19 de junho de 2012

Coisas que me afastam da blogsfera

Esta constante necessidade de se falar mal. Fala-se mal de tudo, muitas vezes subtilmente, de forma a enaltecer-se a si mesmo. Outras vezes é mesmo à descarada. E fala-se do que outros escrevem, vestem, pensam, fazem, partilham, as suas relações, as suas decisões, o que for. Como se fossemos melhor do que os outros que não são como nós somos, sentimos e vivemos. Que não se vestem como nós e que lêem livros de autores que desprezamos. E ao escrevê-lo aqui, estou ironicamente a fazer o mesmo, mas a verdade é que já não posso com post's assim. Isto cansa-me na blogsfera e na vida lá fora. Perdemos demasiado tempo a avaliar os outros e pouco tempo preocupados em sermos melhores, apenas por nós próprios e não por comparação ou para que os outros notem. E pronto, agora atirem-me os vossos calhaus, que o que está escrito, está escrito.

17 comentários:

  1. Olá querida *BÊ*.... não eu não atiro calhaus nem pensar. Concordo com tudo o que escreveste. Fala-se e achincalha-se tudo e todos por nada.
    *BE*ijinhos

    ResponderEliminar
  2. Qual calhau, atiro-te é um agradecimento pela lucidez. É bem verdade o que dizes. Isto tem dias que é uma feira das vaidades...

    ResponderEliminar
  3. Não atiro calhaus porque já deixei de visitar alguns blogues por isso mesmo!

    Anabaela Machado

    ResponderEliminar
  4. Sem calhaus, apenas sorrio porque é bem verdade =)

    ResponderEliminar
  5. Sabes infelizmente a blogoesfera mais não é que um espelho da vida lá fora... a diferença aqui é que muitas vezes se potenciam estas situações por causa do anonimato!

    ResponderEliminar
  6. Oi Bárbara! Já li outros desabafos destes seus aqui e sempre fico confusa, pois sigo vááários blogues aqui no Brasil e nunca ninguém perdeu tempo falando mal de alguém ou de um blog. Fala-se sim de uma roupa de algum Óscar ou de um cabelo novo de um artista qualquer ou tira uma foto de si próprio e comenta divertidamente/sarcasticamente. Enfim ...
    Estou para comentar sobre aquela resposta do creme tbém e nào tive tempo. Ando estudando horrores!! É o último ano dos estudos e quero MTO passar e nào buscar um emprego em empresa privada. Aqui as massagens tbém são caras. Pago 60 Euros por sessão e agora, após a cirurgia foi preciso no ínicio ir 3 vezes na semana, já diminuí para duas e a partir da prox semana só vou 1 vez. Mas foi a melhor coisa que eu fiz na vida, se soubesse, teria colocado o peito e feito a lipo háá muitos anos!! A massagem ajuda, mas nào é milagrosa. No meu caso é um "mimo" que eu me dou. Há quem vá jantar fora, há quem pague roupa, bolsa, eu me dou a massagem. Passo o dia inteirinho sentada estudando, lendo códigos, leis, artigos, Matemática financeira, Raciocínio Lógico, entào estar ali naquela maca sendo massageada é maravilhoso e minhas costas agradecem MTO! Mas olha, sigo com mta celulite na parte posterior da coxa e no bumbum ... nào me incomodo tanto, nào há mais o quê fazer. Me alimento bem, faço mta ginástica, estou tomando Whey Protein e ainda assim tenho! Mas qto aos cremes, ahhhh nestes eu nào creio mesmo! Recordo que paguei um creme da Dior super famoso quando eu morava aí - é para celulite e nào avi absolutamente diferença alguma. Agora vou testar na massagista da minha mãe uma máquina nova - HECCUS - parece que dói e pq tudo que traz dor a gente associa como eficaz??? Hahaha!!
    Da minha parte, querida amiga, eu adoraria que vcs viesse a morar no Brasil! Aqui vc ia poder fazer mta coisa que talvez aí seja mais caro mesmo.
    Quero falar ctg tbém sobre a gravidez. Só pelo que vc mencionou da endometriose, qro te contar dos amigos que me rodeiam.
    Um beijo mto carinhoso!!

    ResponderEliminar
  7. grande verdade. e a maneira rapida e facil de se sentir melhor- mesmo se eu nao entendo como isso possa ajudar.

    ResponderEliminar
  8. Palavras certeiras.

    Mas o principal problema não são as opiniões negativas. Regra geral, o problema é a forma como elas são emitidas...

    Um grande beijinho querida

    ResponderEliminar
  9. Eu penso o mesmo. No entanto, não raras vezes, dou por mim a julgar os outros precipitadamente, a falar mal de alguém ou a comparar-me. Tenho consciência disso e tento não o fazer... mas penso que se deve à condição humana. Ainda que não seja desculpa para tudo. :)

    CM

    ResponderEliminar
  10. CM - pelo menos tens consciência disso. Eu sinto o mesmo, é como dizes, faz parte da condição humana. Mas sabê-lo já é um passo para melhorar.

    ResponderEliminar
  11. Na mouche Bê. É inevitável, o julgamento é inerente ao ser Humano, mas tentar amenizar isso, não fazer disso bandeira é meio caminho andado para se ser uma pessoa melhor. Eu todos os dias tento sê-lo. **

    ResponderEliminar
  12. Poxa é exatamente o que penso e andei pensando nos últimos tempos sobre as redes sociais de algumas pessoas. Parece se ter prazer de atirar a desgraça pessoal ao mundo para que todos saibam...

    ResponderEliminar
  13. É infelizmente muito comum =( E nada produtivo! Enfim respira-se fundo .... e depois há blogs como o teu que sempre que o feed pisca com novos post venho cá espreitar =)

    ResponderEliminar
  14. Bê querida não podia concordar mais, e vê-se tanto ressabiamento que até arrepia. beijo

    ResponderEliminar
  15. Se um dia me vires com esse tipo de registo, chama a polícia, pois é sinal que estou amarrado no armário e alguém tomou conta do blog! Beijoca!

    ResponderEliminar
  16. Rafeiro, fica combinado! Beijoca para ti.

    ResponderEliminar
  17. Vantagem da blogosfera: quando não há paciência para esse tipo de posts fecha-se a página e deixa-se de seguir a pessoa! Era tão bom que a vida também fosse assim... Por vezes também me apetece fechar a página a duas ou três pessoas... Lol

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins