30 de abril de 2012

Ainda sobre o Norte

Eu sou uma tagarela de primeira. Dão-me corda e fico na conversa como se não houvesse amanhã. Por isso não estranhei a forma simpática como os nortenhos metiam conversa connosco. Por onde passávamos, alguns tinham uma história a contar sobre Lisboa e planos para voltar à capital. Ansiosos por mostrar as suas belezas naturais, iam desfiando locais e mais locais por onde deveríamos obrigatoriamente passar e descreviam a beleza das terras no Inverno e no Verão. E falavam dos sabores que teríamos que experimentar. Ofereceram-nos taças de vinho caseiro capaz de deitar abaixo um boi. E eu adorei este à vontade em cada momento e fiquei com muita vontade de regressar, não só pelas paisagens, mas também pelas pessoas. Parecem-me mais optimistas, mesmo em cenários de crise, que pintam com tintas bem mais transparentes do que por aqui.
Já tinha ouvido várias vezes que as pessoas do norte são muito mais simpáticas. Eu, como lisboeta, com alma alentejana, defendia as gentes do sul com garras que agora se desvanecem. Será mesmo assim? E se sim, qual é o segredo?

7 comentários:

  1. Modéstia à parte nós sabemos realmente receber muito bem. Acho que não há segredos, ser assim faz parte de nós :)

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Ora então cá vai a opinião de uma Nortenha que AMA Lisboa. Eu sou do Norte, não gosto das gentes do Norte, como agora não gosto das do Sul, detesto pura e simplesmente as mentes mesquinhas, que achava que só existia no Norte.

    Na minha opinião eu gosto dos ares de Lisboa, gosto do ar que se respira aqui, por mais poluido que seja, parece mais puro, acho tudo mais bonito. Até o transito na 2 circular me encantava. Até ter um filho... em que cada minuto no transito é um minuto a menos com ele. Agora moramos "perto"(70km) de Lisboa, mas onde não há trânsito, onde tudo é verde, e onde o ar é mais puro, mas honestamente, continuo a AMAR Lisboa! Agora se me mudava para lá? Também já não me imagino. MAs o facto de estar perto de onde respiro melhor, faz com que continue a preferir o Sul do que o Norte.

    As gentes são mais felizes, porque lá ganhasse menos, mas gastasse MUITO menos. Nisso eu notei muita diferença, e quando vim para cá, vim ganhar bem mais do que ganhava lá em cima, mas os gastos são superiores em tudo. Lá em cima o vizinho tem sempre uma galinha, umas couves, uns ovos para nos dar. Cá em baixo o vizinho também não. lol

    ResponderEliminar
  4. Acho que não há segredos, somos naturalmente assim, como disse a Sílvia! :)

    ResponderEliminar
  5. Vou rectificar o meu comentário porque escrevi à pressa e tinha alguns erros... Com todo o respeito pelo pessoal do Sul, mas acho que cá em cima as pessoas têm uma forma muito mais simples e alegre de receber os outros, acho também que o pessoal é muito espontâneo, humilde, tratam as pessoas como se de uma grande família se tratasse, mas lá está também existe muitos mete nojo cá para cima que não consegue que compreender que existe muita malta aí em baixo que são 5*****. Mania a minha de vir fazer comentários a correr e depois engano-me a escrever. Assim está direitinho tenho a certeza que me compreenderão melhor assim lol

    ResponderEliminar
  6. Eu acho que as pessoas,embora obviamente não seja regra, fora das grandes cidades têm uma capacidade extraordinária de receber. É nosso, está no nosso povo.

    ResponderEliminar
  7. Eu sou do Norte, moro em Lisboa há uns 8 anos, moro com um Alentejano, e nunca senti diferença nenhuma!
    Acho que depende o meio onde nos movemos...

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins