24 de novembro de 2011

E se por um lado faço greve...



Por outro trouxe uma pilha de processos para actualizar em casa, porque não consegui não o fazer. Ninguém o exigiu, é mesmo defeito/feitio meu. Nenhum utente acompanhado por mim ficou prejudicado com a minha falta. Às escondidas dos mais anárquicos lá do trabalho, até remarquei as entrevistas todas. E agora, mãos ao trabalho.

23 de novembro de 2011

Das greves

Já vivi muitas greves, mas nunca fiz nenhuma. Amanhã será a primeira, por todas as razões e mais algumas: porque vivo o risco de ficar desempregada a qualquer momento, porque trabalho para o estado, mas quase não tenho protecção, porque me fizeram um novo contrato apenas para me baixarem substancialmente o salário, porque vivo na incerteza todos os dias, mesmo fazendo um trabalho no qual acredito e pelo qual estou apaixonada e ao qual me tenho dedicado nos últimos 10 anos, porque me tiraram os subsídios e nem sequer me pagaram os proporcionais do contrato anterior, porque contornam as leis como ninguém, sempre em prejuízo dos mais pequeninos, como eu, porque sou desvalorizada pelos senhores de gabinete que nem descem do seu pedestal, para conhecer o que faço no terreno. Porque me dedico a este trabalho há tempo demais, para o ver sair prejudicado assim, sem luta. Amanhã vou manifestar-me...está na hora de mostrar o meu descontentamento.

20 de novembro de 2011

Bê recomenda

Para quem, como eu, adora séries, filmes ou livros de época, sobretudo passados durante a I ou II Guerra Mundial, fica a dica:

Numa Fox Life perto de si ;-)

19 de novembro de 2011

Sim, eu sei...



Que é muito cedo e bla, bla, bla, mas está aberta a época natalícia aqui no Cantinho. Não há volta a dar. Adoro esta época e gosto de a prolongar ao máximo. Para a semana segue-se a árvore, as listas de presentes e o início das compras, num natal que será inteiramente dedicado a produtinhos portugueses, de qualidade e em conta. Quem sabe, talvez até tenha tempo de partilhas as minhas ideias por aqui!



Bom sábado, cheio de sorrisos.



15 de novembro de 2011

Para quem conhece a minha luta

Que já dura há quatro anos, mas que se mantém suportada numa fé inabalável, hoje aconselho este post aqui, cheio de amor, partilha e que me encheu ainda mais a alma de esperança. Obrigada Muxy-Muxy!

11 de novembro de 2011

Confrontações...

**

E depois, parte-nos uma pessoa, mas o seu facebook continua lá. A lembrar-nos que ela faz anos, a mostrar as suas fotos, com o seu mural activo e cheio de mensagens de carinho e saudade. Por um lado é bom, porque me faz bem ver as suas fotos e recordar o seu sorriso silencioso, mas feliz, como se estivesse tudo bem e ela estivesse ali do outro lado. Por outro lado, dói a cada momento de confrontação com a distância que nos separa agora...


** - porque tu eras e sempre serás a nossa estrela...

Dos sonhos

Sou e serei sempre uma sonhadora e acredito, em todos os momentos da minha vida, que todos os meus sonhos se irão realizar, enquanto eu acreditar. E eu vou acreditar sempre!

4 de novembro de 2011

Um novo ciclo, um novo capítulo



E hoje chegou, finalmente, a chamada por que tanto ansiávamos...Agora é não deixar que as ânsias tomem conta de mim. 2.ª feira, um novo dia, uma nova semana, um novo capítulo, numa história que se pretende longa e com um final muito feliz.

Bom fim-de-semana, cheio de sorrisos.

3 de novembro de 2011

Mangoholic? Ou talvez não...

By Zara


Sempre fui uma mangoholic, dos pés à cabeça mas, nos últimos tempos, tem sido a Zara a encher-me o olho e esvaziar-me a carteira. Comecei por me desapaixonar pelos sapatos da mango, depois algumas peças e, este ano, praticamente nada me fez virar a cabeça duas vezes na colecção de Outono/Inverno. Na Zara, mesmo quando entro só para ver as novidades, apaixono-me sempre por uma peça ou outra ou, desgraças das desgraças, por várias ao mesmo tempo, que nisto das compras não há monogamia que aguente. Mas ando bem comportada e poupadinha, pelo que tenho conseguido controlar-me muito bem. Contudo e porque tinha um dinheirinho de parte, oferecido pela sogra, para comprar algo para mim, escolhi este vestidinho da foto. Só pude trazer um e a escolha não foi fácil, sobretudo porque todos os vestidos pareciam dizer “escolhe-me a mim, escolhe-me a mim”. Na foto não parece nada de especial, mas vestido fica um must e vai ficar para lá de espectacular com os meus botins cinzentos, já com dois anos e com o meu cinto da H&M, também já com alguma idade, mas bastante enxuto. E agora é guardar a carteira até que precise realmente de alguma coisa, que isto dos luxos pertence a um tempo que já acabou. E por luxo entenda-se comprar algo que já abunda do guarda-roupa, de todas as cores, feitios e tecidos! Mas um mimo de vez em quando só nos faz bem, certo?

E para hoje...



A preparar-me para mais uma consulta pós-operatória e porque a coisa não tem corrido lá muito bem, vou precisar de toda a energia positiva que possa vir desse lado...

2 de novembro de 2011

E depois de uma vida inteira de cabelos claros...



É a loucura total. Durante a minha infância e até aos meus vintes sempre tive o cabelo muito claro, que depois foi escurecendo com a idade (o que eu amo estar expressão...). De louro, passou a castanho claro ou castanho muito claro, sobretudo durante o Verão. Mas agora tudo mudou. Apeteceu-me mudar (depois de experimentar os alisamentos, as franjas direitas ou tortas, os cortes mais escadeados, os caracóis ao natural, o cabelo muito comprido...) e, naba como só eu, escolhi uma cor que pensei ser só um pouco mais escura do que a minha (para não me chocar logo muito), mas, com o tiro no escuro, saiu-me um tom muito semelhante a esse da Chyler. Pois que primeiro entranhei e agora estranhei (devia ser ao contrário, certo?). O que vale é que não arrisquei demais e coloquei uma daquelas tintas que sai com as lavagens. Vamos lá a ver se me habituo a isto ou então, é ver a Maria Bê a lavar o cabelinho todos os dias se se fartar da coisa...

E vocês? Já cometeram alguma loucura com o vosso cabelo? Contem-me tudinho!