18 de fevereiro de 2012

Do Carnaval

Eu não sou nada carnavaleira. Nunca gostei de grandes confusões, das bisnagas, dos ovos e afins. Das guerras de balões de água, dos quais fugia a sete pés. E ainda hoje sofro ao lembrar-me do dia em que cheguei a casa achando que a minha mãe me iria obrigar a ficar na rua até não sobrar nenhum grãozinho da farinha de um pacote inteiro que um chico esperto me despejou pela cabeça a baixo e pelo nariz a dentro.
Mas depois cresci e comecei a ver a coisa com outros olhos e a fazer o meu próprio carnaval. Por isso, hoje à noite, temos jantar de máscaras cá no Cantinho. Muita comida, muita bebida e muitos sorrisos. Os balões, a farinha e os ovos ficam à porta. A boa disposição reinará cá dentro.
Um bom carnaval para todos.

11 comentários:

  1. Também tenho a minha parte de traumas de infância ligados ao Carnaval, estou solidária! Beijinhos e boa festa!

    ResponderEliminar
  2. Também não sou muito carnavalesca, mas um jantar/baile de máscaras é sempre divertido ^^,

    ResponderEliminar
  3. Faço o mesmo que tu, festejo á minha maneira :)

    ResponderEliminar
  4. Bom Carnaval para ti também, aqui na cidade o Carnaval é o acontecimento do ano, não há desfiles carnavaleiros, mas na segunda feira à noite somos milhares pelas ruas :) kiss

    ResponderEliminar
  5. Também tens traumas de infância com o Carnaval? Já a minha mãe é a mesma coisa. ;)

    Beijo bom carnaval

    ResponderEliminar
  6. Jantar de máscaras parece-me bem :)!

    ResponderEliminar
  7. Eu voltei a festejar o Carnaval por ser o primeiro da minha pequena! Mas sempre gostei!!

    ResponderEliminar
  8. Nada como um jantar com boa-disposição e umas máscaras à mistura. Bem mais calmo e certamente divertido!

    Pelo menos para mim, que não sou de todo, carnavalesca! :) Boa escolha!

    Vou começar a seguir-te! O teu cantinho é adorável!

    Beijnihos*
    http://paletadefantasias.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  9. Tambem não acho piada nenhuma ao carnaval.

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins