30 de setembro de 2012

Bom domingo!

Depois de uma semana terrível, de muito trabalho, de dramas familiares, de pouco descanso e de um sábado enfiadita no sofá a tentar curar uma alergia sazonal que me pôs num estado lastimoso (olhos pequeninos, nariz gigante e permanentemente entupido, cara inchada e uma dor de tudo interminável), tudo o que eu queria era aproveitar bem o domingo. Mas, para mal dos meus pecados, ele foi jogar futebol e eu tenho que fazer a faxina, que é coisa uma assim para lá de espectacular para mim (not!). Enfim, resta-me acabar a coisa o quanto antes e depois, render-me à preguicite e às leituras (o novo livro do Kenzinho já cá vive!) e a bebericar o meu chá favorito.
Um bom domingo para todos vocês, cheio cheio de sorrisos, sim?

24 de setembro de 2012

Acessórios

 
 
Sou fã de acessórios. Adoro colares, brincos, anéis e pulseiras, embora os use com moderação. Nunca uso colar e brincos ou pulseiras e anéis em simultâneo. Hábitos que já me vêm de sempre e que não consigo mudar. Da mesma forma não uso mais do que uma ou duas pulseiras de cada vez - não sou fã de grandes quantidades - e se uso pulseira, não uso relógio. Sou moderada nas compras e só compro o que realmente gosto e que sei que vou usar. No dia a dia sou mais étnica, mas tenho também peças mais clássicas, na sua maioria oferecidas pelo P. (que eu nunca gasto muito dinheiro comigo nestas coisas) e que eu adoro.
Estas 3 foram as minhas últimas compras. Peças simples, que eu adoro e todas a preços bem simpáticos, que eu tenho para mim que não precisamos de gastar grandes fortunas em acessórios e em roupa para estarmos bem e elegantes. O bom gosto não tem preço e o estilo não se compra. Tenho dito! 

21 de setembro de 2012

O amor nas coisas simples da vida

O toque dele a meio da noite. Um beijo na minha cara, uma festa nas minhas costas. Puxar o lençol, para me tapar e abraçar-se a mim, por vezes julgando-me adormecida. Porque o amor, mais do que nas palavras, está muitas vezes nos (aparentemente) pequenos gestos.

19 de setembro de 2012

Modo: depressão

 
                                                                              by Mango
 
Hoje comprei o meu primeiro vestido L. Este da imagem, que andava a namorar há dias. Ainda experimentei o M, mas depois de quase deslocar uma costela, de a minha clavícula quase sair do lugar e de desesperar nos segundos em que imaginei que tinha que pedir socorro à menina dos provadores ou de ficar presa para sempre com o vestido entre as costas e a cabeça (e com o rabo todo de fora), lá me resignei e trouxe o L cheia de beicinhos tristes. Agora vou deprimir um bocadinho e convencer-me que o problema é da cintura elástica do vestido, que não tem nenhum fecho e que foi feita a pensar em cinturinhas de vespas desinteressantes. Bah!

18 de setembro de 2012

Das sms

 
Quase quatros anos depois de me ter casado, a casa onde comprei o meu magnífico e lindíssimo vestido de noiva, continua a enviar-me sms de feliz aniversário. Meiguices à parte, que eu gosto de receber estas felicitações, pergunto-me se os divórcios estão assim tão facilitados e são tão frequentes, que eles se sintam à vontade de me adoçar, para que compre lá o meu próximo vestidinho de noiva. Esqueçam lá isso meus amores. Mesmo que numa hipótese tão remota quanto plutão, tal coisa acontecesse (o divórcio), jamais voltaria a casar. Nunca se deve dizer/escrever nunca, mas neste caso eu escrevo nunca...Ele é o tal, nada a fazer.

16 de setembro de 2012

Corram, corram muito!!


E pode ser que ainda apanhem estas belezuras que custam 99,95€, na nova colecção da zara...Ah e tragam para as amigas, para a mãe e para as irmãs elas agradecem e ficam já preparadinhas para o carnaval que isto é um pulinho e fevereiro chega logo logo.

E ontem foi assim:


Ontem foi dia de dar sangue e depois de a médica me ter dito que deveria ir para casa descansar, não apanhar sol e beber muitos líquidos, fui para a manifestação. E fui muito bem. Não me deu nenhum chilique e o que vi foi grande, arrepiante, emotivo e orgulhoso. Um mar de gente (e de cães!) de todas as idades, de todas as classes sociais, todos a pedir por um país melhor. Foi emocionante fazer parte daquele momento e viver aquela adesão contagiante.
Não fui por mim, fui por este país que ainda amo e que quero ver feliz. Fui por todas as pessoas com as quais me cruzo e que têm direito a uma vida melhor. Fui pelas minhas irmãs e pelo meu sobrinho, pelos meus afilhados, que eu não quero ver emigrar. Fui por Portugal. E voltarei sempre que necessário.


* Fotos descaradamente roubadas do facebook de um amigo, já que as minhas ficaram uma autêntica vergonha.

15 de setembro de 2012

Novas decisões


Por esta altura do ano, qual reentre, gosto sempre de mudar o visual. Como referi noutro post, o mês de setembro sabe a recomeço e recomeço vem sempre abraçado à mudança. Isto para dizer que depois de um ano a lamentar-me  por ter feito uma maldita franja, que finalmente tinha crescido, esta semana dei comigo a pensar mudar e como não me apetece cortar o cabelo (quanto mais curto, mais espanador) e pintar muito menos (só quando os brancos ameaçarem tomar conta do pedaço) só me ocorria voltar à franja. Depois de ser bombardeada com fotos de caras conhecidas (e larocas) que ficam giríssimas de franja, hoje lancei a pergunta fatal ao P., que isto de mudarmos algo no nosso visual, deve sempre ser carimbado com o selo de concordância das nossas caras metades. Ora depois de de me dizer várias vezes que fico linda das duas maneiras (yeah, right!) lá lhe saiu um "a franja faz-te mais nova". Minutos depois eu saía do wc de tesoura espetada e franja ainda mais espetada, perante o seu olhar incrédulo, uma vez que quase dez anos a viver juntos não foram ainda suficientes para perceber que quando meto uma na cabeça, tem que ser na hora e no que ao cabelo diz respeito, sou responsável por cerca de 70% das suas mudanças. E eu lá tenho paciência para esperar um mês por uma vaga no meu cabeleireiro mãos de fada de sempre. Em dois minutos saiu uma franja e, espero, uns aninhos de cima, aos seus olhos. Amanhã estarei muito provavelmente mais do que arrependida, quando acordar com a franja no ar. A ver vamos, mas aposto que sim. Porque ser mulher, é ser assim.

14 de setembro de 2012

Bê's B-day!

Porque hoje é o meu dia e porque eu sou das que gosta de fazer anos. Das que não esconde a idade que tem. Das que não tem medo dos anos que passam, sinónimo de histórias e vivências. Das que não receiam o dia de amanhã e não vive das memórias de ontem. Das que gostam de ser mimadas pelos que mais ama. Das que gostam de ser lembradas carinhosamente no seu dia especial...
 
 
Têm sido 34 anos cheios de tudo: sorrisos, lágrimas, perdas e vitórias. Venham outros tantos!





Nota: post agendado. Ainda estou de férias. Até ao meu regresso, com muitas fotos para mostrar e sorrisos para partilhar!

7 de setembro de 2012

Curta...



E ao passear hoje pela blogsfera e pelo facebook, só posso ficar feliz por este blog ser tão discretozinho quanto pouco conhecido. Caramba, que há muito, mas mesmo veneno cruel por aí, resultado de frustrações descarregadas nos locais errados... :'(

Bom dia e...


Bom fim de semana, cheio de sorrisos! São os desejos da família do Cantinho, que está prestes a fugir para um lugar feliz, para uma semana de férias bem merecidas e que têm tudo para ser maravilhosas. Nós os dois, o mar e a paz do nosso Alentejo, onde vive a minha infância e que eu tanto adoro.
Regresso mesmo mesmo a tempo de receber os parabéns pelo meu aniversário. Até lá!

6 de setembro de 2012

Diálogos entre tia e sobrinho*

Eu - Então e gostas da escola? (ah, a fatídica pergunta que nós detestávamos e que agora fazemos sem piedade)
J. - Não (olhos presos na play station)
Eu - Porquê?
J. - Porque sou preguiçoso...
Eu - Então e o que é que queres ser quando fores grande? (mais um clássico das perguntas chatas dos adultos)
J. - Jogador de futebol.
Eu -Mas para seres um bom jogador de futebol tens que ser um bom aluno e gostar da escola! (mentirosaaa)
J. - E o Cristiano Ronaldo?
Eu - Errrr...
...
...
...
Eu - Então e que filme queres ver? (troca de assunto disfarçada, que eu cá não gosto de enganar os piquenos e não o quero desviar dos bons caminhos)


*Sobrinho de 7 anos, giro giro giro. Foi um belo fim de tarde ;-)

5 de setembro de 2012

Serviço público

Homens deste Portugal e arredores, fica a notinha: grande parte da população feminina não gosta de piropos e "sons estranhos" quando passam por nós, no meio da rua. É brega, é ordinário, é de muito mau gosto. Faz-me sentir insegura, exposta, quase "usada", como se estivessem a ver mais do que deviam e obriga-me a fingir que sou surda e cega. Enfio-me debaixo dos óculos escuros, olho na direcção contrária e finjo que não é cá nada comigo (tal e qual como quando aquelas empresas chatas dos créditos me tentam abordar). Por vezes fico com vontade de descer do salto e dizer-vos umas verdades na cara, mas cheira-me que homem que é capaz de ser ordinário na rua, terá também uma tendenciazita para a violência. Não se aguenta. E fica-vos tão, mas tão mal. Nem o "tanta saúde rapariga, tanta saúde" que me lançaram ontem se escapa. Prefiro passar sossegadita e discreta e que não pensem na minha saúde, que está bem muito obrigada, fora as náuseas que se me colam à pelo quando ouço estas coisas, ou se o meu pai é escultor, que não é, embora tenha muito jeito para pintar e a minha mãe uma ostra (e estes são dos menos maus)...Por favor, guardem-nos para vocês. Eu agradeço e cheira-me que muito do mulherio também!

3 de setembro de 2012

Sê bem vindo

 
Setembro é um dos meus meses favoritos. Porque é um mês de mudanças esperadas, de recomeços felizes, de regressos aos sítios de sempre. De noites mais deliciosamente frescas e da chegada do Outono, essa estação com cheiro a terra e a castanhas assadas, que eu tanto adoro. Um mês de aniversários familiares, de festas, de despedidas, perfeito para aproveitar os últimos dias de Verão, de sol, de mar e de calor. Porque foi neste mês que a minha vida começou, há quase 34 anos atrás, sei e sinto que é um mês perfeito para comemorações e sorrisos. É o meu mês. É Setembro, com S maiúsculo, com toda a sua grandeza merecida.
Sê bem vindo Setembro!

1 de setembro de 2012

Procuram-se!!

2 Bilhetes comprados há meses atrás, para o concerto dos Bush amanhã, no Coliseu dos Recreios de Lisboa. É caso de vida ou morte, ou pelo menos de divórcio, vá, que tudo indica que fui quem lhes deu sumiço ao arrumá-los* tão bem. É daquelas coisas pouco possíveis de acontecer, mas mais do que prováveis na vida de Lady Bê...
 
 
 
* e porque a possibilidade de estarem numa gaveta cujo conteúdo foi, há cerca de um mês, quase todo para o lixo, é mesmo assustadoramente grande...