18 de setembro de 2011

Sobre as fotos mais comentadas na internet...post impróprio para púdicos

Agora querem ver que nunca ninguém, por essa blogsfera fora, experimentou tirar fotos a si própria e até mesmo, enviar as ditas ao seu mais do que tudo. Diz por aí que é brega, ordinário, sinal de uma baixeza sem limites. Eu não concordo. Mesmo nada. Só que acho que uma mulher tem que se sentir muito bem consigo mesma, muito segura de si, para se sentir à vontade para o fazer. E, acima de tudo, muito segura na relação que está a viver - não convém fazê-lo com o rapaz one nigth stand, ou com alguém com quem cuja relação nos parece condenada à partida.


Tenho para mim que, tal como no sexo propriamente dito, não nos devemos limitar às coisas convencionais e há uma série de coisas que podemos fazer para despertar o desejo em quem queremos ver esse desejo despertar. Quando estamos à distância, com vários km e horas de viagem pelo meio, porque não? Qual é o verdadeiro problema? Claro que convém apagar tudo depois, porque, mesmo não sendo famosa (e com um corpinho danone) como a Scarlett, ninguém (?) quer alcançar tal patamar dessa forma e nunca se sabe a que mãos pode ir parar o nosso telemóvel (pior do que um estranho é mesmo ir parar às mãos do paizinho, credo!). É isso e enviar sms picantes à pessoa errada! Diz quem já viveu uma situação dessas que é coisa para ser gozado durante uns bons tempos, senão para o resto da vida.


Eu cá sou apologista de que nós estabelecemos os nossos próprios limites e, dentro destes, não devem haver grandes limites. Quando se vive uma relação, a relação, porque não apimentar as coisas, fazendo algo de inesperado?


Se eu já o fiz? Não tenho vergonha nenhuma em assumir que sim (já tinha dado para perceber, certo?). Apenas e unicamente com o meu ser perfeito, o meu outro eu. O efeito? Vale bem a pena ;-) Um conselho - sejam menos púdicas e experimentem-no com alguém que o mereça.


E agora venham daí os calhaus, as pedras e os paus, que eu estou preparadinha à espera.

21 comentários:

  1. daqui nao vem calhaus nem pedras.. eu concordo. e sim, também o faço. com "o" tal, "a" relação. nunca demasiado exagerado porque, na minha opinião, menos é mais. Suscitamos o tal desejo que queremos e torna tudo mais interessante :)

    ResponderEliminar
  2. Concordo com tudo isso, eu tb já o fiz, mas NUNCA aparece a cara, porque eu tb já tive um "eu", o 1ºamor,, 7 anos de relacionamento, 3 e tal de namoro e outra metade de casados, casamos, vivíamos felizes, eu andava nas nuvens,, naquela altura tínhamos comprado um apartamento, estávamos a mobilar tudo ao nosso gosto sem olhar a preços. Até que um dia, foi o dia em que descobri que ele tinha outra. Emagreci 10kg em 15 dias, parecia anoréctica. Por isso o que hoje é certo, amanhã pode não ser! Já diz a minha mãe, o seguro morreu de velho.

    ResponderEliminar
  3. Eu envio fotografias provocantes ao namorado, quando ele está longe de mim. Não tenho problemas em fazê-lo. O que eu não faço é enviar fotos com o rosto... se o que quero mostrar é o corpo, mostro só o corpo.

    ResponderEliminar
  4. Nunca fiz, nunca tive necessidade mas não condeno quem o faça. De qualquer forma é preciso ter muito muito cuidado com isso. No meu emprego fazemos reparações, e numa máquina fotográfica tiramos o cartão de memória e entregamos aos donos e depois fomos a ver e na memória interna da máquina tinha fotos da mulher a fazer o dito broche ao marido. Quando vieram levantar a máquina dissemos-lhe que se algum dia essas fotos fossem parar à net não nos podiam responsabilizar porque ninguém as tinha transferido. Eles ficaram para morrer com a vergonha... é da intimidade de cada um mas nisto das novas tecnologias nunca se sabe :D

    ResponderEliminar
  5. Tu e a outra aborrecida do mais-que-tudo e das minhas pequenas coisas, são duas porcas.
    Até deviam ter vergonha de dizer isso na internet.
    É muito lindo os vossos pais virem a ler isto, e quando digo pais digo familiares.
    Vocês as duas deviam ter vergonha.

    ResponderEliminar
  6. Oh querida anónima, eu até queria responder-lhe, a sério que queria, mas ainda não consegui parar de rir com o seu comentário. A sério. Quando parar eu volto e respondo-lhe, sim?

    ResponderEliminar
  7. O anónimo nem coragem de dar a cara tem :p
    E também me estou a rir bastante à conta dele xD
    Mas vá, quanto ao que escreveste, concordo. Se tivermos cuidado, e tivermos confiança q.b. na outra pessoa, só faz é bem :)

    ResponderEliminar
  8. A do mais que tudo... reconheço este tom de crítica de outros reinos. :D

    Os meus pais? Os meus pais sabem que eu tenho vida sexual, olha que raio. Não estamos no tempo da maria caxuxa. :D

    ResponderEliminar
  9. Bê querida, concordo plenamente contigo! é mesmo isso! quando se ama, quando se está numa relação qualquer coisa que faça ambos felizes é permitida!
    Desde que se não prejudique ninguém....
    Qual o problema?
    beijo

    ResponderEliminar
  10. HAhaha :) Genial o comentário do anónimo. Olhe o meu pai se lesse isto achava a coisa mais natural do mundo pois aposto que também adora receber umas fotos em topless da mulher dele ;)

    Comentei na S* e agora aqui também. Subscrevo as tuas palavras, afinal não é uma coisa super normal e até saudável entre casais? Não falo de fotos vulgares, simplesmente um pouco mais sensuais que não faz mal nenhum apimentar a vida do casal, principalmente quando está longe um do outro. De repente o mundo virou pudico, irra.

    ResponderEliminar
  11. é tão bom ter alguém a quem enviar fotos dessas, sentirmos-nos desejadas e confiar que podemos enviar o que quisermos, que será eternamente entre nós.

    ResponderEliminar
  12. Concordo com tudo, querida. Mas agora nem sei se devo comentar o post ou o comentário do Anónimo (anónima, não será?...). Junto-me assim ao grupo das porcas da blogosfera xD

    ResponderEliminar
  13. Concordo em particular com a parte em que dizes «quando se vive uma relação, a relação, porque não apimentar as coisas, fazendo algo de inesperado?»; mas nestas relações [no meu caso, apenas uma] em que a outra parte nos completa tanto e define é que o 'apimentar' é mais natural... E mais sentido.

    :)

    ResponderEliminar
  14. E pronto, somos porcas - parece que agora mandar fotos ao meu marido, que me vê nua sempre que quer é ser porca - mas felizes, certo? ;-)

    ResponderEliminar
  15. o teu marido vê-te nua?? não acredito. onde é que isso já se viu? és mesmo porca! xD ahahah não dá para não rir, a sério...

    ResponderEliminar
  16. Adorei a parte da anónima lol não deve saber o que é bom: sexo.. Ui daqui a pouco o mundo é porco xD

    ResponderEliminar
  17. Ainda há quem não use essa "técnica"?:)

    ResponderEliminar
  18. Não vejo qualquer problema em que uma mulher envie fotos mais intimas e sensuais ao namorado/marido para apimentar as coisas, aliás acho a coisa mais natural no mundo. Tal como o sexo não é sempre o mesmo, também a forma de apimentar a relação também não é sempre a mesma e são essas pequenas coisas que fazem com que a chama permaneça acesa. Pode haver quem não o faça por vergonha ou por outro motivo qualquer, mas daí a chamar as pessoas que o fazem de brega, porcas e outros tipos de insultos acho de muito mau tom e de uma hipocrisia de todo o tamanho, porque acredito que muitas dessas pessoas que apelidam de porcas pessoas como nós que não têm problemas de enviar umas fotos desse carácter também já o fizeram e apenas não querem admitir. Enfim, nem toda a gente tem uma mente aberta e é pena que exista muito boa gente com uma mente tão fechada.

    ResponderEliminar
  19. Li no blog da S* e vim aqui ver. Claro que concordo! Ora! Quanto ao anónimo, por favor... Intimidade, estabilidade? Não lhe deve dizer nada.

    ResponderEliminar
  20. É a primeira vez que comento no seu blog, apesar de já o seguir a algim tempo...mas desta vez não resisti.
    Quanto ao comentario do/a anonimo/a só tenho a dizer que deve ser daquelas pessoas que faz amor de luz apagada e sempre na mesmo posição...que pena, deve ser muito infeiz, pois ver a cara de prazer do/a parceiro/o e experimentar coisas e posições diferentes é muito bom. Eu concordo com a Bé, eu tenho uma teoria...rir, comer, dormir e...fazer amor é o que levamos de melhor desta vida. (DESCULPEM SE EXAGEREI).

    Beijinhos para todos e continuem assim, sem preconceito e felizes.

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins