24 de junho de 2009

S. João a sul

Hoje estou de feriado e não, não sou do Porto ( o S. João não se vive só a Norte)...Depois de um mini arraial organizado (e trabalhado) por nós na escola, estou de rastos (corpo e mente completamente derreados) e, como não tenho mais nada de jeito para escrever, por hoje, é só mesmo isto. E agora, vou curtir o meu dia! O que pode significar ir para a praia ou, simplesmente, não fazer nenhum*...Já estou um bocadinho (muito) farta (enjoada) do cheiro a sardinhas. Fico com a sensação que há pessoas que comem sardinhas durante todooo o mês de Junho. Blheccccc.
* - por não fazer nenhum entenda-se a possibilidade de vegetar no sofá um dia inteirinho, dedicando-me apenas ao uso do dedo indicador direito para mudar de canal, ou ver a série 5 (quase) toda da anatomia de grey no pc, ou agarrar-me ao meu livro e le-lo todinho até à última página...

29 comentários:

  1. Ai que inveja... quem me dera! Fosse praia, fosse sofá! Não se faz! Buh uh! E eu que gosto tanto de sardinhas... ontem nem uma cheirei! é Karma... só pode ser! ;) Beijinhos e bom feriado! ;)

    ResponderEliminar
  2. Era mesmo de um dia assim que eu hoje queria para mim...

    Aproveita! :)

    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Eu também estou de feriado!!:D
    Mas tenho que estudar...

    BJS*

    ResponderEliminar
  4. Tb quero tb quero!!!

    Mas tenho de aturar gajos emproados com a mania que são bons...

    Lá porque são filhos de gente importante tem a mania que são bons...

    ARRRGGGHHH!!!
    Quero ir para a praia como tu!!!

    beijos aproveita por ti e por mim!!!

    ResponderEliminar
  5. isso será certamente um dia bem passado...
    tb ainda estou com duvidas em relação ao meu feriado...se praia, se "ronha";)

    bom feriado!!!:)

    ResponderEliminar
  6. Bahhh agr que me falaste do cheiro a sardinhas tb fiquei enjoada :S
    bem vou pa praia! :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Essas sugestôes de dolce fare niente são todas óptimas! :)
    E o cheiro a sardinhas...concordo contigo...nhec...não gosto.
    Bom descanso querida Bê!
    *

    ResponderEliminar
  8. Adoro sardinhas mas, como tudo, moderadamente!


    Descansa, querida Bê =)

    ResponderEliminar
  9. I LOVE sardines!!! (L)

    \o/

    Ainda este ano não comi... sou mesmo uma triste. :s

    ResponderEliminar
  10. Cheia de preguiça, esticou os braços.
    De olhos fechados, mal sentia o corpo, ainda trôpega de sono.
    Apetecia-lhe voltar a mergulhar nas águas transparentes do recife, abandonar-se ao sol sobre as areias brancas, voltar a adormecer à sombra dos coqueiros.
    Um torpôr agradável assaltou-lhe o corpo e ela permaneceu imóvel, de olhos fechados, em êxtase.
    Podia ouvir o mar.
    Ondas mansas desfaziam-se em espuma na areia. A praia, vazia, era só uma imensa extensão branca e verde, pejada aqui e ali de rochas solitárias, ainda a escorrer água da maré alta.
    Mesmo de olhos fechados, era fácil imaginar o azul forte do céu, as velas brancas dos veleiros sulcando as águas, as cabanas de madeira pendendo sobre a lagoa cor de esmeralda.
    E o silêncio... ah, o silêncio...
    Aquela ausência aboluta de tempo, de horários, de ruídos de fundo, de jornais, de televisão...até a ausência de sapatos... só a música de fundo do bater das ondas na praia, o abanar da copa dos coqueiros e das palmeiras.
    Deixou-se ficar imóvel, quase ausente do corpo, imersa em sensações de paz, de uma profunda paz que lhe tomava de assalto o espírito, como se até os próprios pensamentos surgissem agora em câmara lenta, a um ritmo quase tão lento como o próprio respirar...
    Pelo menos uma vez na vida, todos deveriam poder experimentar aquela sensação de paz quase absoluta, retemperadora de forças.
    O paraíso, a existir, deveria ser algo de muito semelhante...

    Sentiu que a abanavam, com extremo cuidado.
    Abriu os olhos.

    - Mãe... – tenho fome... vem fazer-me os cereais...
    - Hum... o quê?
    - Tenho fome... vem dar-me de lanchar...
    Esfregou os olhos, ainda estremunhada. Pela janela, conseguia distinguir perfeitamente o céu cinzento e aquelas gotas irritantes, cinzentas, de uma chuva que, apesar de maio, teimava em persistir, estragando o que prometia ter sido um óptimo fim-de-semana.
    - Onde está o pai ?
    - Está agarrado ao computador... tenho fome...

    Virou-se para o lado no sofá.
    - Vai dizer ao pai para te dar de lanchar... eu ainda vou à praia dar mais um mergulho...
    - Um mergulho ? Mãe ?

    Ela já deixara de o ouvir.
    De olhos fechados, ouvia novamente o mar a chamá-la.
    O mar, o sol, e uma praia de areia branca...

    ResponderEliminar
  11. A P R O V E I T A! Olha que para praia o tempo não está muito convidativo, mas uma tarde no sofá a ver a Anatomia de Grey, isso parece-me um excelente programa ;)

    **

    ResponderEliminar
  12. Poder fazer nada é que é bom.. Eu tenho aqui a serie completa do Sexo e a cidade e não posso ver:(

    E sim, abate às sardinhas:D****

    ResponderEliminar
  13. Olha, se estivesses no Porto íamos já já já beber uma coisa boa fresca e colorida, porque duas elfas juntas só pode dar maaagggiiiaaaa :)

    ResponderEliminar
  14. Sabe tão bem um feriado a meio da semana.. e logo esta que estou de férias.. hi hi hi
    Beijinho e aproveita mt*

    ResponderEliminar
  15. Olá! Na minha terra também é feriado municipal. Azar dos azares, hoje trabalho fora do concelho onde vivo! Mais azar ainda, foi ontem ir com o dente afiado para comer uma sardinha e em todos os arraiais a que fui ela já tinha acabado!!! Das três, uma (ou todas): ou realmente estamos em tempo de crise e havia poucas sardinhas; ou a malta comeu que se fartou; ou já cheguei tarde demais aos arraiais (2h da manhã)! Resumindo, acabei por comer só broa e um pão com chouriço. Pode ser que não passe de hoje e finalmente coma uma sardinha... :)

    Gosto muito do teu blogue!

    Beijitos,
    Nuno.

    ResponderEliminar
  16. Como é bom n fazer nenhum!! Nem que seja a vegetar em frente da TV. Claro que fazer disso modo de vida não, mas p desanuvair...;)

    Aproveita!

    ResponderEliminar
  17. Ai "vegeta" para aí à vontade eheheh.
    eu hoje vim fazer de avósister :P
    Imagina o cheiro das sardinhas aqui pelo Porto LOL
    Jinhus

    ResponderEliminar
  18. E há dias em que sabe tão bem fazer isso... :)

    ResponderEliminar
  19. O dia está no fim... Mas espero que tenha sido proveitoso! O meu foi bem passado, no meio de papéis bolorentos e caligrafias hieroglíficas... Se estivesse em casa, era bem certo que havia sardinhada à porta!
    É fado... Mas não resisti em cantar ao São João (baixinho...), já que o Santo António não me vale :D

    ;)

    ResponderEliminar
  20. Espero que tenhas aproveitado bem. Por aqui trabalhou.se bem...

    ResponderEliminar
  21. Não posso deixar de expressar:

    Ena, que o rabisco fica mesmo giro aqui! (modéstia à parte, é claro :D)

    ;)

    ResponderEliminar
  22. Olá!
    Foi um dia que eu passei em casa:=)
    Com uma enxaqueca...daquelas á moda antiga:=((
    :=(

    Beijocas

    ResponderEliminar
  23. Hum, bem bom... Eu sou do Norte, festejei o S. João e não tive direito a feriado!? snif, snif.

    Aproveita!

    Beijoquinha.

    ResponderEliminar
  24. É muito mau dizer que tenho inveja? É que tenho!!!!!! de fazer nenhum, entenda-se.. :p

    ResponderEliminar
  25. Eu não comi sardinhas mas o cheiro empestava aqui a minha cidade a Norte também.
    Saudades da Anatomia de Grey!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  26. Também não sou do Porto e na minha terra, de seu nome Arcos de Valdevez, também há S.João. Mas como eu sou uma desnaturada fui passar o S.João a Braga (sim, em Braga também há S.João). :D

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins