19 de junho de 2009

O poder da música II*

Desde tenra idade que sou daquelas pessoas que facilmente "agarra" uma música e fica com a mesma a tocar, mentalmente, horas a fio, até não poder mais. Fui educada num mundo cheio de música (era ainda pequenina e os Doors já se ouviam lá em casa, entre muitos outros, como os Eagles, U2, Rolling Stones, Led Zepelin, Depeche Mode, etc, etc, etc). Cheguei mesmo a ter aulas, primeiro de flauta, depois, mais crescidinha, de guitarra, tal era o entusiasmo. Mas, ser assim, é como ter um disco partido no meu cérebro, que toca, vezes sem conta, dias a fio, semanas seguidas, a mesma melodia. O que por vezes é bom, quando são músicas que adoro e que acabo por ir cantando baixinho, quase sem me aperceber. Mas, como é óbvio, é algo incontrolável, acontecendo muitas vezes com músicas que não gosto (sendo até bem mais frequente nestes casos), para não dizer que detesto...Ora vivendo eu junto de uma delegação de um partido político português, desses cuja música todos conhecem, imaginem o que é a minha cabeça em época de eleições: se a ouço logo pela manhã, assim que acordo, fico com ela na cabeça até ao dia seguinte...Agora estou numa fase de descanso, mas só até à próxima campanha e aí lá pareço eu uma militante acérrima, a divulgar a musiquinha para quem comigo priva.
Noutras situações, como aquelas já partilhadas por aqui, em que o meu querido vizinho me acorda com hit's de gosto duvidoso dos anos 80, lá fico eu, o dia inteiro a cantar "you're my heart, you're my soul..." e, imbuída no espírito da música, quase me deixo levar e danço à modern talking (só faltando vestir um blazer colorido e arregaçar as mangas até aos cotovelos e bambolear as ancas em movimentos largos e ritmados, enquanto a cabeça faz movimentos dramáticos no sentido contrário).
Neste momento estou muito feliz porque o piquenique do modelo vai, finalmente, realizar-se e assim, o Tony Carreira vai poder sair da minha cabeça, onde habita nos últimos tempos, desde que o piquenique é publicitado em tudo o que é órgão da comunicação social...C_R_E_D_O.
Por todas estas razões é que, frequentemente, mudo os temas aqui do cantinho. Fico cansadinha de ouvir sempre as mesmas melodias e para não correr o risco de "matar" a música para mim, prefiro mudá-la. Porque há músicas que ficam para sempre...
Ps: Agradeço ao S. que, mesmo cheinho de trabalho, me foi lembrando, com toda a paciência que lhe é característica, os nomes de algumas das bandas aqui enunciadas e das quais só me conseguia lembrar das músicas - lá está, as melodias ficam mentalmente registadas ;)
* - e porque hoje parece que é dia de sequelas aqui no Canto ;)

25 comentários:

  1. Bem... (e estabelecendo um ponto de relação com outro post teu anterior)... eu que também padeço de um "mal" semelhante ao teu ao ler ou ouvir certas palavras, associo-as imediatamente a músicas e desde manhã que na minha cabeça passa, em género de banda sonora... aquela velha melodia... "lollipop, lollipop, oh, lolli, lollipop..."! Tás a ver qual é?! Ai... que baita de comichão no cérebro! ;) UFA! (Culpa Tua... ;P) *

    ResponderEliminar
  2. que giro eu tb sou assim ... parece que tenho um gravador na cabeça-... e quando falaste da tal musica do partido politico ... pronto ja ta... tananamnam nam namnamnamanam... lol bom fim se semna minha linda!
    **su

    ResponderEliminar
  3. Ai Bê nem acreditas que por causa do pic-nic modelo dou por mim, assim numa acto de loucura a cantarolar (baixinho) "passo o dia a sonhar contigo...lai lai", ainda hoje comentei ao almoço esta situação é que até a meio da noite lá vem o refrão do senhor.. lol
    É para se dizer que já me sinto como no natal a cantarolar "no mundo encantado dos brinquedos..."
    Lol
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  4. Mulher a 1000/h - ahahaha. desculpa ser a culpada do teu "rádio mental" por hoje ;);
    ******************************
    Su - pois. Às vezes é terrível, não é??
    ******************************
    Saltos - join the club ;I
    ******************************
    POupinhas - acredito pois, ainda hoje dei comigo a cantarolar essa música :S

    ResponderEliminar
  5. A minha vida sem música era impensavel. toco flauta transversal e guitarra, e alem de tocar adoro ouvir boa musica :)

    qd alguem ao pe de mim começa a cantar algo, nem que seja estupido, tb m fica no ouvido. hj uma colega cantava We are the world, we are the children... Ficou :p

    ResponderEliminar
  6. Felizmente que ao longo dos anos fui educando o ouvido! Também pratiquei na flauta, só que para a guitarra descoordenava alguns movimentos... Mas desculpa: os Modern Talking eram o máximo :D! Aquele casaquinho branco do vocalista, curto e cintadinho, ficou-me na memória :D!
    Perigoso mesmo são os arraiais que se dão aqui na aldeia, e que se aproximam a passos largos... São os hit´s do Malhoa e descendência, e autores locais que, antes de gravar o que dizem ser música, se atestam com um garrafão de cinco litros, e algumas postas de bacalhau... E os organistas que são contratados para animar, hum...? Com os seus medley's e cenário montado no reboque do tractor :D? Tais imagens e "melodias" é claro que ficam a badalar dias a fio, normalmente até ao ano seguinte :D!

    ;)

    ResponderEliminar
  7. Como te compreendo! Eu ás vezes fico com uma música de tal maneira na cabeça, que passados uns dias já n a posso ouvir, mesmo que a adore! Chega a ser desesperante...

    ResponderEliminar
  8. musica dos anos 80
    Que vicioooo ;)

    ResponderEliminar
  9. então não era que andava no outro dia com o vinho verde na cabeça????
    Não ah um único dia que não me levante com uma musica nova na cabeça lol
    Jinhus

    ResponderEliminar
  10. Bê, sou assim com músicas e com livros que leio. Eu tenho que me policiar, psicóloga, pois não leio. Vivo o livro. Por isso procuro ler coisas alegres e hilárias. Do contrário fico muito antisocial. Vivendo e se conhecendo.
    Beijinhos paranóicos. Manoel Eduardo - Brasil.

    ResponderEliminar
  11. Sou movida a música.
    É na hora do banho,nas arrumações,na ida pro trabalho..enfim..
    Quem canta os males espanta !
    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  12. Ainda bem que não sou a única! Ufa. E ainda bem que há que aprecie o género musical dos anos 80 - eu também gosto de muita coisa, não de toda. Maria, tens que trocar de casa comigo e levas com os Modern Talking ao sábado, logo pela manhã ;);)
    Bom fim-de-semana para todos!

    ResponderEliminar
  13. :D

    Combinado! Por aqui só ouves o canto das andorinhas, todos os dias da semana... E a banda sonora dos arraiais... Meu querido mês de Agosto :D

    (Um segredo: levarei os dois cd's propriedade da mãezinha, com os "The Very Best" dos Modern Talking :D)

    You can win, if you want... lalalala... :D

    Bom fim-de-semana!

    ;)

    ResponderEliminar
  14. eucanto em bares adoro música mas tony carreira credoooooo é um atentado a inteligencia de qualquer mortal
    beijo

    ResponderEliminar
  15. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  16. liiiindo!
    :D



    a mim acontece-me muitas vezes a mesma coisa, anúncios, músicas, alguém que cantava na rua... e depois lá ando eu todo o dia a relembrar o raio da melodia.
    Arrrggghh!

    Mas não contece todos os dias, o que é bom... e se depois conseguir ouvir umas músicas normalmente consigo desfazer "o feitiço"...
    :)


    Nunca tinha visitado este blog. Cheguei aqui através da Chocolate.
    ...e gostei!

    ResponderEliminar
  17. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  18. Bê querida?! Miminho no meu blog ;)

    ResponderEliminar
  19. visite sff:

    http://www.em-segunda-mao.blogspot.com/

    =)

    ResponderEliminar
  20. Eu tb sou assim:) E quando arranjo uma música nova que goste, sou capaz de ouvi-la umas vinte vezes:P E quanto aos anúncios tb sou assim. Mas nos últimos dias andamos todos com aquela musica pa crianças "eu vou comer, comer comer, laranjas e bananas!!!":P

    Dclp a invasão:)****

    ResponderEliminar
  21. À falsa Kitty fabe que anda por aqui: coisa feia...usar o nome e o blogue dos outros, hein! Não há nada melhor para fazer, tipo, arranjar vida rópria?? Francamente!

    ResponderEliminar
  22. Vi o selinho ali na coluninha...



    Obrigada, querida Bê*

    ResponderEliminar
  23. Parabéns pelo blogue, que não conhecia, e obrigada pelo link.

    Beijinhos e votos de uma boa semana.

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins