3 de maio de 2009

Para ti...

Não vou escrever um post sobre o dia da mãe. É que não vou mesmo.
Vou escrever sobre ti, querida amiga, conselheira, companheira, confidente, carinhosa, alegre, bem-disposta, linda linda e, como diria, no passado, do alto dos meus 4 ou 5 anos, cor-de-rosinha, o que para mim, na altura, era o melhor elogio que poderia fazer.
Tentar encontrar palavras para te dizer o quanto és importante para mim é sentir uma revolução de sentimentos e emoções que se baralham e me trazem à memória a nossa história, o nosso percurso até aqui. Porque tudo o que sou, sou porque te tenho sempre ao meu lado, nos bons e maus momentos. Porque o carinho e o amor com que sempre me rodeaste me permitiu enfrentar as fases menos boas que vivemos e hoje, olho para trás e vejo como juntas ultrapassámos obstáculos, ventos e tempestades, mais fortes e mais unidas.
Muitos dizem que sou igual a ti e eu sorrio feliz, porque, desde sempre, foste o meu modelo, a pessoa em que gostaria de me tornar. Porque foste sempre um exemplo de força, de honestidade, de mulher cheia de valores e fiel aos seus princípios. E porque tiveste o cuidado e a preocupação de me ajudar a entender e a aprender com os teus próprios erros e aceitar e aprender também com os meus.
Não há palavras que descrevam na íntegra e de forma real, o que sinto por ti. Acho que me entendes se te disser que és tudo para mim...

18 comentários:

  1. e não é mesmo tudo isso o que faz de uma mãe , uma verdadeira MÃE!?:)

    ResponderEliminar
  2. É tão bom vermos isso tudo na nossa mãe.
    A minha mãe é a minha melhor amiga :)
    Jinhus

    ResponderEliminar
  3. Que texto lindo!! Também adoro a minha mãe! =)é bom saber que posso contar sempre com ela! Beijinhos!

    ResponderEliminar
  4. :)
    Hannah - é pois. Isso sim, é ser mãe;
    Marisa - Ainda bem que tens uma mãe amiga. Eu tb o tenho e sei bem a importância que tem!
    Sakura: é mesmo bom sabermos que temos alguém que gosta de nós "no matter what"!
    Inwitheligth - Viva ;)

    ResponderEliminar
  5. Apesar de a escrita ser a minha vida, tenho de admitir que não existem palavras que cheguem para expressar sentimentos tão singulares como os que sentimos pelos que ama-mos! ;)

    ResponderEliminar
  6. Para quem dizia que não ia escrever um post de jeito até 2.ª feira, este parece-me uma excelente criação!
    As mães são o melhor do mundo, e a minha faz-me falta há quase 14, como um pedaço de mim que tenha tido que abdicar sem escolha nenhuma...
    As mães são parte da nossa identidade e daquilo que nos define como seres individuais!
    Beijinhos para as nossas mães!

    ResponderEliminar
  7. Only Words - também sinto assim. Não há palavras que definam de forma justa aquilo que se sente :)
    Naná - pensei que nem vinha ao blog :) - mas depois senti esta vontade imensa de escrever algo que alguém tão importante. Concordo com o que dizes. Um beijinho grande para ti e não te esqueças - ela vive sempre dentro de ti.

    ResponderEliminar
  8. Bonito! Podia ser quase um poema!
    Talento com as palavras! Gostei muito!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Bonita a forma como escreve sobre a sua mãe. Parabéns

    ResponderEliminar
  10. No Meu Mundo Mágico: não sei se tenho algum talento, mas sei que escrevo com o coração...:)

    ResponderEliminar
  11. Anónimo - ela é uma boa inspiração. Obrigada pela visita.

    ResponderEliminar
  12. Pó de arroz - Tenho que a impedir de vir ao blog ;)

    ResponderEliminar
  13. Fui ao blog e estou tão emocionada que nem consigo dizer-te ao certo o que me vai na alma a não ser que tudo aquilo que sentes é exactamente o que eu sinto por ti, minha querida , meu pilar e muitas vezes minha mãe...

    ResponderEliminar
  14. Cat - amou pois ;) é dela o comentário anónimo!

    ResponderEliminar
  15. Adorei o texto :) acho que disseste mesmo tudo. Quem tem mãe tem mesmo tudo :)

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins