7 de março de 2012

Gatos terapêuticos =^._.^=

Chego a casa. Cansada emocional, física e gastricamente (comi muita porcaria hoje - os níveis de stress são proporcionais à minha necessidade de me enfardar com bolachas, chocolates e coisas assim). Os saltos altos magoam-me os pés cansados dos km que percorrem nos poucos metros que constituem as instalações onde trabalho. O cabelo está vergonhosamente desalinhado e a saia que escolhi parece estar prestes a subir até à anca  enquanto as collants me querem fugir pelo rabo abaixo (acho que engordei ao longo do dia, para ajudar à festa). Estou com um projecto muito exigente no trabalho, a par de todas as outras responsabilidades que se acumulam e ainda tenho que levar com colegas fogem descaradamente das suas responsabilidades.
A minha avó continua internada à espera de uma cirurgia que todos os dias é adiada. A minha sogra foi ao hospital para fazer um exame e ficou internada para ser operada amanhã. O humor aqui em casa está pelas horas da morte. Ao meu lado tenho um dossier carregado de trabalho que quero e vou terminar hoje, se o vírus que se me instalou no pc não me der cabo de tudo. E dois gatos, um de cada lado, que me observam com um olhar de plena adoração, enquanto ronronam e pedem festinhas com as suas patas silenciosas e almofadadas. O dia estava a ser daqueles, bem maus, mas estes meus amigos patudos conseguem colocar-me logo um sorriso feliz na cara. E só quem os tem sabe do que estou a escrever.

21 comentários:

  1. Eu retiraria o "quase".
    Os bichos ( e os gatos em particular) são de uma sensibilidade e de uma capacidade de amar incomparáveis. : )
    Somos umas sortudas.

    ResponderEliminar
  2. Eu retiraria o "quase".
    Os bichos ( e os gatos em particular) são de uma sensibilidade e de uma capacidade de amar incomparáveis. : )
    Somos umas sortudas.

    ResponderEliminar
  3. Joanissima, antes mesmo de ler o teu comentário acabei por retirar o quase. Concordo em absoluto, as sortudas somos nós que os temos ;-)

    ResponderEliminar
  4. É mesmo assim :) Posso vir com um humor danado, furiosa com tudo que ver aquela bola de pelo da minha gata deixa-me logo com um sorriso :)

    ResponderEliminar
  5. Bê, força. Tudo se irá alinhar... Assim como o teu cabelinho quando lhe deres um trato de escova :-) A vida é simples e quando complica, demora um pouco, mas descomplica. E isto tb é para eu 'ouvir'.. *

    ResponderEliminar
  6. Ajudam-te a recarregar energias :)

    ResponderEliminar
  7. adoro. quando eles se vêm aninhar a nós e colocam a patita pertinho... que doçuras.

    ResponderEliminar
  8. então toma lá mais um bocadinho de mimo e energia:
    CHUAAAAAAAAACK.
    uma beijoca repenicada como eu tanto gosto.

    espero que tudo se resolva em breve. a minha avó também esperou cerca de uma semana por cirurgia e agora está a recuperar bem. foi um grande susto mas já passou. desejo-te o mesmo:)

    beijos (outra vez)

    ResponderEliminar
  9. Hoje estava ansiosa por chegar a casa e ver as minhas princesas... sei bem o que sentes.

    ResponderEliminar
  10. Boa sorte e rapidez para todas esses problemas, que se resolva tudo em bem :)
    Quanto aos gatos, não podia deixar de comentar. As minhas duas gatas são as maiores fofas e são um boost de energia todos os dias. Logo de manhã quando acordo, quando chego a casa cansada ou feliz, triste ou enérgica. Para elas não há má-disposição nenhuma nunca:)

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  11. São um refúgio maravilhoso!


    Que tudo corra bem, Princesa... Estou aqui*

    ResponderEliminar
  12. Eu acho mesmo que a bicharada tem um efeito terapêutico! Os minha cadelinha sabe perfeitamente o meu humor! Se eu estiver triste ela aumenta o numero de labidelas e coisas assim...ainda que fique muito sossegada a a meu lado...quase como se me estivesse a consolar! Se eu estou bem disposta puxa-me para brincar! Se eu estiver muito irritada ela fica sossegadinha, coo quem diz... é melhor esperar que passe! Por isso é que eu adoro os meus bichos!!

    ResponderEliminar
  13. Um animal faz toda a diferença. Aceitam-nos incondicionalmente e são uma verdadeira fonte de humildade!
    Beijinhos da tua nova seguidora,
    Sofia

    ResponderEliminar
  14. Tudo feito com bom gosto

    ResponderEliminar
  15. Um grande grande beijo querida Bê... São umas fofuras.

    ResponderEliminar
  16. O meu agora anda tão mimoso que me acorda de noite para o abraçar :X eheh. Por aí não andam fáceis as coisas :S as melhoras e bom trabalho.beijinho

    ResponderEliminar
  17. Completamente verdade, os gatos são terapêuticos! São tão amorosos e é impossível ficar triste ao lado deles!

    bjinho e bom trabalho

    ResponderEliminar
  18. Eu, felizmente sei, tenho quatro bichaninhas lindas que também me dão alegrias todos os dias, mesmo quando não tenho vontade de sorrir. É bom não é?
    Já agora, parabéns pelo blog ;)

    ResponderEliminar
  19. Eu tenho uma gata que é um doce, adoro gatos!

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins