23 de agosto de 2009

Eu sou assim

Pouco depois de nos casarmos, o P. chegou um dia a casa com uma prenda e um pedido: a prenda era uma lingerie super sexy e o pedido era para que eu nunca me desleixasse comigo. Rimo-nos os dois, por causa da sua piadinha: depois de 6 anos de coabitação, ele bem sabe que não há ninguém menos desleixada do que eu e que jamais deixaria de me preocupar comigo mesma - e não é por ele, é por mim. Não é que não goste de estar bonita para ele - gosto e muito - mas sei que me ama mesmo quando acordo de manhã, de ramela no canto do olho e hálito matinal. Mesmo quando ando de pijaminha pela casa ou quando chego da ginástica toda suada e com os cabelos colados à cara. Mesmo depois de um longo dia de trabalho, daqueles em que chego, inevitavelmente com olheiras até aos joelhos e com a paciência de um adepto fervoroso de futebol, quando a sua equipa está a ser claramente roubada. Sei que para ele sou bonita em todas as horas, em todos os lugares. É por mim mesma que sou assim, preocupada, vaidosa (q.b) e ando (quase) sempre arranjada. Porque acho fundamental sentir-me bem comigo mesma - a velha e sábia filosofia do leite matinal aplica-se na perfeição ao que sinto e ao que faço por mim - é um dos meus lemas de vida, que se aplica não só ao bem-estar físico, mas também ao emocional, à minha maneira de ser. Gosto de conhecer os meus defeitos, para os poder combater. Gosto de olhar no espelho e de apreciar a imagem reflectida - perdoem-me a falta de humildade, mas gosto de mim como sou, com todas as minhas qualidades e com muitos dos meus defeitos: as gordurinhas a mais, a celulitezinha, as borbulhas teimosas, as rugas de expressão, o meu único cabelo branco, as estrias teimosas, os olhos demasiado grandes, as pernas ligeiramente arqueadas, a teimosia, as gargalhadas demasiado sonoras, etc, etc, etc. Mas não é por ter esses defeitos que invisto menos em mim - faço-o com prazer e elevo a minha auto-estima. E a auto-estima tem um poder tão importante na nossa vida, porque quando gostamos do que somos, de quem somos, tornamo-nos muito mais confiantes, muito mais fortes, muito mais felizes e isso transparece. É certo que nem sempre fui assim. E foi preciso uma grande mudança na minha vida para me tornar como sou hoje. Já perdi demasiado tempo na minha vida a não olhar o espelho, a não me preocupar comigo e a não gostar especialmente de mim. Hoje tenho rituais que mantenho e sem os quais não saio de casa: o cabelo sempre bem arranjado e tratado, alguma maquilhagem (nem demais, nem de menos), roupa adequada à situação: não levo chinelos para o trabalho, nem saltos para a praia, rio sempre que posso e permito-me ser feliz, mesmo com as pequenas coisas do dia-a-dia. Hoje vejo-me como sou e tento tirar o melhor proveito de mim. Porque eu sou assim...e assim vou continuar, por isso, mais vale gostar e mimar...

22 comentários:

  1. E que assim seja, sempre. Saber cuidar é um dom, por isso aproveita, mima-te e nunca deixes de olhar ao espelho, com medo do que possas ver. Sê tu, assim, tal e qual como és! Tal e qual como te aceitas :)

    ResponderEliminar
  2. Completamente de acordo. Continua no bom caminho ;)
    Beijinho e bom domingo.

    ResponderEliminar
  3. Fazes tu muito bem querida, é mesmo assim. Temos de gostar de nós em primeiro lugar. Sem auto-estima não és feliz nem fazes feliz ninguém.

    ResponderEliminar
  4. E estás muito bem sim senhora. ;)

    É importante que nos sintamos bem com nós... isso é inegável.
    Para ti isso passa por te cuidares, para outros nem por isso... mas no balanço final o que importa é que se esteja bem.



    kiss*

    ResponderEliminar
  5. Ai como me revi neste texto!

    Querida Bê, muito bem! É assim mesmo ;)

    ResponderEliminar
  6. Claro que sim, é a melhor atitude que uma pessoa pode ter em relação a ela mesma: gostar de si e mimar-se ;)

    Beijinhos :) ************

    ResponderEliminar
  7. Olá *BÊ*zinha.

    É por isso que eu gosto de vir aqui ao teu cantinho, espreitar os teus desabafos e as tuas peripécias, porque aprendo sempre algo e porque me divirto quando me identifico em muitas coisas que tu dizes.
    E o teu post de hoje é fantástico, porque é assim que todos deviam ser.... fazer o que fazem por nós próprios e não para agradar alguém, porque quando esbanjamos alegria, beleza, bondade, estamos a fazer quem nos rodeia felizes.
    É preciso uma grande dose de discernimento e muita sabedoria para sermos assim, e muita, mas mesmo muita paciência, porque facilmente temos tendência para alterar a nossa maneira de ser, quando estamos quando partilhamos a nossa vida com alguém (quer seja em casa dos pais/marido/filhos, etc), isso tudo porque se somos ousadas e persistentes, muitas vezes não vamos de encontro á maneira como os outros gostam que nos sejamos.

    Fico muito contente por encontrar pessoas que não se desviam dos seus valores, com medo da mudança que isso pode trazer na sua vida.

    Parabéns,*BÊ*zinha e sê feliz, sempre

    ResponderEliminar
  8. Ora nem mais! assim é que deve ser! devemo-nos conhecer bem e aceitarmo-nos ... e depois da acotação devemos cuidar de nós, gostar de nós , porque "se eu não gostar de mim, quem gostará?"
    Para mim esse é o primeiro passo poara estar de bem com vida... e para que nos aceitem tal como somos ;)


    * Beijocas

    ResponderEliminar
  9. Não me queres dizer onde mora o teu sorriso
    Ausente do incontido abraço
    Ausente das palavras felizes
    Envolto em nuvem escura no espaço

    Não me queres dizer o rumo
    Que leva ao teu terno coração
    Não me queres abrir as portas
    Da cor vibrante da paixão?


    Bom domingo



    Doce beijo

    ResponderEliminar
  10. tens toda a razao em ser assim! Quem me dera, eu sou mm mto desleixada...estou sempre a dizer que vou mudar, mas...

    ResponderEliminar
  11. Noc, noc... Posso entrar?
    Olá Bé. Ia a passar por aqui, decidi entrar e dar uma olhadela Senti-me bem. É um espaço agradável. Posso voltar mais vezes?

    Agora estou de saída, mas não, sem antes dizer: é fantástico gostarmos de nós tal como somos, com todos os defeitos e sem perder a vontade de nos olharmos ao espelho. Se vivemos para sermos felizes, que o sejamos tal como somos.

    Beijinhos Bé e até à próxima.

    ResponderEliminar
  12. Antes de mais tenho como lema estarmos bonitas para nós mesmas e só depois para os outros!!:)
    bjs

    ResponderEliminar
  13. OH!!!! Texto cheio de bom feeling:D E ótimo exemplo para todas as senhoras que por aí andam:) (Também tento sempre lembrar-me da mítica frase da Matinal, que é bem verdade). Todas deviamos ser assim naturalmente, claro, mas apesar de tudo é algo que dá trabalho, por isso: Parabéns!:)

    ResponderEliminar
  14. Adorei o texto, e... ok...
    faço hoje a depilação! :{

    beijinhosss ;)

    ResponderEliminar
  15. E que continues a gostar de ti assim. Isso é o principal :)
    um beijinho.

    ResponderEliminar
  16. Querida B subescrevo tudo que dizes.
    Também sempre defendi essa filosofia do leite matinal!
    a auto-estima é sem dúvida alto que temos que perpetuar para que nos possamos sentir bem...
    beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Muito bonito=D a auto-estima, o amor, tudo o que transpareces aqui...um grande beijinho*

    ResponderEliminar
  18. completamente de acordo querida Bê. assino por baixo :)

    ResponderEliminar
  19. Gostei do post! parabéns! Que assim sejas sempre confiante, cheia de auto-estima! E já agora eu também! :-)

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins