3 de maio de 2012

Livros


Este foi a minha companhia para a espera nervosa de hoje de manhã. E quando pensei que uma das histórias poderia mexer muito comigo (andei mesmo a adiar a sua leitura à conta disso), fui agradavelmente surpreendida com sorrisos espontâneos provocados pela densidade das emoções que nos relata o autor. Obrigada Valter. Parece-me o início de uma bela relação!

9 comentários:

  1. Já tive para o comprar algumas vezes mas não sabia se ia gostar. Mas pelos vistos vale a pena :)

    ResponderEliminar
  2. Nunca li nada deste autor. Sinto-me curiosa, mas tenho medo de encontrar uma escrita demasiado densa...

    ResponderEliminar
  3. Adoro-o! Já leste "Contabilidade", também dele? É um livro de poemas...genial...

    ResponderEliminar
  4. Dina, acho-o denso nos sentimentos, mas de uma forma que me agrada.

    Atena - Não. Estou no primeiro...de muitos, provavelmente!

    ResponderEliminar
  5. Eu tenho aqui ao meu lado "A Máquina de fazer Espanhóis" (sim, estou um bocado atrasada :P ). Nunca li nada dele mas ando há séculos para ler, espero gostar :)

    ResponderEliminar
  6. Espero que gostes Cat*zinha! Também já estive com esse nas mãos.

    ResponderEliminar
  7. Já tive com esse livro a mão várias vezes e acabei porque nunca o ler..Pode ser que seja o próximo xD

    ResponderEliminar
  8. Já tive com esse livro a mão várias vezes e acabei porque nunca o ler..Pode ser que seja o próximo xD

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins