4 de janeiro de 2013

Decisões

Pois que o meu marido voltou ao futebol, desta feita, para ser treinador adjunto num clube no qual já jogou e que lhe vive no coração e na memória. Quando recebeu o convite não o aceitou sem falar comigo, sem pedir a minha opinião. E eu, atenta que sou ao seu amor pelo futebol, por tácticas e técnicas e sabendo que os seus 37 anos já não lhe permitem ser jogador com a agilidade do antigamente e que as jogatanas em clubinhos de 5.ª divisão não lhe enchiam o estômago, não pensei dois segundos antes de lhe dizer que tinha a certeza que deveria aceitar. Custam as ausências sentidas, que custam, custam os domingos inteiros fora, o ter menos tempo para nós,  mas a felicidade que sinto por sabê-lo envolvido num projecto que tem tudo a ver com ele, ultrapassa o sentimento de ausência. E aproveito para ter mais tempo para mim. Tempo de qualidade, entre escrita e leituras, entre compras e cozinhados, entre pesquisas de receitas e projectos. E continuamos felizes como sempre. Porque viver uma relação é também saber dar ao outro espaço para si.

19 comentários:

  1. Fizeste bem :)

    Assim se ve as grandes mulheres que estao atras de grandes homens :)

    Paulinha

    ResponderEliminar
  2. Nem mais! Que cabeça tão saudavel que tens!

    Rita

    ResponderEliminar
  3. Aprende-se tanto contigo, Bê. Obrigada, a sério. Bjs, Joana.

    ResponderEliminar
  4. É uma verdade quando dizes "viver uma relação é também saber dar ao outro espaço para si". É importante que cada um tenha o seu espaço e os seus momentos, para fazer o que quiser. Uma relação que só vive um do outro acaba por cansar muito...

    ResponderEliminar
  5. Ninguém deve deixar de fazer o que lhes traz felicidade e realização. Penso mesmo que a próprio relação beneficia com isso!

    ResponderEliminar
  6. Ora nem mais!!!
    Boa sorte para os dois ;)

    ResponderEliminar
  7. A felicidade é essa mesmo! Parabéns! ;-)

    ResponderEliminar
  8. Tens toda a razão quando dizes que "viver uma relação é também saber dar ao outro espaço para si"! Acho que esta frase devia ser lema das relações!

    ResponderEliminar
  9. Parabéns aos dois.Parabéns pela última frase deste texto. Bjs e abraços.

    ResponderEliminar
  10. É mesmo isso Bê, uma relação a sério é aquela onde se dá espaço e liberdade ao outro para ele poder fazer coisas que o fazem feliz. E, claro que, uma das coisas que deixam o outro mais feliz é estar connoqsco. Eu costumo dizer que há tempo para tudo. E é fundamental gostarmos que a outra pessoa esteja feliz, mesmo que isso implique alguns momentos longe de nós :) quando se gosta, mesmo, quer-se o melhor para a outra pessoa, aquilo que a faz feliz.

    ResponderEliminar
  11. É verdade que o amor implica sacrifícios.
    Mas há-de tudo correr bem! :)

    ResponderEliminar
  12. É verdade que o amor implica sacrifícios.
    Mas há-de tudo correr bem! :)

    ResponderEliminar
  13. É verdade que o amor implica sacrifícios.
    Mas há-de tudo correr bem! :)

    ResponderEliminar
  14. A essa tua decisão chama-se amor.

    ResponderEliminar
  15. Mas que bem. Ele fica feliz e tu ficas feliz ao vê-lo feliz.

    ResponderEliminar
  16. não podia concordar mais. quando amamos não podemos ser egoístas, somos um do outro mas também somos do mundo *

    ResponderEliminar
  17. Muito verdade o que escreveste... E esses bocadinhos só espicaçam a saudade! :)

    ResponderEliminar
  18. A tua atitude é uma forma bastante bonita de demonstrares que o amas :)

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins