14 de maio de 2009

Corte...e costura

De cabelinho cortado (e não foi pouco, mas não foi demais - os cabeleireiros nunca me aconselham a cortar muito o cabelo, por isso está um pouco abaixo dos ombros) e bem arranjado (esticado, mas com algumas ondas largas e uns ajustes na franja) estou satisfeita...até o lavar em casa, tentar o mesmo efeito e não conseguir, óbvio.
Dei comigo no cabeleireiro, a pensar em algo que, para mim é, desde sempre, um fenómeno: porque é que grande parte das cabeleireiras, com todo o conhecimento que têm, com todos os produtos de qualidade que vendem e aplicam, com todos os conselhos que dão, com a possibilidade de estarem sempre em cima do acontecimento em termos de tendências, têm sempre os cabelos mais horríveis, com uma mistura de cores que não se entende e cortes que não lembram nem ao mais radical músico pseudopoppsicadélico? Por acaso, foi um rapaz, todo fashion que tratou de mim, mas as cabeleireiras...oh god - o que lhes passará pela cabeça? Mais pareciam um catálogo de cores variadas, para o cliente escolher ao vivo...do louro platinado ao vermelho escuro, tudo pairava naquelas cabecinhas e era uma tendência que se estendia a todas, mas mesmo todas...

13 comentários:

  1. Por terem acesso a tantos estilos diferentes acho que devem ficar um bocado confusas! lol

    BJS*

    ResponderEliminar
  2. lol

    Por acaso é um facto!

    A maioria abusa das cores no cabelo!

    ResponderEliminar
  3. é... as cabeleireiras tem sempre uns penteados com um ar transloucado. Va-se la entender..

    ResponderEliminar
  4. Como se custuma dizer: "casa de ferreiro, espeto de pau"...
    Por acaso onde vou a mulher tem o cabelo que é um miminho..
    Besito*

    ResponderEliminar
  5. Bê: em casa de ferreiro, espeto de pau :) Não te lembras do meu exemplo do IRS? Trato mtas vezes de assuntos fiscais dos meus clientes a tempo e horas e dps p mim sou negligente...

    Mas é bem verdade isso das cabeleireiras...e isto é um preconceito, mas esses gajos todos fashion dos cabeleireiros de senhora normalmente tendem a cair "p o outro lado"!

    ResponderEliminar
  6. LOL
    Realmente, tb já pensei nisso... mas sabes elas devem ficar baralhadas com tanta tendência nova que acabam por misturar tudo eheheheh
    Jinhus

    ResponderEliminar
  7. Às vezes nem é só pela cor que têm, é o corte e o cabelo todo estragado de tantas vezes que é pintado! Por acaso que tem tratado do meu cabelo é um menino que é um doce mas corta super bem!! (lá está a teoria do Dexter!)

    ResponderEliminar
  8. Encontrei o teu blog por mero acaso. E adorei! Hum... mas eu acho que deve ter a ver com o facto de a tua formação ser na área de psicologia, que inveja.
    Li o teu post "compromisso de corpo e alma" e achei simplesmente lindo. Há bem pouco tempo atrás me aconteceu algo bem parecido, um desconhecido, me elogiou, assediou, em fim, e era um pedaço.
    Mas o meu pensamento, infelizmente, foi muito diferente do teu.
    Também sou casada mas já há alguns anos, e a minha vontade era tentar conhece-lo.
    A diferença, tu resistias completamente, eu não.
    É nestas coisas que sinto que algo não está bem no meu casamento. E não consigo resolver,pelo contrário, parece que cada vez está pior, é sentir o mundo a desmoronar-se.
    Beijos
    Margarida

    ResponderEliminar
  9. Margarida, obirgada pela visita. De facto, sentir como te sentes não pode ser fácil, porque deve ser um rol de moções contrárias dentro de ti e só consigo imaginar como te sentes. Se precisares de desabafar, tens o meu e-mail no blog - estás à vontade. Só um conselho - luta pela tua felicidade!

    ResponderEliminar
  10. LOL. Por acaso agora que falas-te fiquei a pensar.. e realmente vÊ-se imensos cabeleireiras principalmente, com cabelos "estranhos"..

    beijinho.

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins