19 de agosto de 2009

Além Tejo

Concentrada que estou no próximo fim-de-semana, no qual vou, finalmente, enfrentar alguns fantasmas do passado, não tenho tido coragem de vir até aqui e escrever, porque sei que me vai sair a alma pela ponta dos dedos e a emoção em cada palavra.
Depois de 13 anos longe da terra do meu coração, da casa que me viu crescer, das minhas raízes, das memórias mais felizes da minha infância, dos cheiros da comida, das searas, da terra molhada no quintal cheio de flores (já partilhado aqui, no Cantinho) decidi que estava na hora de tentar reviver cada um desses elementos, na esperança de poder reaver sentimentos intensos, jamais esquecidos e muito emotivos. Só o simples pensamento do que vou fazer mexe comigo, tira-me o sono, enche-me os olhos de lágrimas. Que raiva que sinto de mim mesma por não conseguir ser mais fria e distante, menos emotiva. É que por vezes, não me aguento a mim mesma. Felizmente o P. é um doce comigo e do mais paciente que há, enchendo-me de mimos e carinhos.
Não sou nada de viver das memórias do passado, mas mais de viver o momento presente, só que este passado vive em mim, nos meus sonhos, na minha pele. E por isso estou melancólica, emotiva, chatinha mesmo. É bem possível que venha cheia de coisas para contar sobre esse meu Alentejo e cheia de fotografias para partilhar a linda aldeia onde apenas não nasci, porque é e sempre será a minha aldeia, passem os anos que passarem.
PS: O Tobias melhora de dia para dia, tendo já recuperado os seus rituais de me ver a tomar banho e de tentar roubar comida do meu prato, mesmo debaixo do meu nariz :)

23 comentários:

  1. As recordações são uma forma de manter viva a memória das pessoas que nos foram tão queridas. Beijinho, Bê *

    ResponderEliminar
  2. eu também sou assim! mas o blog serve mesmo para isto, escrever as emoções!

    ResponderEliminar
  3. A nossa CASA é sempre a nossa casa. Passe o tempo que passar e surja a distância que surgir.

    Que bom que o Tobias já voltou a ser ladrão. :P

    ResponderEliminar
  4. Podes vir cá escrever mesmo quando não estás tão bem que nós vamos gostar de continuar a ler-te.

    Boa sorte para essa tarefa! ;)

    BJS*

    ResponderEliminar
  5. Vai e vais ver que mesmo não encontrando tudo como outrora vai trazer-te boas recordações, que no fundo são a história da tua vida! E quem sabe apartir daqui não constróis outras!!!

    Boa viagem, beijo

    ResponderEliminar
  6. Espero que este tempo menos bom passe rápido e que o bom astral volte logo :))) O passado nem sempre é fácil de recordar ou de reviver, mas ajuda-nos a crescer.
    Beijinho grande*

    ResponderEliminar
  7. k esse enfrentar do passado corra bem querida Bê*, beijinho!!!

    ResponderEliminar
  8. Vais ver que te vai fazer bem ;) Não devemos de facto viver no passado, mas devemos viver com ele e recorda-lo com serenidade(uau, parece que fiquei inspirada com o teu texto ;)


    * Beijocas e boa viajem à tua aldeia e ao teu passado !

    ResponderEliminar
  9. Por vezes é mesmo necessário ir aos locais onde passamos tantos momentos, relembrar tudo o que vivemos e seguir. Sentir é bom, é o que faz de ti humana, não mudes!

    Boa viagem e ainda bem que o gatinho recupera ;)

    ResponderEliminar
  10. nada como enfrentar aquilo que nos 'atormenta' para que seja cada vez mais encarado com naturalidade. e depois da tempestade vem a bonança :) boa sorte querida Bê, esperamos por ti e pelo teu sorriso de sempre *

    ResponderEliminar
  11. Abraço apertado, minha querida Bê!

    O Tobias é um valente! E quanto à decoração, foi um mimo. Escolhe a melhor, mas confesso que adoro esta!


    =)

    ResponderEliminar
  12. A esses locais deve-se voltar e voltar e voltar...

    Um abraço para ti e uma afagadela ao Tobias =p


    *

    ResponderEliminar
  13. O importante é que já te sentes disposta a encarar a realidade e a viver todas essas emoções.
    Vais ver que no final vais sair de lá com um sentimento de conquista enorme :o)
    Um beijinho grande minha linda,
    kitty

    ResponderEliminar
  14. Vais ver que a ansiedade que em ti corre se dissipará mal chegues ao teu Alentejo! O passado passou, por isso há que seguir em frente e guardar e recordar o bom que se teve e se tem. Beijo

    ResponderEliminar
  15. Uma viagem ao passado e dentro de ti mesma. E dificil...Mas depois chega a reconciliacao. Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. É bom ler-te de novo! Vai, mas volta e traz histórias para contar! "Corisco" Tobias... ;)

    ResponderEliminar
  17. Oh querida B, vais ver que te vai fazer bem, são coisas que apesar de doerem um bocadinho acabam por nos fazer reviver muito e por isso nos fazem tão bem...
    Tambem cresci numa aldeia onde vivi até aos 21 anos pois só fui nascer ao porto e quando lá vou sinto exactamente a mesma nostalgia, na minha cabeça desenrola-se sempre o filme da minha infância momentos maravilhosos que guardo comigo, mas depois acredita que me faz bem...
    É como vregredir no tempo!
    beijinhos bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  18. eu adoro recordar, faz-me viajar sem levantar os pés do chão... consigo sentir os cheiros, as cores e por vezes até o vento... sou muito nostálgica em relação às recordações!

    ResponderEliminar
  19. Fico contente por o Tobias ter voltado a fazer as suas traquinices! É um óptimo sinal de melhoras!;)

    Quanto à viagem, desejo-te muita sorte e muita força! Mesmo!

    Um xi grande*

    ResponderEliminar
  20. Boa viagem!:D (no sentido físico e naquele sentido mais místico da palavra):) Que venhas cheia de novidades e emoções para nos contares:D

    Yay! Viva o Tobias:D *

    ResponderEliminar
  21. Eu quero ver. Partilhas connosco, partilhas? :þ

    Beijinhos,
    Nuno.

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins