18 de fevereiro de 2010

Valorizar o hoje e o agora


Vivo ao sabor do momento, aproveitando o melhor que a vida me dá. Saboreio as minhas vitórias, caio e levanto-me rapidamente e aprendo sempre com as minhas derrotas. Reconheço que sou privilegiada por ter a vida que tenho, vivendo um amor infinito, numa relação que me faz feliz, todos os dias da minha vida. Tenho um bom trabalho, um salário bom e uma casa que adoro. Tenho uma óptima relação com a minha família - ainda que sejamos poucos, somos unidos e estamos sempre lá, quando alguém precisa. Tenho amigos maravilhosos - o que peco em quantidade, sobeja-me em qualidade, porque os amo do fundo do coração, como se fossem meus irmãos afectivos e sei que é recíproco. E valorizo tudo isso, todos os dias da minha vida. Não sou de valorizar só o que perco, ou o que não tenho. Valorizo tudo à minha volta, em todos os momentos e facilmente ponho as tristezas para trás das costas, porque encontro sempre tantos e tão bons motivos para sorrir. Parece-me que a maioria das pessoas não o consegue fazer...é comum ouvirmos alguém dizer que só valoriza quando perde, só quer, quando já não tem, só deseja quando é impossível, seja no amor, na amizade, na saúde...em qualquer esfera da vida... e é lamentável que assim seja, por nós somos, muitas vezes, o nosso próprio obstáculo à felicidade e à paz interior. É claro que nos falta sempre qualquer coisa - no meu caso é a saúde que me causa algumas dorezinhas de cabeça - mas em vez de nos concentrarmos nisso, que tal canalizarmos a nossa atenção para o que temos de bom e aproveitarmos para valorizar o hoje e o agora?

14 comentários:

  1. Gosto tanto "de te ouvir falar", tens o dom de expressar tão bem aquilo que sentes!! É tão bom, passar por aqui e sentir-te assim desta forma... Lindo!!
    Espero que fiques bo rápido... 8)
    Bjinho*

    ResponderEliminar
  2. penso exactamente como tu.
    não gosto de perder tempo com o que não tenho ou o que não corre bem, gosto de rir com o que tenho de bom na vida, e também eu me sinto uma priveligiada.

    e um dos privilégios e grande honra é ser assídua deste teu cantinho delicioso. sinto-me em casa... mesmo jogando em "estádios" diferentes. lol;)

    beijos grandes Bê

    ResponderEliminar
  3. Isso mesmo... olhar para as coisas boas, agarrarmo-nos a elas!

    ResponderEliminar
  4. querida B. também sou assim.
    e nunca fui de me queixar adoro a vida que tenho, sou sim de agradecer todos os dias as dádivas que tenho tido.
    e sorir da anos de vida.
    beijo enorme querida

    ResponderEliminar
  5. Como nao há vidas perfeitas, é preciso saber apreciar o que de bom existe na nossa vida, mesmo nas pequenas coisas do dia a dia :)

    beijinhoss

    ResponderEliminar
  6. realmente tens toda a razão...
    eu também tento valorizar tudo o que tenho diariamente tudo aquilo que me faz feliz...

    mas qd perco algo também sinto que podia ter dado mais, aproveitado mais ... sei lá... falta sempre qq coisa...

    sou do tipo "insatisfeita por natureza" e "com a mania da perfeição"...

    penso demais nas coisas e que às vezes é muito mau...

    mas desde há algum tempo atrás que aprendi a relativizar as coisas e aproveitar o que há de melhor!

    bjs choc

    ResponderEliminar
  7. só espero que a saude volte depressa... a felicidade nos outros campos só pode ajudar a ter pensamento positivo e isso já é meio caminho andado, né?

    ResponderEliminar
  8. É isso mesmo, Bê, é pena que nem sempre siga com esse optimismo mas gostava de valorizar tudo o que de maravilhoso tenho a todos os minutos dos meus dias e não deixar tanto espaço às recaídas... Um abraço

    ResponderEliminar
  9. Quem me dera poder estar no teu "estado de espírito" daqui a uns tempos.

    Um beijinho enorme :)

    ResponderEliminar
  10. Mais um lindo post da bonita *BÊ*.

    Adorei, e é simplesmente genial e verdade tudo o que aqui dizes.

    *BÊ*ijinhos

    ResponderEliminar
  11. Maravilhoso este texto, querida. Se pararmos para pensar, provavelmente temos muito mais motivos para ser felizes do que para andar deprimidos. Temos de dar valor às coisas boas enquanto as temos e não lamentarmo-nos só quando as perdemos. Adorei!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  12. Tens taaanta razão no que escreves! Eu, assim como tu, continuo a achar que a atitute positiva e o valorizarmos o que temos são o verdadeiro segredo da felicidade!
    Beijinhos,
    P.

    ResponderEliminar
  13. Que lindo!!!
    Escreves tão bem... é mesmo isso agradecer o "bom" e vivê-lo sempre com pensamento positivo!!!

    Melhoras rápidas.

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins