22 de março de 2010

Vida de solteira Vs Vida de casada #2 - conclusões

Adorei as vossas respostas. É que adorei mesmo, porque provam que sim, nos dias que correm, nós mulheres não deixamos de investir em nós só porque casámos, até porque não é por causa deles que nos arranjamos, que nos cuidamos, mas por nós próprias! E haverá melhor razão? Claro que ele passa a ver-nos com aquele pijaminha bem velhinho, do qual não nos conseguimos ver livres porque é o mais confortável e quentinho de sempre e que por vezes usamos um dia inteirinho enquanto consumimos séries compulsivamente e comemos baldes de pipocas. E também nos vê de carinha lavada de manhã quando acordamos, por vezes ainda com uma remelinha teimosa no canto do olho e alguns restos indesejáveis do rímel do dia anterior.Vê-nos no nosso melhor e no nosso pior, nos bons e nos maus momentos. Vê-nos radiosas e brilhantes quando acabamos de nos arranjar e um verdadeiro caco emocional e esborratado, quando acabamos de ver o filme mais dramático de sempre. E ama-nos sempre, porque sabe que nós gostamos de nós próprias e porque ama muito mais do que apenas o nosso físico. Obviamente que não podemos andar sempre arranjadas, mas nem ele o esperaria, óbvio.
Em relação aos hábitos, depende e muito de cada um. Por vezes temos mesmo que fazer algumas cedências, sem nunca por de parte quem nós somos, a nossa identidade: eu, no meu caso, pus de parte a preguiça e vou por vezes correr ou jogar ténis, porque o P. é super ligado ao desporto. E apurei o meu gosto musical para certos géneros que antes nem punha a hipótese de vir a gostar. Ele aceita ver a Anatomia de Grey e o Project Runaway porque sabe que eu gosto e discute-o comigo. Ele deixou de roer as unhas (pelo menos à minha frente) e eu deixei de me deitar no sofá de forma a ocupá-lo quase todo. E tento, esforço-me muito, mesmo muito, para deixar de adormecer no sofá confortavelmente até de madrugada depois de um dia daqueles no trabalho. Mas nunca deixo de ser eu própria nem quero nunca que ele mude.

8 comentários:

  1. Isso é que é falar... 8) Adoro perceber que são Felizes!!
    Bjinho*

    ResponderEliminar
  2. Desleixo nunca!
    é por nós e para nós que nos cuidamos,
    é pelo que o espelho reflecte e não pela opinião dos machos.
    antes de pensar naquilo que ele vai dizer ou achar, é necessário estarmos seguras de nós mesmas.

    ResponderEliminar
  3. Apesar de achar óptimo que assim seja e espero um dia, quando passar a "vida de casada" também não me desleixar..acho que faz um bocadinho parte da intimidade criada e partilhada conhecermos esse outro lado da pessoa :)

    ResponderEliminar
  4. Bem, eu confesso que às vezes me desleixo um bocadinho, mas quem é que tem paciência para se maquilhar tempo para ir ao ginásio tantas vezes quantas seria necessário quando se acorda às 06h da matina e se vai de carro até à estação da CP para depois fazer uma viagem de 1 hora e pouco, depois apanhar o metro e depois ter a sorte de apanhar o autocarro por duas paragens ou ir a pé, e subir uma ladeira até ao escritório!! Passar um dia a bulir ao computador (geralmente), almoçar em meia hora para depois sair mais cedo (às 17h30) para apanhar o último comboio rápido do dia para chegar de novo à estação às 19h20 e a casa às 19h35, fazer o jantar, etc e tal... Enfim, adoro o meu marido, a minha casa e o meu trabalho, mas há dias em que... Tenho que me esforçar! Bjs

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins