28 de março de 2009

Até ao Sul

Porque este ano tem tido os seus momentos complicados;
Porque o mês passado foi um mês para esquecer;
Porque esta semana foi uma verdadeira treta:11 horas de trabalho por dia; noites extremamente mal dormidas, imensos problemas para resolver e algumas decisões complicadas (mas nada que uma garrafinha de vinho tinto não ajude a ultrapassar, senão pelo prazer que me dá, pelo menos pelo facto de me deixar meia atordoada e nem precisa de ser muito bom...basta ser vinho e ser tinto, que, em tempos de crise não me dou ao luxo de almejar Cartuxa ou Quinta do Carmo);
Porque hoje foi o meu primeiro dia de férias e fui trabalhar (é verdade...) e ainda fiquei com uma grande dor de cabeça graças à incompetência e falta de coerência dos outros...
Vou fazer a malinha, o que implica arrumar os livros - da gestão de stress, Programação neurolinguística e técnicas de relaxamento, ao mais recente livro de Carlos Ruiz Zafón, o MP3 (carregadinho de Nithin Shawney, Sigur Rós e Zero Seven), o computador, a máquina fotográfica e o moleskine e afins e nem os gatos escapam* , vou fechar bem o cantinho da Bê- para os ladrões não invadirem novamente o meu palácio e vou de férias e posso dizer que são bem merecidas. O trabalho não fica completamente de parte, porque vou ter que preparar uma formação que vou dar em Maio (o que até me vai dar um certo gozo, mas sobre isso falarei mais à frente), mas vou aproveitar para dormir, comer, passear, fazer caminhadas, andar de bicicleta e...isso também!
E...de repente, lembrei-me como eram calmos os tempos sem telemóvel - dado que prevejo uma grande afluência de trafégo de chamadas vindas do meu trabalho o que me vai levar a odiar o coiso...
(A.L., S. e F. - vocês podem ligar, sempre!)
Até ao meu regresso!
* - uma vez que vamos para a casa de férias da sogrinha, vamos levar os gatos, que se vão sentir torturados na viagem, mas bem felizes pela possibilidade de explorarem uma nova casa e por estarem connosco!

26 de março de 2009

Os 30...

De há alguns anos para cá, digamos que, acompanhando o meu crescimento e maturidade, comecei a privilegiar os encontros com amigos de uma forma mais soft e descontraída, que é como quem diz, sem a confusão e barulho de uma discoteca que em nada fomenta o diálogo e a partilha.
Não querendo com isto criticar uma boa ida a uma discoteca (porque dançar também tem o seu encanto, no seu momento), mas, a verdade é que prefiro combinar jantares na minha casa, ou em casas de amigos, idas a bares onde possamos conversar, assistir a concertos, etc. Por outro lado, o facto de atravessarmos a barreira dos 30, assim como todos os nossos amigos, implica uma mudança de hábitos, não só pelo facto de a sua maioria (quase totalidade) ser casada ou viver junto (o que vai dar exactamente ao mesmo) mas também porque alguns começam já a ter filhotes o que condiciona ainda mais qualquer tipo de “actividade” fora de casa! Mas muitooo mais…aliás, a estes eu chamo os maiores “cortes” de todos (porque não tenho filhos, é certo) mas que têm na ponta da língua as mais variadas desculpas para evitar qualquer tipo de encontro fora da sua zona de conforto (algumas até me davam jeito em algumas circunstâncias), senão vejamos:
- o bebé espirrou;
- o bebé está com uma virose;
- está muito frio, ou chuva, ou calor, ou vento, ou tudo junto para o bebé sair de casa;
- o bebé tem que se deitar cedo;


Etc, etc, etc.
Mas o objectivo do meu post nem é falar de forma profunda sobre isto (embora para algumas das minhas amigas, ao lerem isto, por favor, entendam a indirecta;)), mas sim falar sobre a minha última ida a uma discoteca.
Primeiro, porque cheguei a uma idade em que consigo contar pelos dedos de uma mão (e ainda sobram alguns) o número de vezes que fui a uma discoteca nos últimos…vá, seis meses. Depois, porque as minhas idas a discotecas fazem sempre com que eu tenha pensamentos e atitudes que não reflectem mais do que o meu desajustamento que só pode ser explicado pela idade e pela mudança de critérios.
No sábado saí com uma amiga e fomos juntas não a uma, mas a duas discotecas (assim já quebrei a péssima média dos últimos anos e este ano já posso dizer que fui duas vezes a uma discoteca) e dei comigo a pensar que, provavelmente já não sei dançar e que devo estar muito cota porque, devia ser a única que não sabia a letra de uma única música! (eu, que já passei todas as 5.ª, 6.ª e sábados em noitadas com as amigas). Pior é, olhar em volta e sentir que as pessoas em meu redor eram, na sua maioria, bem mais novos que eu, digamos que, com idade para serem os meus irmãos caçulas. E mais baixos (teriam 13 anos e estão ainda em fase de pré-crescimento?)…ou era a noite de pigmeus ou a nova geração está a precisar seriamente de enveredar pelas actividades ao ar livre e deixar os computadores, Playstations e afins de parte, para poder desenvolver um bocadinho. Depois, há toda uma mudança em relação à minha geração que está na maneira de vestir e, embora eu concorde que o casual pode ser chic e, felizmente já ninguém é barrado à porta de determinados lugares, por estar de calças de ganga (e mesmo ténis), digamos que a quantidade de mocinhos que dançam com a cintura das calças a roçar, quase, os joelhos me fez ficar aflita! Aflita com medo que aquilo caia de vez e que eles continuem um felizes e contentes! Mas, o maior reflexo da idade está…na hora da Cinderela ir para casa. É que o corpinho já não aguenta noitadas para lá das 3.00 da manhã se estiver numa discoteca. Mas, se for em casa, com os amigos, a conversar e beber algo, ou a jogar Buzz entre outros…aguento a noite toda. Enfim…é o peso da idade, com todo o encanto que isso traz – porque não considero negativo esta mudança, porque em cada idade devemos privilegiar o que nos faz felizes e, para mim, o bom convívio é quando um homem quiser, onde quiser!
E eu estou a adorar a entrada nos 30!

22 de março de 2009

SLB!

Meus queridos amigos sportinguistas e afins*...por mais que goste de vocês e por mais que goste de um jogo bem jogado e de uma vitória justa e que não provoque azia a ninguém, de ver uma boa arbitragem, um jogo sem faltas parvas e sem penalties mal marcados, etc, etc, hoje tenho que escrever isto:
SLB!
* - por afins entenda-se anti-benfiquistas, que são mais que os portistas e sportiguistas juntos!
Não nos esqueçamos que já todos perdemos ou ganhámos por más arbitragens - há um golo anulado pelo Senhor Olegário num célebre jogo entre o Porto e o Benfica que ainda me está atravessado...

20 de março de 2009

Hora do nosso planeta

Passei só para enviar esta mensagem:

Vão a http://www.earthhour.org/portugal e juntem-se ao movimento HORA DO PLANETA.
E agora, com licença, que hoje, sexta-feira, estou a trabalhar até às 22h - castigoooo. O fim-de-semana é para dormir, estudar e amanhã à noite saída só de meninas! Nem vou ver o derby (algo me diz que é melhor aproveitar e ir sair...para não ficar indisposta. Normalmente este derby dá direito a jogo feio, muitas faltas, o Moutinho cai umas 22 vezes com cara de bebé chorão, tirando-me completamente do sério, etc, etc, etc e eu fico nervosa, irritada, ansiosa e com vontade de dizer todos os palavrões feios que conheço: em português, inlgês e alemão).

Bom fim-de-semana!






18 de março de 2009

Estudar

Nos próximos dias vou dedicar todas as horas, minutos e segundos a estudar, estudar, estudar! Nos "tempos livres" terei que aproveitar para trabalhar e namorar.
Por isso poderei visitar menos os vossos blogues, ter menos tempo para comentários, mas voltarei...em força ;) porque a vida às vezes é como uma canção muito muito má que não nos sai da cabeça por mais que tentemos, ecoando de forma irritante e repetitiva, mas, basta quereremos e a música das nossas vidas volta a tocar!

17 de março de 2009

Desabafo

Hoje não me apetece escrever, não me apetece falar, não me apetece rir, não me apetece trabalhar...nem o sol que brilha lá fora me demove, nem o calor que se faz sentir me aquece. Hoje não me apetece nada...

14 de março de 2009

Coisas que tal

Haverá algo melhor que um lindo dia de sol, o calorzinho na pele, as roupas de Verão, os pés na areia, o cheiro a creme protector misturado com o aroma do mar, o som das ondas misturado com a voz do Bob Marley, uma boa sangria, bem fresquinha, as brincadeiras das crianças, as gargalhadas dos amigos e do P. e não ter que pensar em mais nada? Há tempos dizia que a neve tinha o dom de nos fazer parecer crianças...o sol tem o dom de nos dar energia positiva...é daquelas coisas...

13 de março de 2009

Publicidade

Hoje vim cá só para partilhar o nascimento de um novo blog ;)
Um blog para rir (ou chorar a rir), para comentar, para criticar, para partilhar:
Espreitem aqui: curtas e más.
Bom fim-de-semana!

12 de março de 2009

Ainda a trabalhar

Se não me pagam mais, não vou receber nenhum aumento, prémio ou louvor, se o P. já está deitadinho, quentinho e confortável, porque é que eu ainda estou na sala, com o portátil ligado, a trabalhar a estas horas?? Porque sou parva, pois claro!
Maldita noção de responsabilidade e cumprimento que me faz ficar acordada até tarde nos dois últimos dias e ainda sonho com trabalho, isto quando adormeço - porque entre o deitar e adormecer há ainda uma longa espera que implica pensar em todas as coisas importantes para fazer no dia seguinte: contactos, marcação de entrevistas, entrevistar pessoas que sei que serão complicadas (casos de exclusão social ou em risco), fazer relatórios, novos materiais de avaliação de perfis...and so on...Os dias de 10/12h de trabalho são curtos para tanta coisa que quero fazer.
E hoje não me sai do pensamento uma pessoa que entrevistei, uma das mais recentes desempregadas deste nosso país, depois de 16 anos de dedicação a um estabelecimento, cujo desespero se sentia no olhar, na voz e, por fim, nas lágrimas. Apetecia-me quebrar as regras e dar-lhe a mão...restou-me dizer coisas como "vai ver que a situação vai acabar por melhorar"; "este curso vai ser importante para melhorar o seu curriculum"; "tem que ter força e não desistir" - quando eu própria não sei se acredito que uma senhora de 51 anos e com a 4.ª classe alguma vez voltará a ter hipóteses de empregabilidade - e não é por falta de competências dela, mas por falta de vontade das entidades patronais...Outro senhor que entrevistei há tempos contou-me hoje como, numa entrevista para emprego, o entrevistador lhe disse que estava muito velho para procurar emprego - tinha menos de 50 anos! Se é velho como vai comer? Viver?
...E em vez de estar a trabalhar estou aqui a desabafar para o pc...estas e muitas outras histórias tocam-me todos os dias - já trabalho nesta área há algum tempo, mas ainda não ganhei a capa, não me consigo distanciar...este trabalho permite-me acompanhar a dura realidade em que está o nosso país ao vivo e em directo todos os dias, no meu gabinete. Mas uma coisa é certa - aprendo todos os dias a dar valor ao que tenho.

11 de março de 2009

Nostalgia

- Nostalgia para mim é, passados 11 anos voltar à minha escola secundária;
- Nostalgia para mim é voltar a percorrer os blocos, os bares, a biblioteca (ainda com o mesmo cheiro a livros velhos)os locais privilegiados para os jogos, namoricos, o campo das aulas de educação física, etc;
- Nostalgia para mim é reencontrar antigos professores - e hoje ter o privilégio de trabalhar com eles;
- Nostalgia para mim é rever-me nas conversas das raparigas, nos rabiscos escritos por todo o lado*;
- Nostalgia para mim é ao fim deste tempo, ter entrado numa antiga sala de aulas, que ainda deve ter rabiscos meus nas mesas e pastilhas dos meus colegas debaixo do tampo - mas desta vez dirigir-me ao lugar do professor;
- Nostalgia para mim é passar todos os dias pela porta da sala dos professores, anteriormente vedada e agora percorrer a mesma sala e tomar café no bar;
- Nostalgia para mim é entrar na escola, a música da associação de estudantes estar no máximo e eu dar comigo a cantar o Self esteem, dos The Prodigy, como já cantei há muitos anos atrás, nos mesmos locais...
- Nostalgia para mim é pensar nisto tudo e concluir que estou a ficar (mais) velha...


* - nota: um desses rabiscos dizia qualquer coisa deliciosa/assustadora como: A A. gosta de 12 rapazes: 4 da turma A e 3 da turma B - boa matemática! E que coração tão grande que a menina tem...

9 de março de 2009

Erros...

Delirei com a notícia dos erros (e que erros!) do magalhães, esse computadorzinho integrado no programa e-escolinha e distribuído pelos nossos futuros médicos, professores e afins.
Segundo o correio da manhã: A tradução para português do programa educativo GCompris foi feita por um emigrante português em França, que tem a 4ª classe. Ao ‘Expresso’, José Jorge disse que 'ninguém até hoje' reviu a versão que criou. 'O problema da tradução é que nenhum português de Portugal se dedicou a ela', disse.
???????? 4.ª CLASSE? Mas toda a gente sabe que grande parte dos nossos licenciados mal sabe falar e escrever em condições; Quais os critérios de selecção deste senhor - um emigrande português em França? Seria primo do Sócrates? Só pode... E ninguém reviu? Como é possível? Estou indignada e não sei se hei-e rir ou chorar...
ALGUNS ERROS DO MAGALHÃES

Gravar-lo
Continuar-lo
Dirije
Copía
Acabas-te
Attentamente
Encontra-las
Encontras-te
Contar-los
Caêm
Contéem
Fês
Um disco de cada vês
Historia
Sitio
Agua
Básicamente
Fácilmente
Á direita
Saír
Puxando-las

FALHA HUMANA
A empresa responsável pelo software associado à aplicação de um jogo instalado nos computadores ‘Magalhães’ atribuiu a “falha humana” os erros de português. “Parte da tradução não foi validada”, esclareceu a empresa Caixa Mágica.

Falha humana, pois claro que foi falha humana, do humano que permitiu que o Magalhães fosse disponibilizado sem ninguém rever...do humano que permitiu que o único responsável pela sua tradução fosse um emigrante com a 4.ª classe...dos humanos que nos governam...ou desgovernam...

Como diz o P, ainda corremos o risco destes erros serem assimilados pela geração do magalhães e qualquer dia estamos todos a dizer: Vou continuar-lo já de seguida, mas básicamente de cada vês que gravar-los se torna díficil deves contar-los nóvamente... - sei que não faz grande sentido, mas é só para exemplificar. Isto faz-me tanta comichão como as pessoas que se dizem professoras por aí e depois escrevem "à algum tempo atrás" - Godddddddddd

Nota: Há um comentador que diz: O magalhães não é português, é socratês... - está explicado!

8 de março de 2009

Mais um desafio - 7 pecados

Mais um desafio, passado pela Kitty, ao qual vou responder, porque gostei do seu teor ;). O objectivo é revelar a nossa relação com os pecados capitais e nomear pessoas para responderem ao mesmo (desculpem, mas acho que vou passar esta parte- sintam-se à vontade para o fazerem...ou não!)
Deixem cá ver...

Gula - chocolate, chocolate e mais chocolate, como se não houvesse amanhã;

Avareza - Quando compro um chocolate para mim, é para mim, não me peçam um quadradinho; com o dinheiro não sou nada avarenta, sou capaz de emprestar à família, aos amigos e até a colegas de trabalho, se precisarem - e depois esqueço-me...;

Inveja - Inveja para mim, só inveja saudável, daquela que não faz mal a ninguém - tenho inveja de quem pode trabalhar com animais! I wish...

Ira - Normalmente sou calma e ponderada, mas...não me queiram ver zangada - até meto medo - pode acontecer perante uma derrota do Benfica ou uma vitória do Sporting, ou quando comem o meu chocolate;

Orgulho - Sou orgulhosa, mas não rancorosa, sou capaz de dar o primeiro passo...

Luxúria - hum... acho que não vou partilhar este...

Preguiça - De sair da caminha de manhã, quando está frio e vento e chuva lá fora :)
Já está! Estes são os meus maiores pecados - há algum castigo por não ter partilhado um?? Espero que não venha o Kevin Spacey atrás de mim, qual serial killer do Seven...

7 de março de 2009

Bloguices

Hoje resolvi fazer uma pesquisa para saber quais os blogues mais lidos em Portugal, dada a minha vontade de acompanhar mais uns quantos e poder deliciar-me com novas descobertas.
A primeira conclusão a que cheguei é que muitos dos que estão em primeiro lugar são chatos. Falam de política, economia e afins, temas que muito sinceramente me aborrecem e que já acompanho nos telejornais e nos jornais diários e chega! Em segundo lugar, descobri que alguns dos blogues que eu leio diariamente estão no top e por isso parabéns meninas!
A terceira conclusão a que cheguei é que há muita mente badalhoca por aí e que se alguma vez tivesse avançado com este blog com intenção de ser lida, comentada e acompanhada por muita, mas mesmo muita gente, errei no nome, no contéudo e nos temas...senão vejamos:
Entre os primeiros 200, encontramos blogues com nomes tão sugestivos como:
- Gatas QB;
-Gaijas da TV - (sim, gaijas);
- Vai5 - as mais belas do hi5;
- Porcas do hi5 - parece-me auspicioso;
- Mulheres nuas - ...;
- Videos eróticos;
- Só me apetece cobrir - pode ser cobrir de cobertura televisiva, jornalística, ou não...; (Nota de última hora - por sugestão da Maria, fui espreitar este blog e gostei - totalmente fora do contexto neste meu post. Boa escrita e bom humor :), com inteligência e poder argumentativo, embora não concorde, naturalmente, com todas as suas opiniões - até o coloquei aí ao lado, nas minhas leituras para não me esquecer de espreitar mais vezes)
- rosa cueca - só conhecia o azul cueca;
- a funda são - belo trocadilho;
- Sexo portugal - fotos e videos;
- Porcas do caralho (desculpem a linguagem, mas estou apenas a ser fiel ao nome);
- As porcas do Hi5 (mais ainda?);
- Pau para toda a obra - nem me atrevo a pensar...;
- Contos eróticos de uma garota de program (não programa, program mesmo - não é um nome de um anti-pulgas para animais?);
- Bundablog;
Entre muitos outros. Ora é certo que não abri nenhum destes blogues e não estou aqui a analisar o seu conteúdo ou o serviço prestado a quem, como eu, gosta de acompanhar blogues, mas cheguei à conclusão que se meu blogue se chamasse rabinhosjeitosos ou maminhasfofinhas etc, estava no top de certeza...credoooooo! Nem me atrevo a pensar nos comentários de que seria alvo...
O site de onde retirei esta informação é o seguinte: http://weblog.com.pt/portal/metrics/?pag=lista
Nota: a qualquer pessoa que aqui venha parar por pesquisa dos nomes acima mencionados, desculpem defraudar-vos as expectativas... acedam ao link em cima que, com certeza, chegarão ao que pretendem.

6 de março de 2009

Que delícia

Uma vez que já há blogues a aconselhar cremes, roupas, maquilhagem, filmes, receitas, dicas de organização caseira, livros, exposições e afins (os quais eu sigo diariamente), resolvi ser diferente e aconselhar iogurtes.
Estou encantada com este. Sei que alguns podem pensar "biológico, que horror, sabe a erva, a alfafa, ou comidinha para pardais, só falta vir acompanhado de rebentinhos de soja e um pouco de rucula" - mas eu adoro! A-D-O-R-O! Um iogurte natural, com uma base de frutos silvestres e com uma embalagem de muesli em cima para acrescentarmos na hora - para os cereais não ficarem moles e sem graça - ninguém gosta de cereais moles, certo? E ainda tem uma colher de plástico anexada o que dá muito jeito, porque, convenhamos, nem sempre andamos com colheres nesse mundo imprevísivel que é a mala de uma mulher (onde, por vezes, encontro as coisas mais impensáveis...). Deliciem-se! Não sei se faz bem à pele, nem é haute couture (será assim que se escreve?), mas é bom!

5 de março de 2009

MY Heritage

O que eu me diverti com isto...ora pois, diz que sou 76% parecida com a Mischa Barton, essa sonsinha/engraçadinha do OC...Fiz várias experiências, com várias fotos e a mocinha aparece sempre. Está feito! -É indiscutível! Divirtam-se também em www.myheritage.com.pt.
Ah e diz que o moço lá de casa é uma mistura de Brad Pitt e Dr. Mcdreamy (agora não me lembro do nome) - que sorte a minha ;)



Resta saber quem raio é o Mark Feehily... - pelos vistos a minha versão masculina!



Prémio



Hoje acordei cheia de ideias ara novos post's - tantas que nem sabia bem qual o tema a seleccionar, tal são os efeitos de uma noite muito bem dormida. Pois bem, a Kitty (http://panodochao.blogspot.com/) fez o favor de escolher por mim ao presentear-me com o seguinte prémio que eu tenho que partilhar:

Se percebi bem, também a Serena me atribuiu o prémio, o que me leva a pensar que é bom saber que temos pessoas interessadas no que possamos ter para dizer, mesmo que por vezes sejam disparates, loucuras, banalidades...mesmo que tenha criado um blog sem saber se alguém teria interesse em segui-lo...

Os critérios para entrega do prémio são:
1.Qualidade e excelência;
2.Constância (whatti?);
3.O jeito de fazer de um blog, um blog ÚNICO - espero que sim!

Da mesma forma, atribuo o prémio aos blogs que leio diariamente, que me fazem sorrir, pensar, comentar:

Saltos Altos Vermelhos (pelos sorrisos);


Minie's Thoughts (pela amizade);

Pó de Diamante (pelos bons conselhos);

Mnemosine (pela boa escrita e desenhos maravilhosos);

Confissões de uma adulta desorientada (embora andes desaparecida!);

Vagueando pelas Ruas (também pelos sorrisos);

às 9 no meu blogue (pela partilha)

E também o atribuiria à Serena e à Kitty, caso o pudesse devolver!

3 de março de 2009

De volta à capital

De volta de um fim-de-semana maravilhoso, mas muito muito cansativo!
A partilhar: uma vila linda chamada Folgosinho, quase perdida no meio da serra e muito acolhedora (depois partilho fotos). Nesta vila reinava a boa disposição e no ar, um cheiro maravilhoso a lareira quase me transportou para memórias do passado.
Na serra, as brincadeiras inevitáveis com a neve, as descidas de trenó (as nódoas negras), as lutas de bolas de neve com os amigos e até um boneco de neve (com cenoura no nariz) fizemos. É incrível como a neve tem o poder de realçar a criança que ainda temos dentro de nós.
Ficámos numas casinhas lindas, de turismo rural, onde ocupámos dois apartamentos, numa aldeia cujo nome não consigo recordar. Dormi pouco, andei muito, passeámos de carro e divertimo-nos muito. A repetir!