15 de janeiro de 2010

Os senhores que passeiam cães na minha rua não lêem o blogue, mas se lessem, a mensagem seria mais ou menos esta:

Então é assim:
Espertos como só vocês, vêm passear o cãozinho para a minha rua. Muito concretamente para a minha porta e para todo o passeio circundante. Acho muito bem, muito correcto. Amante de animais como só eu e defensora acérrima dos seus direitos, respeito na integra a necessidade de, duas vezes por dia, pelo menos, porem o bichinho a evacuar, seja líquido, ou sólido, ou ambos, muitas vezes num amontoado quase perfeito, que mais parece uma pirâmide com um laguinho à volta. E acho maravilhoso que, quer faça frio, quer chova, quer esteja um calor abrasador, às 07 da matina, ou às 11 da noite, lá vão vocês, fiéis aos vossos amigos de 4 patas. A sério que sim. Agora o que eu acho péssimo, diria mesmo, horroroso, uma falta de civismo tremenda, é que se estejam perfeitamente a marimbar para o facto de, na nossa cidade e bem perto da minha porta, por sinal, haverem espaços dedicados a esta actividade canina. Mais ainda, caso os três passinhos a mais que têm que dar sejam esforço a mais, que não consigam essa proeza mentalmente exigente que é guardar um saquinho de plástico no bolso e apanhar tudo o que é possível apanhar após o acto em si. Não custa muito, penso eu, que mudo as pedras a três gatos e que nunca perdi um dedinho ou a pose por causa disso (e acreditem que o xixi de gato de tão forte e mal-cheiroso que é, quase dá cabo de mim e faz-me alergia). É que digo-vos, sair de casa, de manhã cedo, de salto alto, toda arranjadinha e começar o dia com um pé a chafurdar na merdoca que o vosso cão fez não é de todo agradável, mas, pior ainda, é regressar a casa, depois de um dia daqueles, à noite, toda molhada, cansada, a pensar no que vou fazer para o jantar e, distraída, levar a porcaria que mina a rua para casa - é que é hall de entrada do prédio, é tapete do prédio, é tapete de casa (ca nojo) e se não tiver a sorte de morrer com o cheiro nauseabundo e me aperceber a tempo do desastre, ainda arrisco a levar a merdoca toda para dentro de casa e sujar os meus lindos tapetes e o meu chão de madeira antigo, lindo e maravilhoso e brilhante. O P. até já teve a infelicidade de, numa noite bem escura, deixar cair o cachecol no chão e, ingenuamente, apanhá-lo e colocá-lo novamente ao pescoço e se já se estão a arrepiar neste momento têm razões para isso porque sim, caiu em cima de porcaria e estava todo nojento. Blachhh. Até me custa lembrar. Coitadinho, foi P., foi roupa, foi tudo para lavar. Não se faz. Tenham dó. Os cães não têm culpa de terem donos tão parvinhos, badalhocos e egoístas como vocês. Mas eu também não.


PS: e se dizem que dá dinheiro, é tudo uma grande mentira, senão, a esta hora eu e o P. já tínhamos ganho o euromilhões...duas vezes...

PS 2: não pus imagens neste post, por razões mais que óbvias...

17 comentários:

  1. obrigada por não colocares imagem... já chega a que tenho em mente neste momento (P. pós queda).

    também não percebo essas pessoas!
    e claro que o animal não tem culpa nenhuma, ele apenas faz o que lhe ensinam/treinam a fazer!
    bom fim de semana Bêzinha... com chás e scones;)

    ResponderEliminar
  2. Nem digas nada... Ainda no outro dia me aconteceu o mesmo! Tenho que andar sempre de olhos no chão!

    BJS*

    ResponderEliminar
  3. Tens toda a razão, acontece por todo o lado é uma vergonha!!!!

    A culpa é dos donos que são uns "porcos" desculpa a expressão!

    À parte disto bom fim de semana e beijinhos!

    ResponderEliminar
  4. eu tb tenho caes dois como tu sabes (acho eu) e levo sempre um saco atras de mim que pro caso dos senhores deixarem presente, mas sim odeio os donos que fazem isso

    ResponderEliminar
  5. Art.SOul - nem mais, a culpa é dos donos que não querem saber.

    Miss Kitty - tb eu! Pareço uma maluca e quando vou com alguém digo "cuidado!" de 5 em 5 segundos!

    Chocolate - uns porcos, nem mais! Bom fim-de-semana para ti!

    Pedro - ora aí está um excelente exemplo! Bem que podias ser meu vizinho ;)

    ResponderEliminar
  6. as acções são o reflexo do que as pessoas t~em dentro da cabeça! LOL... lol... jinhos

    ResponderEliminar
  7. Concordo plenamente contigo, querida *BÊ*.
    Acho nojento e uma falta de respeito pelas pessoas que passeiam nas ruas.
    Não custa mesmo nada andar com um saquinho, lenço de papel ou até mesmo um talão do multibanco(lol, ja me aconteceu quando não tinha mais nada, mas no chão não fica caca nenhuma do meu Rotax).

    Aqui na nossa rua - espaçosa e frequentada por muitas crianças é comum, ver-se tanta porcaria de animal que nem vos passa pela cabeça.
    Já por diversas vezes, chamei a atenção de pessoas que têm animais que me responderam que se quisesse eu que apanhasse, porque eles não iam dobrar as costas, para apanhar tal coisa! Vergonhoso e falta de civismo.

    Adorei o teu post!!

    As pessoas que não apanham as fezes dos seus animais deviam ser multadas, podia ser que assim alterassem o seu comportamento.

    Ah e que dizer daquelas pessoas que se lembram (grrr, de escarrar) quando estamos em plena esplanada a apreciar um belo dum pastel de nata ou até mesmo um gelado??!!
    NO-JEN-TO!!!

    Sabes que mais?? Porcos é o que são.

    *BÊ*ijinhos

    ResponderEliminar
  8. Infelizmente essas pessoas nunca pensam nos outros e nelas mesmas, porque afinal o ar é de todos não é? Uma grande vergonha. Na minha rua passa-se o mesmo...

    ResponderEliminar
  9. por essas e por outras é que a minha lucky primeiro anda num descampado onde só vai mesmo quem passeia cães até fazer tudo e só depois é que pode dar uma volta mais alargada...

    ResponderEliminar
  10. Devemos viver perto.. bolas!!

    http://pleasecatchthecow.blogspot.com/2009/12/ultima-reclamacao-do-ano.html

    **

    ResponderEliminar
  11. Na minha rua também é assim sempre. Á pessoas que não respeitam os limites da decência, gosto muito deste blog.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Dizem que dá dinheiro, a sério? Nunca tinha ouvido isso!

    Acho terrível também, de uma grande falta de civismo! :/

    ResponderEliminar
  13. obrigado por este post ca em casa filhos mae e genro tiram os sapatos no hall de entrada infelismente o marido tira no quarto se alguma coisa me tira do serio e mesmo isso tenho fobia horror e sim esses donos deviam ser multados

    ResponderEliminar
  14. Nojo nojo nojo!! Eu um dia esqueci-me de levar saquinho e fui pedir ao supermercado perto de onde ele fez cócó. Se não fosse pelo asseio, que fosse pelo respeito ou pelo civismo!

    ResponderEliminar
  15. Olá, bem, este texto está fenomenal,não acrescento nem uma palavra!
    Parabéns pelo blog, conheci-o através do SB Awards :-)

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins