15 de março de 2010

Vida de solteira Vs Vida de casada #2


E a(s) pergunta(s) de hoje é (são):


Investimento em nós próprias - Mantemos os cuidados habituais, ou acabamos por entrar na rotina e desleixamo-nos um pouco? Mantemos os nossos hábitos de sempre, ou cortamos com eles, sem dó nem piedade, só porque ele não partilha dos mesmos gostos e vontades? E que tipo de hábitos é que perdemos ou evitamos quando partilhamos uma casa com o sexo oposto? Hein?? Então vamos lá dissecar tudinho...

15 comentários:

  1. Como esse tipo de cuidados depende da própria podem continuar perfeitamente.

    ResponderEliminar
  2. Acima de qualquer mudança no dia-a-dia, é indispensável que continuemos a cuidarnos.
    Porque não o fazemos pela pessoa que acorda todos os dias ao nosso lado...
    Devemos fazê-lo antes de mais por nós, pela nossa auto-estima e auto-confiança que depende e muito de como nos sentimos por dentro, mas também claro está por fora!
    Por isso considero que tudo deverá continuar como era..... boa semana B

    ResponderEliminar
  3. Por estes lados não há desleixos. Quer dizer, pode até haver de vez em quando mas em nada têm a ver com o meu namorado.
    Sinto-me mais feliz quando cuido de mim e ele sabe disse.
    Quanto aos meus hábitos (gostos, etc.), acho que adquiri alguns, mas sem nunca perder os meus. Incluir alguém na minha vida significou 'ganho' (a todos os níveis) e nunca perda, sobretudo da minha identidade!!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. isso depende da percentagem de amor próprio de cada uma. eu acho que se mantém porque não é a aliança que altera a forma como me vejo e gosto de me apresentar aos outros.
    beijocas

    ResponderEliminar
  5. Quanto a mim continua td igual a quando estava sozinha!!!

    :)

    ResponderEliminar
  6. olá...

    temos que aprender a viver a dois; saber fazer cedências de ambas as partes e acima de tudo nunca deixar de ser nós próprios :)

    bjs

    ResponderEliminar
  7. penso que às vezes, em alturas de maior cansaço, me desleixo um pouco, mas passa depressa! Mais dificil que conquistar um homem é mantê-lo e temos que estar sempre no nosso melhor. Afinal, tb n queremos que a barriguinha dele cresça, né?

    Quanto aos hábitos, é normal que se adaptem aos do outro, não? Mantendo a nossa individualidade, temos que saber conviver com quem vive connosco, né?

    ResponderEliminar
  8. Concordo com a Brandie. Os cuidados dependem de nós. :)

    ResponderEliminar
  9. Eu como homem, só tenho um conselho: nunca se desleixem, bem pelo contrário. Se os dois fizerem isso, é meio caminho andado para o sucesso, ou pelo menos para que corra menos mal.

    ResponderEliminar
  10. Qual desleixo qual quê! :D

    Temos de nos cuidar sempre. Depois de casar talvez ainda mais. ;)


    bjs*

    ResponderEliminar
  11. Ora, aqui fica o meu parecer:

    O desleixe não está intrinsecamente ligado com o compromisso! Estou em crer que a mudança de comportamentos existe, de facto, porque se prende com a “adaptação” necessária para o bom convívio das partes! Se eu souber de algum hábito que irrite o meu parceiro de morte, tentarei erradicá-lo, desde que isso não erradique também a minha personalidade! As pessoas às vezes pensam que para agradar têm que mudar tudo nelas próprias, esquecendo-se que foi também pelas nossas diferenças que o outro se apaixonou por nós! Em relação ao desleixe, ainda é preciso dizer que o look “desleixado” à vontade numa relação faz parte do aumento da cumplicidade, pois com o casamento e a vida em comum, acaba muito do espaço para o mistério, o que não é sempre mau! Eu gosto do look matinal do meu marido! Embora não gostasse que ele o mantivesse o dia todo! Of course! LOL Um hábito que perdi... passar horas a ouvir a MTV e a fazer zapping pelos canais de moda! Mas isso não se prendeu só com o casamento, e consequente partilha do telecomando, mas também com uma mudança de prioridades minhas, sendo que desde que sou mãe, o canal Panda é o rei do televisor e campeão de audições! LOL

    ResponderEliminar
  12. O teu cantinho está muito giro!
    Quanto às questões...hum, eu penso que se mudamos alguma coisa deve ser para melhor.
    Nunca por nunca nos devemos desleixar!
    Primeiro porque devemos estar bem connosco próprias e segundo porque queremos que a pessoas que está ao nosso lado se sinta atraído e seduzido pela nossa beleza interior e exterior.
    Claro que não podemos andar sempre de saltos, claro que há dias que temos olheiras, claro que há dias que só nos apetece andar com aquele fato de treino manhoso que já devia estar no lixo há muito tempo, isso é normal, porém, também temos de transformar a gata borralheira numa verdadeira lady quando é preciso!
    Depois de andar o dia todo feiosa a arrumar a casa faço questão de me aperaltar toda, por-me bonita, perfumar-me, para sair com o meu amado!

    ResponderEliminar
  13. Também sou da opinião que nunca nos devíamos desleixar e devíamos por-nos sempre a nós em primeiro lugar mas, confesso, não é isso que me acontece. Às vezes tenho fases de sim senhor, querer sentir-me ainda mais bonita e atraente, mas quando ele começa a dizer "mas pintar para quê? és tão gira ao natural" "gosto tanto de te ver com essa roupa de desporto", dou por mim, automaticamente, a arranjar-me menos. Sim tem consequências, principalmente na auto-confiança e auto-estima (ah que parva, depende das roupas para isso; não é, mas ajuda na imagem que criamos de nós próprios).
    Quanto aos hábitos de sempre, nem em teoria concordo que devem ficar. Dependendo dos hábitos obviamente, acho que devemos dar sempre espaço para a mudança, se o nosso companheiro se sente melhor e até nem nos faz diferença, porque não? Eu gosto quando o fazem por mim.

    ResponderEliminar
  14. MAIS LOGO, um novo capítulo da história de Alice.
    lá no,
    ... continuando assim...

    Aceito , e agradeço as vossas sugestões ... talvez a letra esteja pequena... talvez o blogue possa estar confuso.... talvez ... e talvez :)
    talvez nem gostem da história...

    Enfim...qualquer coisa, digam.
    até logo

    obrigada por seguirem, e bem vindo!!! a quem chega de novo !

    Bj
    teresa

    ResponderEliminar
  15. Além de todas as preocupações com a aparência, penso que também é muito importante continuarmos a investir em nós como pessoas. Eu não quereria ter um marido que, embora fosse lindíssimo e andasse sempre muito bem arranjado, se tornasse num egoísta egocêntrico, perdesse a capacidade de se envolver em causas, deixasse de me transmitir conhecimentos e experiências, perdesse a capacidade de me seduzir com o olhar e com as palavras.

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins