9 de outubro de 2010

2 Dicas simples e úteis para quem considera fazer uma tatuagem:


1. O mais importante é o desenho em si, pelo que deve ser cuidadosamente pensado e, quanto a mim, algo que tem que fazer muito sentido (emocional) para que nunca nos arrependamos. Cuidado com as bonecadas e com nomes de pessoas que não os dos filhos ou dos animais de estimação, não esquecendo nunca que um dia seremos velhinhos e...com uma tatuagem (o que eu penso nisto agora - toda engelhadinha, de bengalinha e carrapito e com a minha gata sentada numa meia lua e estrelas a descerem pela nuca);
2. O local - importância máxima. Pensem muito bem onde fazer e pensem sobretudo nas 4 estações do ano, nos trabalhos que têm ou podem vir a ter e nas roupas que gostam de usar e, se conseguirem, tentem prever a moda para os próximos 40 anos, no mínimo. Acima de tudo, cuidado com o pescoço - que eu acho o máximo como local para a tatuagem, mas que condiciona os penteados e cortes de cabelo e também com os pés, por causa dos sapatos que as deixam bem expostas e pouco adequadas a algumas entrevistas de trabalho e empresas mais formais. O ideal será escolher um local onde só seja visível a todos na praia, para não vos acontecer como a mim que vesti esta semana uma blusinha de alças e de costas baixas com um casaco de malha fininha e que depois tive tanto calor que me esqueci da malvada e descasquei-me perante toda a comunidade escolar (estava num seminário onde estavam presentes a minha e muitas outras escolas) -felizmente a chefe não viu senão ainda me tinha uma síncope logo ali;
Mas, mesmo depois de tudo isto, não estou nada arrependida, apenas a adaptar-me e é só quando temos a certeza de que queremos mesmo para sempre, que devemos avançar com esta decisão que nos marca para a vida.

12 comentários:

  1. É verdade, tem de ser algo bem planeado!

    ResponderEliminar
  2. Sempre quiz fazer uma no pé, mas....
    Sou uma medricas e acho que deve doer horrores.

    ResponderEliminar
  3. Excelentes dicas. Como ja disse adorava fazer uma mas o medo da dor sobrepoem-se. Gostava de ter uma relacionada com a Bia, pois como dizes e bem essa eu nunca me vou arrepender, afinal um filho e para toda a vida :)
    Beijinho e bom domingo.

    ResponderEliminar
  4. Acho um charme quando vejo nas outras pessoas... Essa da Rihanna é linda.

    ResponderEliminar
  5. eu fiz no fundo das costas ja por causa do que referiste! beijo

    ResponderEliminar
  6. Acho que nunca vou fazer uma! Só gosto de ver! E essa da Rihanna é uma das minhas preferidas! :)

    ResponderEliminar
  7. Esperei mais de um ano para fazer a minha.. n m quis precipitar. Estava convencida em faze-la na omoplata. Assim que mostrei ao tatuador a imagem, ele aconselhou-me a faze-la na parte de cima das costas mas ao centro ou entao na perna. Explicou-me que ao mexer os braços a tattoo ia descaracterizar visto que tatuei um retrato e que não me podia esquecer das alças do sutiã. Confesso que eram pormenores que nem me lembrei. Como uso muito saias e vestidos decidi-me pelas costas e além de estar maravilhada pelo resultado final, até hoje agradeço os conselhos do tatuador.. Quando tenho uma reunião mais importante, basta-me ter a preocupação de vestir uma camisola, embora te confesse que nem sempre me lembro que tenho a tatuagem.

    ResponderEliminar
  8. Excelentes os conselhos...
    Marcar o corpo para sempre nada tem a ver com uma peça de roupa ou um qualquer adorno que hoje usamos e amanhã tiramos.
    Beijos
    D.

    ResponderEliminar
  9. Concordo, querida!

    Tem de ser muito bem pensado, mesmo!

    :)

    ResponderEliminar
  10. Obrigada pelos conselhos. foram muito uteis :)

    ResponderEliminar
  11. Há que ser bem pensado sim.
    Eu fiz a minha há um ano, algo muito especial e ponderado, adoro-a! :)

    ResponderEliminar
  12. A minha já esta planejada a algum tempo será um rosa vermelha na nuca, porém ainda não fiz por questões profissionais! Mas já estou perto de realiza-la.

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins