiro de 2009

Sofá

Tenho um sofá gigante, enorme, largo, confortável, com mantinhas quentinhas e fofas, com chaise longue e tudo, por isso...porque é que estou, literalmente, entalada entre 3 gatos que não me deixam sequer mexer??
Resposta: Porque os adoro!

9.00 da manhã


Continuo "enclausurada" na minha própria casa... a viagem mais longa que tenho feitos nos últimos dias é da sala até à cozinha - ida e volta e os momentos mais entusiasmantes são sempre que o telefone toca e aproveito para por a conversa em dia. O melhor momento de todos é, claro, sempre que o P. chega a casa com o seu sorriso que me enche a alma. Acho que o sofá já está com o formato do meu corpo. Já visitei todos os blogues deste mundo e comentei em muitos deles (há blogues que, de facto, me ajudam a passar o tempo, são maravilhosos)...Já vi todos os episódios do ER, serie 11, Mentes Criminosas, Sexo e a Cidade série 6, etc, etc...

Hoje, o papá B. veio visitar-me e trouxe-me o último livro do Sepúlveda, escritor que gosto - um grande miminho da sua parte, porque insiste sempre em dar-me os escritores que ELE gosta!


Agora, o que tem acontecido, invariavelmente todos os dias, são as trocas de horários, ou seja, deito-me tarde (porque ando sem sono), durmo uma sestinha à tarde (razão pela qual não tenho sono à noite, eu sei) e sou sistematicamente acordada por volta das 9.00 da manhã, ou da madrugada, tendo em conta as horas a que adormeço. Pois é, isto de viver num prédio tem muito que se lhe diga e a agitação é uma constante (e nem é um prédio muito grande): desde o cão do vizinho, que hoje ainda não parou de ladrar, à música que outro vizinho insiste em ouvir (e em cantar e não é coisa bonita), as senhoras que limpam o prédio e que batem com a esfregona em tudo quanto é canto e...pior de tudo, ontem, testemunhas de Jeová a tocarem-me à porta logo pela manhã e hoje o "senhor da água" para ler o contador...Eu até sou bem educada nestas situações, mas às 9.00 da manhã????? GODDDDD

No prédio em frente vive uma senhora "à antiga" que é como quem diz, que se põe à janela, na hora das refeições, a chamar o filho (faz-me lembrar a minha meninice, os tempos em que brincava na rua, caía, esfolava os joelhos e jogava às escondidas, ao elástico e afins...), embora a minha mãe nunca me tenha chamado assim.

Hoje o sol brilha lá fora o que dificulta bastante a minha tarefa de não fazer nenhum...que tédio!




Vou ver mais umas séries e já volto...

10 de fevereiro de 2009

Dormir

Dormir pode-se tornar uma tarefa bem difícil, quando passamos o dia todo a descansar...eu tentei, deitei-me, tirei todo e qualquer pensamento da minha cabeça e até contei sapatos...mas nada. Por isso, voltei para a sala, liguei a tv e o meu blog. Na sic mulher está a dar um programa um tanto ou quanto diferente que de vez em quando vejo, por mera curiosidade e que se chama "Os conselhos de Sue" - sendo a Sue uma senhora já com uma certa idade (mais de 65 de certeza) e os seus conselhos completamente virados para questões relacionadas com sexo - nem é propriamente com sexualidade, mas sexo! Um programa que começa tarde, com o aviso de que contém linguagem explícita e não é aconselhável a menores capta logo a atenção de qualquer um e eu não su excepção.
Os telespectadores telefonam, colocam as suas dúvidas (e há com cada uma...de chorar a rir ou de corar) e a Sue responde sem dó nem pudor. Ora, quer pela imagem de uma senhora que podia ser amiga da minha avó, quer pelo seu vocábulo e, acima de tudo, pela sua linguagem não verbal, i.é, pela forma como expressa os seus conselhos com gestos (quase obscenos), vibradores e afins, acabo muitas vezes, por ver o programa até ao fim, incrédula e associando sempre às páginas do meio da Revista Maria - toda a gente já teve um exemplar na mão e foi directamente até às páginas do meio e por isso sabem do que estou a falar. Coelhinhas sempre prontas, artigos escaldantes, esfregam isto onde quiserem, bálsamos do prazer, ingedientes anestesiantes (e línguas dormentes), hibachi do amor de artigos escaldantes...fala-se de tudo um pouco e a senhora garante que todos os produtos que mostram (os hot stuff da semana e que são pontuados) são testados pela equipa...E a senhora fala com um ar tão entendido :D

9 de fevereiro de 2009

Pantufas

Farta de estar em casa e de me sentir em baixo, esperava hoje, na visita à minha médica de família, um encorajado "isso não foi nada, amanhã já pode ir trabalhar", não "isso foi um pouco mais complicado do que eu pensei inicialmente, vai ficar de baixa até 6.ª feira e só vai trabalhar na 2.ª e traga-me os exames todos para eu ver". Para agravar o historial de exames, biopsia e cirurgia, ainda me deparei com uma tensão alta, pensando ela que eu estava nervosa, mas não estava. Estive quase quase para partilhar com ela as pesquisas que fiz na net, a abrir o meu coração e a partilhar os macaquinhos que se apoderaram da minha cabeça, mas achei que ia parecer paranóica e por isso contive-me. Não perguntei nada. Vou esperar pela consulta de dia 20. Vou aguentar caladinha, calma, sossegadinha.
Estou farta de pantufas, de sofá, quase até de séries (nunca pensei que este dia chegasse) e do Sims. O P. ficou em casa estes dias, para cuidar de mim, mas amanhã já vai trabalhar. Por isso, resta-me aguentar mais uns dias e esperar que segunda feira chegue rápido rápido!
Entretanto, numa onda de pirataria, um "passarinho" arranjou maneira de eu ver o Seven Pounds e o Slumdog Millionare, além de estar a finalizar a série 3 do Dexter (gosto, confesso que gosto daquele assassino de assassinos e da sua irmã maravilhosamente desbocada). Se gostei do Seven Pounds (até porque ando bastante lamecha e me tocou bastante, mas não vou dizer porquê, senão estrago o filme) o Slumdog millionare acabou de se tornar um dos meus filmes preferidos. Adorei...adorei porque é cru, real, sujo, violento e retrata uma India que pode ter tanto de fabuloso, como de horrível. Porque retrata a vida cruel de um rapaz (e das pessoas à sua volta) que faz tudo pelo amor da sua vida e mais não digo, também para não estragar o filme a ninguém. Vejam, vale a pena.
Hoje vou ver o MILK, com o fabuloso Sean Penn...Amanhã segue-se um dia inteiro a rever o Sex and the city e a blogar (têm ideia da quantidade de programinhas deprimentes dão na nossa tv durante o dia??). E agora vou desligar porque está a começar o Mentes criminosas - até amanhã!
Penso que, no final da semana vos poderei prestar um serviço mais útil e barato do que a TV Guia e afins...

8 de fevereiro de 2009

6 de fevereiro de 2009

De volta...

Entre mimos e cuidados, tal como prometido, cá estou eu...Meia "xoxa", enjoada, com dores e com uma grande constipação (que ganhei no bloco operatório) mas viva!
Não foi um dia fácil, mas portei-me bem - estava calma, tranquila e bem disposta, até ao recobro. Aí acordei cheia de frio, com dores de garganta, rouca e com vontade de ir ao wc e de fugir para casa (tenho ideia que cheguei mesmo a dizer várias vezes: "quero ir para a minha casa", qual bebé com mimo a mais). Os médicos, enfermeiros e auxiliares foram 5 estrelas. Levaram-me para o quarto onde me esperavam o P. e a Mãe B, cheios de carinho para me dar. Queriam que eu ficasse lá (quando anteriormente tinham dito que vinha para casa no próprio dia), mas consegui convencê-los que me sentia bem e que podia vir para casa - até bebi um chazinho para provar que estava bem, embora na verdade me sentisse enjoada e tudo me cheirasse mal. Dia 20 tenho que voltar para uma consulta e...(esta foi a parte que me assustou porque não estava à espera) saber os resultados do que tiraram...Pensava que estava tudo analisado com a biopsia que já tinha feito, mas tenho a certeza que será tudo benigno. Só pode ser!
O meu braço esquerdo ficou tão inchado por causa do soro que a aliança não entra. A pior parte? A arrastadeira e a minha incapacidade para a usar. Às escondidas das enfermeiras, que não me queriam deixar levantar, fui à casa de banho com o P a segurar o soro e o medicamento, senão jurava que rebentava...ridículo eu sei, mas fiz de tudo para evitar a algália...
Recebi um milhão de sms e telefonemas e promessas de visitas - estou um bocadinho em baixo, não se assustem, hoje nem a melhor maquilhagem me tirava estas olheiras até aos joelhos e o cabelo está mais depenteado do que nunca.
Mas estou feliz por estar em casa e por estar livre de algo que me criava tanto mal estar!

4 de fevereiro de 2009

Amanhã

É já amanhã. Não vejo a hora de me despachar e estar em casa, descansadinha e a receber mimos.
Obrigada pelas mensagens, pelas sms e pelos telefonemas! Com tanta energia positiva, sei que vai correr tudo bem!
Sexta-feira regresso ao blog!
Em vésperas de um dia tão aguardado, aproveitei para me mimar e fui às comprinhas tendo aproveitado ainda uns restos de saldos: dois pares de sapatos pelo preço de um e uma carteira - quem bem que sabe poder ser fútil de vez em quando! P. se leres este post acredita que só me dedico às compras para estar sempre bonita para ti!

2 de fevereiro de 2009

"Blogpuccino"

Abriu um Starbucks no Almada Fórum. Anunciado durante algum tempo, já era tema de conversa "Para quando um Latte?"
Este fim-de-semana, ao passar por lá, consegui convencer o P. a muito custo, a experimentarmos um café, um capuccino, ou outro. E digo a muito custo porque logo de início o P. se insurgiu contra os preços praticados neste estabelecimento. Entrámos e numa tentativa de não pagar um preço estúpido (para não "levar nas orelhas") pedi um café da semana (1,85€ se não me engano) e um expresso. A empregada pergunta-me o nome e eu, que até nem costumo pensar nestas coisas, quis saber porquê :"porque o nosso atendimento é personalizado" - Ok, pensei eu. A seguir e depois de pagar mais de 3€ pelas duas coisas, entrega-me um balde de café (Colômbia? Bogotá? ou da Conchichina, já não sei) e quando o P. se chega ao balcão de onde tiravam o seu Expresso, a Senhora disse-lhe: "B., o seu expresso " - não personalizemos tanto meus caros, porque o meu nome não é propriamente unisexo e por isso soou a rídiculo. Mas o pior ainda estava para vir: o meu café vindo não sei de onde, caríssimo, não era nem melhor, nem pior do que o café que faço em casa na máquina de filtro - era igual e o P. fez questão de frisar isso durante...hum...todo o tempo, além de ser bastante inferior ao meu cafezinho da Nespresso.
E depois, convenhamos, que o estabelecimento em questão apenas tem público porque estão todos desejosos de imaginar que projectam uma imagem à frente, muito NY, 5.th Avenue, especialmente quando agarram no copo e andam a passear pelo fórum a bebericar - o que não me parece nada prático. Andar na Zara, Mango ou outra, a ver roupa com um café na mão, quando, muitas vezes, nem um par de mãos me chega?? Passear no meio dos livros, que adoro abrir, ler as contracapas com um café quente na mão? Tentar por os phones disponíveis na fnac e ouvir o último album dos U2 só com uma mãozinha?? Das duas uma, ou entorno o café, ou não vejo nada de jeito, porque para trapalhona estou cá eu. Não é prático - quem me tira o meu cafezinho, sentadinha, tranquila tira-me tudo, assim como quem me obriga a ver lojas só com uma mão disponível. Por isso, senhores do Starbucks e porque eu gosto muito, mas mesmo muito de café e detesto começar um dia de trabalho sem beber pelo menos um (mas daqui para a frente só expresso - os preços dos restantes não estão consonantes com a crise que se atravessa), para a próxima abram um à porta do meu trabalho, ou perto da minha casa, longe de lojas e de supermercados e de livrarias e afins, Ok?
Claro que agora o P. já me disse que cobra por todo o cafezinho que eu bebo lá em casa - justo, parece-me muito justo!