9 de março de 2010

A blogsfera

Às vezes sinto-me assim um bocadinho triste com a blogsfera. Descontente, vá. Porque tem tanto de bom, como de mau para oferecer a cada um que se atreva a percorrer estes caminhos virtuais. E se considero que cada um de nós, que constrói um blog, é livre de o fazer dentro da sua própria linearidade e estilo pessoal, também acho que muitos aproveitam para se tentarem projectar, muitas vezes à custa de escárnio e mal-dizer, outros para descarregarem as suas frustrações, normalmente sob o escudo covarde do anonimato. E isso cansa-me os neurónios. Assistimos a verdadeiras guerras de palavras, de coscuvilhice pura, de maldade transparente e mesmo dolorosa. E custa-me perceber o porquê de tanto veneno destilado por aí, atirado em toda as frentes, sem qualquer critério aparente. Quem é que se deita à noite de cabecinha livre e feliz e de consciência limpa, depois de tratar e destratar pessoas que nem conhece, afirmando peremptoriamente alegadas verdades, que não passam de pura mentira e maldade? Será que ficam todos inchados e vaidosos depois de chamarem nomes feios a pessoas que nunca viram na vida?
É por isso que os comentários são controlados por aqui e é por isso que, embora normalmente publique o bom e o mau, os elogios e as críticas, as concordâncias e as discordâncias, me reservo o direito de excluir o que considero de mau-gosto e que ultrapassa a barreira do sensato e sustentado. E espero, muito sinceramente que este, que não é o primeiro post sobre o assunto, seja definitivamente o último. E tenho dito!

E agora, uma liçãozinha para aquelas pessoinhas malvadas e sem um pingo de sensatez: podemos sempre discordar dos outros em tudo na vida, mas quanto mais o fazemos deitando o outro abaixo e procurando argumentos sem sentido e exagerados, mais provamos não ter razão e mais demonstramos as nossas próprias frustrações e fragilidades. Sejam muito felizes e sorriam, que faz bem à pele e à alma, Ok? Estamos conversados!

11 comentários:

  1. Sim... Há por aqui muita guerra de palavras, muito disse que disse...
    Se estes pequenos cantinhos são um pedaço de nós, em que exprimimos a nossa opinião, porque não concordar apenas que podemos discordar?

    A blogosfera é um mundo complicado...

    Bjinhos para ti querida Bê

    ResponderEliminar
  2. Nem digas nada... A mim mesma, já me chamaram coisas que até me custou acreditar! Enfim...

    **

    ResponderEliminar
  3. Por toda essa maldade que referes - e por outras razões não menos válidas, mas que não interessa nomear - é que muitas vezes prefiro uma certa distância. Ainda ontem reflectia acerca do quanto o mundo está a ficar perverso (se é que não se tem mascarado, e o tem sido sempre afinal)... Actualmente é esta a palavra de ordem: perversidade - na cabeça de muita gente.

    ;)

    ResponderEliminar
  4. Por acaso tenho reparado que cada vez mais por aí grassam os "anónimos", sob variados nomes, que só estão bem a insultar gratuitamente, normalmente armados em pseudo intelectuais.

    Acaba por ser triste.

    ResponderEliminar
  5. Começo a achar que a blogosfera é um reflexo da sociedade.
    Eu não achava isto até este preciso momento.
    As pessoas são aqui o que são "lá fora". A sua essência vem ao de cima sempre, mesmo que hajam umas pequenas nuances como variante.

    Ultimamente tenho presenciado verdadeiras caças à bruxa. É incrível.

    Não sei como os protagonistas aguentam o desgaste psicológico.
    Já não estou para isso. Vedei os comentários anónimos no meu blog. É claro que perdi comentários de anónimos bem porreiros (que não sei porque raio não criam uma conta), mas livrei-me dos anónimos do enxovalhanço e do insulto gratuito.


    Bjinhos Bê ;)

    *

    ResponderEliminar
  6. Vantagem de ter um blog pouco visitado: ninguém diz mal :-D
    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  7. É bem verdade querida Bê. Eu não tenho razões de queixa, mas vê-se cada coisa nos blogs mais ou menos vizinhos, que chega a assustar. Há mesmo gente muito má e muito reles.

    Mas felizmente também há gente muito decente e fofa... like you :) beijito

    ResponderEliminar
  8. Concordo plenamente contigo, *BÊ* querida!
    Manda-os dar uma curva bem grandinha e sorri prá eles.
    Que triste vida aqueles que vão aos blogs dos outros para largar a sua raivinha.

    *BÊ*ijinhos e um dia mt feliz

    ResponderEliminar
  9. Olha, a Ginger tirou-me as palavras da ponta dos dedos: a blogosfera é o reflexo da sociedade! E por muito, que por aqui as pessoas às vezes se queiram fazer passar por algo, que não são, acabam sempre, eventualmente por mostrar as cores! Nem que seja, sob a capa do anonimato! Mas minha querida, pessoas de mau carácter, pervertidas e com mau génio temos que aturar todos os dias... ao menos aqui temos o botão de DELETE! ;) BJS

    ResponderEliminar
  10. Concordo contigo. Para quê transformar isto numa coisa má?

    ResponderEliminar
  11. pois fazes tu muito bem ter acesso condicionado neste teu cantinho. disse a Ginger, a Mulher e eu assino por baixo.
    do meu cantino quero apenas retirar prazer, muita alegria e contacto com pessoas interessantes, quando isso deixar de acontecer...
    gosto muito de passar por aqui.
    beijinhos

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins