18 de abril de 2012

Viagem ao passado

Estou na escola e os miúdos da associação de estudantes puseram o "Dunas" dos GNR a tocar no intervalo grande. A escola é a mesma onde passei 6 anos da minha vida como estudante e agora, mais 4 como psicóloga. E por momentos voltei a ter uns quinze anos, os dramas do dia alternam entre a grande borbulha que me apareceu na testa, a humidade que não me permite ter o cabelo decente, o facto de ser a única miúda sem os all star da moda e os grandes óculos que, com medo que se tornem a causa da minha eterna morte social, tenho que começar a usar nas aulas, sob pena de não ver nada à frente do nariz. E quando acordo com o toque que me deveria chamar para as aulas, mas que me desperta para a realidade, tenho noção de como somos ingénuos quando não passamos de uns jovens adolescentes, sempre cheios de dramas. Hoje ponho erase paste na borbulha, orofluido no cabelo, lentes de contacto nos olhos e uso umas botas iguais a nenhumas e estou-me pouco importando com isso, porque sei que estou gira e porque me sinto bem comigo mesma. Hoje, os dramas são outros e penso: se soubesse na altura o que sei hoje, apenas para constatar que estou a ficar velha. E que provavelmente daqui a uns anos, olho para os meus trinta (e três) e penso exactamente o mesmo.

11 comentários:

  1. Como me revi!

    Mesmo! hoje ando um farrapo se me apetecer, sem medo de julgamentos...

    Lá morria de vergonha!

    ResponderEliminar
  2. Bem verdade...ainda me lembro bem desses dramas, que parecia que o mundo ía acabar ehehe!

    ResponderEliminar
  3. Também tinha esses dramas! Confesso que ainda hoje tenho aquela preocupação de saber se "estou bem" mas durante a semana :-)
    Sabe bem recordar... mas confesso que o meu estar bem agora não tem nada a haver com as minhas preocupações de miúda!

    ResponderEliminar
  4. Viagens ao Passado...vou lá tantas vezes!

    ResponderEliminar
  5. Até eu com os meus 20 e poucos anitos já revejo a minha adolescência, que não está assim tão longe, assim! LOL

    ResponderEliminar
  6. Penso tantas vezes nisso! Adorava voltar atrás uns anos, e reviver tudo com o que sei hoje. Devia ser uma experiência e tanto! (Em algumas partes aborrecida também, não duvido...).

    ResponderEliminar
  7. Cada vez que me lembro dos meus dramas de adolescente parto-me a rir.

    ResponderEliminar
  8. Penso exactamente a mesma coisa ;) Adorei este post!

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins