19 de outubro de 2009

Confesso-me...

Haverá algo menos sexy, atraente, sei lá...fofinho e doce, do que uma mulher ressonar? Não me parece. Perdoem-me o machismo, mas eu, nestas coisas sou um pouco antiga - há coisas que nas mulheres fica muito mais feio do que nos homens, como dizer asneiras, por exemplo (eu digo, confesso, mas acho mesmo feio). Podem por isso imaginar o meu choque quando, depois de, durante anos e anos o P. garantir que eu ressono (e a minha recusa em acreditar - quanto muito um ou outro assobio, vá, um ou outro ronco pequenino, quase musical que se explica pela minha asma), me prova de forma inquestionável que o faço e que não é bonito. Pois é, no sábado de manhã surpreendeu-me com uma gravação no seu telemóvel: um som quase grotesco, assustador..."Que bicho é esse?" - perguntei eu inicialmente, para, imediatamente corar, morrer de vergonha e constatar que era eu, a bela-adormecida que caiu redonda no sofá na noite anterior, depois de uma semana para lá de trabalhosa e cansativa e após dois copos de vinho tinto. Fiquei estupefacta...mal consigo acreditar que eu, com o sono mais leve do mundo, não acordo com o som que eu própria emito, que mais parece um barco a motor, o ron-ron do meu gato, uma mota toda espatifada, um carro quitado e com o tubo de escape todo mal tratado, um sei lá de coisas barulhentas, todas elas ao mesmo tempo. Deve ser por isso mesmo que são neste momento 3 da manhã e, atacada por uma das muitas insónias habituais aqui no cantinho, aproveito e vou-me deitar só quando o P. já está no estado mais profundo do seu sono pesadíssimo e dou comigo a partilhar com a blogsfera este aspecto da minha pessoa. Não estou em mim...Dou comigo a pensar se ressonei desta forma na nossa primeira noite, ou na última viagem de avião, que fiz durante a noite, ou na noite de núpcias - que coisa pouco romântica.
Pior ainda é o P. fazer questão de me ameaçar com o telemóvel de cada vez que entramos nas nossas pequenas disputas e brincadeiras - WTF, eu não preciso de ouvir outra vez aquilo! Senão mudo-me para o sofá por tempo indeterminado.
By the way - não coloquei nenhuma imagem aqui, porque, decorrente das minhas pesquisas, só encontro imagens de homens a ressonar e mulheres com ar de enfado ou furioso, com olhares alucinados que exprimem nitidamente uma vontade quase incontrolável de os atirar da cama abaixo - exactamente que eu me faria se me ouvisse...É por isso um estereótipo recorrente que quem ressona são eles...e eu.
Vá, e agora venham dizer-me que também ressonam, por favor, para eu não me sentir sozinha e pouco sexy no meu sono de princesa. Nada de vir para aqui escrever "ah e tal, eu não ressono", "Ah, coitadinha, bebe leite que isso passa", ok?

47 comentários:

  1. Eu não ressono... mas se ressonasse, seria-me indiferente.
    Eu já tou por tudo... tipo, é quase como usar riscas com bolas. Qual é o problema?!? A vida são dois dias! Let's enjoy it by it simplicity. ;)


    *

    ResponderEliminar
  2. bebe leite que isso passa?
    hehehe
    teve piada :)

    se calhar, "emites alguns sons nocturnos" devido ao facto de teres asma. ou quando estás mais cansada.. acaba por ser normal.
    Não te preocupes tanto com isso.
    ele gosta de ti mesmo a ressonar, não gosta? ;) então.. continua a dormir descansadita e esquece lá isso...

    :)
    *
    bjinho

    ResponderEliminar
  3. Ò *BÊ* querida...

    Bem vinda ao mundo dos que ressonam, eu sei que soa mal, mas mesmo muito mal(para aqueles que nos ouvem e para nós, pois claro!!)

    Eu também achava uma mentira impiedosa, quando fui comfrontada com uma gravação do género, pelo meu filho, ó se fui (vergonha, que som horrível), sempre achei horrível uma senhora, ser capaz de fazer um barulho destes.

    Aquando duma visita ao otorrinolaringologista, ele explicou-me que fazemos isso quando existe uma desordem do sono, quando isso acontece e que podem existir problemas mais graves que podem ser a apneia do sono obstrutiva e que era fundamental fazer um exame que consiste em determinar se sofremos desse mal ou não. Basicamente, temos de dormir com um aparelho ligado a nós, que vai permitir ao médico saber quanto tempo estivemos sem respirar....

    Confesso que tenho andado a pensar que não passa de cansaço, mas devia mesmo ir fazer esse exame.
    Não sei que te diga, mas que é preocupante, é.

    *BÊ*ijinhos

    ResponderEliminar
  4. eu ia dizer que não ressono...mas depois li a ultima coisa que escreveste e não escrevo nada...

    mas pensa positivo, se sempre fizeste esse barulhinho insignificante e o P. casou contigo à mesma é porque te ama mesmo muito e isso é uma coisa muito boa, certo?

    ResponderEliminar
  5. Deixa lá!! Eu também ressono um bocadinho... Uma pessoa está cansada e tal e coisa e faz assim, umas asneiradas!! 8)
    Bjinho*

    ResponderEliminar
  6. ~Ginger - tens a certeza? Mas tens mesmooooo a certeza? É que eu tb pensava que não ressonava ;)!

    Indecisa - tem que dar para a comédia, senão ainda fico deprimida ;O

    Rotax - a maior parte das pessoas esquece-se disso mesmo. O ressonar é sinal de que alguma coisa não está bem. No meu caso, como tenho asma e rinite, imagino que seja por isso. Vê se tratas de ti querida, não vale a pena apanhar nenhum susto. BTW - eles são mauzinhos para nós!!

    Lia - sim, não ponhas a mão no fogo. E sim, se me pediu em casamento ao fim de tantos anos a viver cmg é porque não é assim tão mau ;)

    @me@@@ - aiiiiiii! Mas é triste, muito triste!

    Bailarina - é isso mesmo! O cansaço, as alergias, etc e tal é que têm culpa, não somos nós!

    ResponderEliminar
  7. Eu também achava que não ressonava até me casar, em que fui apanhada, porque o maridão costuma demorar mais tempo a adormecer. Mas acho sinceramente que tem a ver com a posição em que nos deitamos, porque se me deitar de barriga para cima é certinho que ressono e eles também:)!
    Por isso não te sintas triste, não estás sozinha!

    ResponderEliminar
  8. Ai Fee, que bom que é não estar sozinha :D Obrigada pela partilha!

    ResponderEliminar
  9. Pronto... o J. diz que eu dou uns ronquitos... estou solidária!

    ResponderEliminar
  10. Eu ressono, e infelizmente não é pouco.
    E, como tu, acho que é terrível uma mulher ressonar.
    E eu tenho, de acordo com o médico, a total - isto é, canal respiratório muito estreito, apneia do sono, hipertrofia dos cornetos e mais uns quistos a bloquear as vias respiratórias... bolas!!!
    Já fui operada 2 vezes e ia ter agora a minha "extreme operation" para parar... mas tive de adiar por... ter engravidado entretanto.
    E a minha cara-metade goza pouco com isso, mas diz que é "fofinho" e adora que eu adormeça nos braços dele a ressonar....
    Só que eu odeio e tento adormecer depois dele.
    Ainda por cima com o aumento de peso da gravidez, ressono mais (mais dificuldade em respirar).
    Mas estou convicta que tudo vai passar - mesmo se cá em casa até o cão ressona :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Fizeste-me rir! :D

    Eu não ressono mas se um dia começar, prefiro não não saber! lol

    BJS*

    ResponderEliminar
  12. Querida BÊ, confesso-me também... Tal como tu, pensava que não ressonava... até ter sido "apanhada"!... E não queria acreditar!
    Tudo o que descreves no teu post acerca das mulheres que emitem estes sons deliciosos durante a noite, eu pensava também... até me calhar a mim! Enfim... o que me vale é que o G. diz que faz parte do charme ;). O P. deve achar o mesmo, decerto!
    Bjs

    ResponderEliminar
  13. Eu além de não ressonar, tenho a sorte de ter um namorado que também não ressona :))))

    Mas como nem tudo são rosas o meu gato mais velho ronca! ehehheeh

    beijinhoss

    ResponderEliminar
  14. Eu não queria dizer isto, mas quem dorme comigo diz que eu não ressono...

    Vá, não deve ser o fim do Mundo. Vais ver que é mesmo da asma, da posição em que dormes e do cansaço acumulado!

    ResponderEliminar
  15. ahahah

    Por acaso eu não ressono... mas há coisas bem menos sexy que isso mulher. Olha coisas relacionadas com a falta de higiene... ;)

    ResponderEliminar
  16. Sendo eu gajo e tendo em conta que, até agora, nenhum outro gajo comentou este post, não vou tecer qualquer comentário a isto. =)

    Beijitos,
    Nuno.

    ResponderEliminar
  17. Quando estou mais cansada fiquei a saber que também ressono, exactamente da mesma forma, ele gravou-me no telemóvel... Mas como é fofo e queriduxo mandou à minha melhor amiga e mostrou a uma infinidade de gente... so sweet.

    ResponderEliminar
  18. Eu tb pensava que não ressonava... até ter casado! :( Sniff, sniff...

    ResponderEliminar
  19. É normal, qd se dorme sente-se o respirar mais pesado, nem que seja aqueles assobios do nariz!:) bjs

    ResponderEliminar
  20. Só para meter nojo: eu não ressono! Mas parece que às vezes falo durante o sono...

    ResponderEliminar
  21. Descansa que eu tambem ressono e nao é assim tao pouco e olha que as vezes acordo com o meu proprio ronco...
    Beijinhos...

    ResponderEliminar
  22. ...mas tu dormiste na noite de núpcias?!!

    ResponderEliminar
  23. Gostei bastante do texto e também da frase bebe leite que isso passa" :)
    Vi no perfil que é Psicóloga, aquilo que me fascina e espero conseguir seguir *.*

    Que me diz sobre a profissão? Está muito lotada?


    Posso seguir?


    Beijinho*

    ResponderEliminar
  24. Não, lamento mas não ressono. De qualquer forma mulher que é mulher NUNCA ressona.... respira alto, que é diferente!!! XD

    **

    ResponderEliminar
  25. Eu ressono assim para o baixinho sempre que estou de barriga para cima..lol
    KissKiss

    ResponderEliminar
  26. Eu até dizia que não ressono, mas até parece mal... Mas eu cá não me importo com isso, visto que toda a gente aqui em casa o faz.. já estou habituada :)

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  27. Bem, eu acho que nao ressono. Mas tambem nao sou casada.. Uma vez acordei com o meu proprio "assobiar" :P De resto, nao durmo muito de barriga para cima, o que acho que facilita o ressonar.

    ResponderEliminar
  28. nao ressono mass......
    B faço coisas ditas feiras.
    Como gaija do norte que sou....
    Digo asneiras que nem um taberneiro....
    Que nem um cavador.....
    lolll claro no contexto apropriado ahahhahahhahhahahah.
    Quando nao posso nao me estico.

    ResponderEliminar
  29. Eu não ressono (segundo me dizem) mas faço um barulho semelhante a mastigar (devo sonhar que estou a comer ou assim...). E dou pontapés e cotoveladas agressivas. Estamos quites:)

    ResponderEliminar
  30. Eu também ressono! muito pouco, vá quase nada lol.
    O maridão diz que sim, mas eu digo sempre que não acredito.Lembro-me uma vez de ter apanhado uma grande tanga do pai e da filha porque me apanharam em flagrante delito!
    Mas ainda assim eu finjo que não acredito! É melhor assim...

    ResponderEliminar
  31. Agora que dizes isso...será que eu também ressono?!!!
    Mas pensa para o teu amado até os teus ronquinhos devem ser queridos...se ele ressonasse tu se calhar até achavas graça,o mesmo se passa com ele.
    Deixa lá isso, as princesas também ressonam!

    ResponderEliminar
  32. Ahahaha.. Bem posso dizer que adorei o teu post, o teu blog e a tua escrita! Está hilariante e não vou comentar aquilo que faço (ou não, neste caso) devido ao ultimato no fim do teu post :D Continua! Passarei por aqui para te ler..

    Beijo*

    ResponderEliminar
  33. Olá Bê
    Nós somos a Fábrica de Letras.
    Estamos a iniciar um projecto de blogagens colectivas.
    Pretendemos que os bloguers portugueses possam interagir e dar-se a conhecer.
    No dia 1 de cada mês, a Fábrica de Letras lançará um tema. Para participar basta escrever um texto sobre o tema proposto e inscrever-se no link que estará à disposição no blog, no dia 15 de cada mês.
    Podem ser usados textos,poemas, contos, fotos ou vídeos. Não deixes de participar e divulgar!

    ResponderEliminar
  34. Oh Bê, ele nunca me ouviu ressonar... e já vamos em mais de 11 anos dito. =|
    Ou então não me ouve ressonar, porque ressona mais alto que eu! =D

    HAHAHAHAH

    ResponderEliminar
  35. Ahah, o que eu me ri, querida! :) Olha, não é para te sentires bem mas eu também ressono (até já fiz um post sobre isso!). É normal teres achado durante muito tempo que não ressonavas, muitas pessoas só ficam a saber quando são confrontadas pelos outros. Eu não ressono todas as noites (yeeah!) e estou sempre a dizer ao P. para quando ressonar, me acordar. Dantes morria de vergonha. Agora, olha, deixa há coisas piores e ninguém gosta menos de ti por isso :) Muito menos o teu marido! :)

    Beijinho * :)

    ResponderEliminar
  36. O que eu me ri agora!!!! ACho que vou querer permanecer na santa ignorância e nem sequer vou questionar o L.!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  37. é desagradável vá...

    Um beijinho
    Eduarda
    Be in ♥ love

    ResponderEliminar
  38. Bê! Mulher não ressona! Mulher respira alto!!!


    'Tá, minha Princesinha?!?!?!


    ;)

    ResponderEliminar
  39. Por acaso é uma coisa um bocado feia para uma lady fazer! ;D

    ResponderEliminar
  40. Querida Bê acho que te vou dar uma alegria... não és a única mulher a ressonar, longe disso.. Nos bombeiros temos a camarata feminina e quando lá dormimos há sempre quem ressone. Numa dessas noites em que o sono tarda em chegar, uma colega dá uma volta na cama e emite um som daqueles que até assustam.. No dia seguinte quando lhe contei, fartamo-nos de rir. Mais tarde foi o meu som nocturno que acordou alguém. Portanto as mulheres ressonam, isso é certo :)

    ResponderEliminar
  41. ahahaahaha Bê aquelas coisas à jogador de futebol não? lol

    ResponderEliminar
  42. revelaram-me há uns meses que eu ressonava. porém, a minha amada mãe garante-me que já não. será verdade ou amor da mãe? HUMMMM...
    leite?! WTF? :O

    ResponderEliminar
  43. De certeza que os sons que emitiste foram provocados pela postura incorrecta com que estarias deitada ;)

    Vá, eu não ressono, mas estou contigo!

    ResponderEliminar
  44. Eu ressono...

    Que vergonha! Lol!

    Beijos

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins