8 de setembro de 2009

Mariquinhas

Parece que, a partir da semana que vem, este vai passar a ser (mais um) meio de deslocação da família do Cantinho. É ver-me à pendura, com um sorriso estampado no rosto e cabelo esvoaçante, sentada numa scooter igualzinha a esta...NOTTTT - se estiver a sorrir é de medo, muito medo e...e-de-nervoso-miudinho-e-de-receio-e-de-ter-o-coração-na-boca-prestes-a-fugir. A verdade é que sempre tive algum receio de motas, não obstante a sensação de libertação e a possibilidade fuga ao trânsito, sobretudo na época veraneante. Eu sei que é só uma scooter, que não permite andar muito depressa, mas, mesmo assim, ando receosa. Mas o P. anda todo entusiasmado com a ideia e eu não me senti no direito de lhe pedir sequer para não avançar com a mesma. Posto isto, parece-me lógico que surjam, daqui para a frente, alguns post's sobre esta nova experiência...
BTW - Agradecem-se partilhas (positivas) de experiências semelhantes. Casos dramáticos e histórias de acidentes não são permitidos neste post, faxfavori - não me matem do coração que já anda tão acelerado ultimamente!
PS: a nossa é igualzinha à da foto! Gira gira que só ela, tenho que admitir!

31 comentários:

  1. Amiga,
    fizemos uma aquisição semelhante há uns meses atrás! Fui vencida pelos argumentos da fuga ao trânsito, da economia, do gosto do condutor... Nos primeiros dias ficava com o coração na boca à espera que o L. chegasse a casa mas, com o tempo, fui ganhando confiança e alguma tranquilidade. Mas confesso que fico sempre um pouco mais apreensiva do que quando sei que viaja de carro. Em relação a mim.. pois... só lhe toco mesmo quando está na garagem mas também tenho a desculpa do MM e, portanto, passeios de família só na carrinha. Até ao dia... Pois sei que não me escapo de uma loucura, por essas estradas fora. É ver-me de cabedal e lenços ao pescoço agarrada ao meu motard ;-)).

    ResponderEliminar
  2. eu e o meu gajo andamos seriamente a pensar nisso! já andamos a ver umas Vespas e tudo... quem sabe se um dia destes também eu posto alguma coisa sobre isso!



    :-)

    ResponderEliminar
  3. Olá linda,
    Acho que fizeste uma boa aquisição.
    São inumeras as mais valias, nomeadamente, nos custos em combustivel, na protecção do meio ambiente, fugas ao trânsito, etc.
    No entanto entendo essa tua fobia por motas.. também é uma coisa que não gosto muito.
    So de pensar que mesmo a pouca velocidade se cais ficas com os joelhos e cotovelos tudo esfolado... caredo.
    Mas claro que nada disso vos vais acontecer, né??
    Bjitos
    Até já :):)

    ResponderEliminar
  4. A ideia é muito engraçada! não tenho experiência no assunto mas já vi que vou ficar expert no assunto a ler o cantinho! :D

    BJS*

    ResponderEliminar
  5. Adooooooooro "vespas"! =')

    Tive uma aos 16 anos... era a putª da loucura! :P
    Muita vez me espalhei naquilo... eh eh

    *

    ResponderEliminar
  6. o meu homem quer uma moto mesmo, daquelas que dão os 300km/h num instantinho...isso sim, deixa-me completamente apavorada!!! De scooter andei na juventude e adorava, era o máximo passar pelos carros nas filas...

    ResponderEliminar
  7. BOA!!! Estou tão contenti que vou restaurar a minha scooter (ainda existe é verdade!) para fazermos passeatas todos juntos!! Que bom Bê, vamos fazer corridas até à praia? Saudades de andar de acelera! Incentiva o P. sim!!!!

    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  8. O meu Pai tem uma Piaggio, mas Vespa, e adora! Já lhe ofereceram mais do que ela vale, mas ele não a vende! É linda, apesar de vermelha.

    Andei poucas vezes, confesso, mas amei!

    Vais adorar, querida Bê!

    ;)

    ResponderEliminar
  9. O meu ex namorado tinha uma mota e eu adorava andar à pendura. No inicio pensava "ai que medo, ai que vou morrer"... mas depois abraçava-me a ele e pensava "que importa? se morrer, morro feliz!". :D

    Fora de gozo, não há que ter medo. :)

    ResponderEliminar
  10. AH!

    De realçar que no dia que a estreei, fui de frente de encontro a um muro. Aparentemente esqueci-me de dar a curva. Calculo eu, já que não me lembro de nada... =\

    Mas na tenhas medo. ^^

    ResponderEliminar
  11. Ando à uma eternidade para comprar uma Piaggio. Gosto muito das novas mas queria uma antiga para restaurar. Acho que vais gostar .)

    XinXin

    ResponderEliminar
  12. É linda! Aproveitem bem, mas tenham cuidado ;)

    ResponderEliminar
  13. Bê, eu andei pela primeira vez de mota à cerca de um ano e foi um espectáculo :D quando cheguei ao destino o sorriso nem despegava.
    O meu irmão tem mota de forma que de vez em quando lá ando à pendura... É uma sensação de liberdade muito grande misturada com o nervosinho de não termos a chapa de um carro para nos proteger...
    Com a nova lei das 125cc anda muita gente a comprar mota e, se eu pudesse, comprava uma Yahama X-City 125! É linda :)
    E venham daí os posts recheados de histórias engraçadas :)
    Bjinhos***

    ResponderEliminar
  14. Eu não tenho nenhuma experiência para partilhar mas digo-te já que QUEM ME dera ter uma menina dessas. É girissima, é super prática, é amiga do ambiente pelo pouco que gasta, é economica e é vê-la contornar os carros nas filas interminaveis. Por isso, espero que isto sirva de incentivo :)

    ResponderEliminar
  15. eu por acaso tb n gosto mt de motas, mas é verdade que dao muito jeito especialmente para fugir ao transito :)

    ResponderEliminar
  16. Por acaso a mota é bem gira :)

    No entanto, nunca fui grande adepto de motas...talvez devido ao facto de ter caído de uma da primeira vez que andei...a partir daí, motas nem vê-las!

    ResponderEliminar
  17. Durante dois anos andei sempre de scotter. A única vez que bati, foi quando o meu irmao estava a conduzi-la :) (gajos em idade de afimração com a mania que são os melhores condutores do mundo:))))). Confesso que hoje em dia não troco o conforto do meu carro por nenhum outro meio de transporte. :) Mudam-se os tempos e mudam-se as vontades. ;)

    ResponderEliminar
  18. Olá *BÊ*zinha

    Fico muito contente que por saber que vão os dois ter uma mota toda catita (linda, girissíma) que vos permitirá passear muito e fugir ao trãnsito. Também acho extraordinário e salutar que tenhas algum receio, isso denota que tens consciência de alguns perigos em cima de uma coisa dessas.

    Relaxa e aproveita grandes passeios com o teu P. e os teus lindos cabelos ao vento.

    Parbéns pela aquisição e muita muita sorte e momentos felizes a dois.

    *BÊ*ijoquitas, querida *BÊ*

    ResponderEliminar
  19. Bê, é muito bonitinha. Como percebo, pelo seu jeito, você é bastante equilibrada. Não precisa temer a danadinha. Ela tem bastante estabilidade, não desenvolve grandes velocidades e é mais respeitada no trânsito. Você vai ficar uma gracinha em cima dela. Faça bom uso. Ela é o princípio para uma BMW conversível. Um carinhoso beijo e um abraço no P. Manoel Eduardo - Brasil.

    ResponderEliminar
  20. Admito que sempre tive muito medo, ou melhor, eu diria, respeito por motas... Mas de scooters não!

    ResponderEliminar
  21. Para fugir ao trânsito é do melhor.. Mas mesmo assim, acho que não conseguia utilizá-la todos os dias.. Tenho "medo"..:P

    ResponderEliminar
  22. Olá querida Bê :-)
    Quanto tempo...
    Não tenhas medo, pois tudo correrá bem. Apenas tens de te deixar ir no mesmo sentido do pendura.
    Todo o santo Outono, Inverno e Primavera andei de scotter com o homem cá de casa e repara, fizesse chuva ou sol, frio ou calor... vinha sempre da Faculdade de scotter... um must.
    A única coisa que não gosto muito é qd ele teima em ir entre as filas de carros, mas claro, que é uma das vantagens de quem anda em 2 rodas, não necessita de ficar "horas" no trânsito e se ele é infernal aqui em Lisboa, apre!!!
    Desejo-te boa sorte.
    beijinhosssssssssssssssssssss

    ResponderEliminar
  23. Olá querida Bê :-)
    Quanto tempo...
    Não tenhas medo, pois tudo correrá bem. Apenas tens de te deixar ir no mesmo sentido do pendura.
    Todo o santo Outono, Inverno e Primavera andei de scotter com o homem cá de casa e repara, fizesse chuva ou sol, frio ou calor... vinha sempre da Faculdade de scotter... um must.
    A única coisa que não gosto muito é qd ele teima em ir entre as filas de carros, mas claro, que é uma das vantagens de quem anda em 2 rodas, não necessita de ficar "horas" no trânsito e se ele é infernal aqui em Lisboa, apre!!!
    Desejo-te boa sorte.
    beijinhosssssssssssssssssssss

    ResponderEliminar
  24. Ohhh Bê! É uma scooter!! Não te vais magoar numa scooter, é quase como cair de bicicleta! :P
    Se fosse uma Cr600 ou assim, ainda vá..mas uma scooter? Eu é que não permito medos combinado?
    Ando em motas desde os 9 anos e nunca aconteceu nada, espírito positivo faxavor :)

    ResponderEliminar
  25. Eu tenho uma, mas raramente a uso. Também já teve melhores dias, e só a posso usar no verão porque tenho frio no inverno!

    ResponderEliminar
  26. Vem mesmo a calhar...hoje vou dar uma voltinha na do meu pai. Ah dias aprendi, hoje vou estrear-me. ehehe

    Depois conto. bjs

    ResponderEliminar
  27. Uma vespa é que era mesmo, mesmo estilo ;)
    Mas uma scooter não está mal e a sensação é muito boa ;)
    Enjoy it
    KissKiss

    ResponderEliminar
  28. Lol andei à uns anos trás, não de scooter, mas de mota mesmo, e não gostei muito da experiência.

    Está bem que era nova e tal...mas pareceu-me um meio muito inseguro xD

    ResponderEliminar
  29. Andei até aos meus 18 anos numa Casal Boss (o equivalente naqueles tempos -1984- à scooter barata).

    Sempre me desenrascou, excepto quando não tinha gasolina e aí era MEA CULPA.

    Apenas uma chamada de atenção, com as primeiras chuvas as estradas ficam oleosas (tripla atenção e metade da velocidade). Pois uma vez ia eu no centro de Faro (onde morava naquele tempo dos 17 anos) e entro num cruzamento a pouco mais de 20 Km/h... bem devagar portanto... tinha acabado de chover aquela "chuva que molha parvos" e ao virar no cruzamento a motorizada derrapou e acabei a fazer um peão sobre o meu joelho.

    Felizmente ia devagar.

    CUIDADO QUANDO CHOVE.

    Abraços

    João Pedro Jacinto

    www.jpjacinto.com

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins