6 de maio de 2010

Dia 1


Ontem foi o primeiro dia da D., a nova empregada lá em casa. E, após todo o suspense e receio inicial, devo dizer que estou muito satisfeita. Em primeiro lugar, porque me ligou assim que saiu lá de casa, para me avisar que deixou os gatinhos na marquise, para que o cheiro a lixívia não lhes fizesse mal (dois pontos para a D. - um pela lixívia, na qual eu não posso mexer nem por nada, porque me faz um mal terrível, outro, bem grande pela preocupação com os gatos - conquistou-me!). Depois, quando cheguei a casa ia tendo um baque - a minha casa nunca brilhou tanto. A cozinha foi de tal forma esfregada que os restos de gordura que eu não conseguia tirar da zona lateral do armário junto ao fogão, desapareceram por milagre (oh vergonha) e mais, depois de umas gargalhadas iniciais (já ia avisada pela minha amiga A., que me recomendou a D.) quando constatei que a rapariga gosta efectivamente de dar umas mudanças no visual da casa, reparei que a minha cozinha estava muito mais funcional e espaçosa com as alterações feitas. A casa de banho estava um miminho -até apetecia encostar a cabeça e fazer festinhas. E o resto da casa impecavelmente arrumado - excepto o "quarto da confusão" - mais parecido com um grande armário, onde guardamos roupa e sapatos ( e um esqueleto do que já foi um computador, agora com uns 23 anos) que não cabem no roupeiro e onde lhe pedi para nem entrar, para não atropelar os meus meninos que jazem pelo chão, à espera de melhores dias e de um roupeiro grande, enorme, que me ocupe aquelas paredes todas e onde eu possa esconder toda aquela desarrumação. A lamentar, o facto de não ter percebido que os sacos para a reciclagem eram reutilizáveis (oferta do Expresso e que davam um jeitão) e dois bicos do fogão, com tanto esfrega-esfrega, terem deixado de funcionar (alguém sabe como se resolve isto?). Mas gostei. E gostei quando me perguntou se os gatos tinham comida, porque não gosta de ver animais maltratados. Amigo de gato é meu amigo também. E ainda ganhei tempo para mim, para o blogue e para não fazer nenhum - algo de que estou a necessitar por demais. Ontem foi chegar a casa e alapar no sofá, para uma maratona de séries religiosamente gravadas na box. Oh vida boa! Fez-me bem...

16 comentários:

  1. é uma ajuda preciosa!!
    também idolatro a santa que lá vai a casa duas manhã por semana... é que com o ritmo de trabalho e a pequenita lá por casa, fica sempre alguma coisa (muita) por fazer;)

    beijos grandes!!!!

    ResponderEliminar
  2. Olha quanto aos bicos do fogão as x e do detergente ou do lixo que foi tirado ter ficado nos futinhos do gas ... tiras o bico com o gas desligado e confirma ... outras x ... é o facto dos isqueiros se partirem ... :( bad luck !
    Mas deve ser uma ajuda enorme !! Beijinhos bê

    ResponderEliminar
  3. Olá!
    Eu também tenho empregada mas não estou muito satisfeita com ela! Será que me podes dizer quanto tempo pagas à hora e quanto tempo ela demora a limpar a tua casa?
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. Olha uma dessas é que fazia falta por estes lados. Devias ver como isto está... :P
    beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Uma empregada assim vale a pena. :D E essa atenção para com os gatos é maravilhosa.

    ResponderEliminar
  7. contrataste uma verdadeira fada do lar, a minha casa bem anda a precisar de uma! quanto aos bicos, tenta desentupir os buraquinhos do espalhador com uma agulha, ás vezes o detergente seca e ficam entupidos

    ResponderEliminar
  8. B fazes mt bem em te preservar!
    eu agora em maio quando o boyfriend vier ca pra casa também vou por alguem uma vez por semana!
    elas ganham trabalho e dinheiro que bem precisam, e nós ganhamos paz e tempo. beijo grande.

    ResponderEliminar
  9. E SAI UM VIVA PARA AS D.'S EFICIENTES DA NOSSA VIDA!

    VIVAAAAAAAA!

    lol

    beijocas

    ResponderEliminar
  10. Olha que bem=)

    Eu também tenho desses sacos do expresso!:p

    ResponderEliminar
  11. Pela vida que cada um leva por estes dias, devia ser obrigatório ter uma "fada do lar", em cada casa.
    Eu não trabalho, mas desde há dois anos que decidi arranjar "uma mena", romena, que vem cá a casa duas vezes por semana. E não estou nada arrependida e apesar de não ter crianças, a não ser o meu Rotax e a filha a estudar na Caparica, que só vem ao fds, tenho a casa sempre a precisar de ser limpa (eu sei que sou assim pró esquisitinha). É certo que Santo André é um areal completo, daí as casas manterem-se limpas, seja um desafio. Depois de tantos anos em que fiz tudo, decidi que merecia descanso para ler, ver séries, passear o meu Rotax, estar na net, fazer pequenos trabalhos manuais (que adoro). O meu homem não acha lá muita graça (está mortinho que eu encontre um motivo para a despachar), mas quando vejo que estou quase a fazê-lo, enfio as luvas e explico-lhe tim-tim como têm as coisas de ser feitos.
    Nem pensar que corro com ela.

    Fizeste tu muito bem em arranjares uma pessoa que te ajude e acredito que ainda assim, fique muito para tu fazeres.

    *BÊ*ijinhos

    ResponderEliminar
  12. Manda-a cá casa, por favor... LOLOL

    Bjs,
    http://medeixagozar.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  13. Que sorte a tua. Aproveita :D
    E não é todos os dias que se encontra alguém assim tão competente.
    Quem me dera ter alguém também!
    As tarefas domésticas são uma "daquelas" chatices, que eu ODEIO.


    =)

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins