10 de março de 2013

Inspiração precisa- se...

Estou a tentar desesperadamente terminar de escrever uma peça para os meus queridos velhotes. O problema é a sua dificuldade em decorar falas e alguma insubordinação a que a idade lhes dá direito. Tentámos fazer uma coisa assim, mais livre e louca, mas os ensaios foram uma rambóia, com todos a falar uns por cima dos outros, todos a querer aparecer - elas então, são umas vaidosonas. Agora preciso de os pôr até junho na linha e a decorar, pelo menos, algumas falas - falas essas que estou a tentar escrever, mas hoje estou com a inspiração de um caracol, sobretudo porque se trata de uma comédia e por isso, a coisa tem que ter pelo menos alguma piada.
São uns queridos. Adoro-os com todo o meu coração. Mas dão trabalho...nossa! Mas é como se tivesse ganho meia duzia de avós e  outra de tios fofinhos que me tratam com a maior das doçuras e carinho. Sou uma sortuda, é o que é.

4 comentários:

  1. Acho querido que tenhas esse imenso respeito pelos velhotes, e que os valorizes. Quem me dera que toda a gente fosse assim. Get inspired! :)

    ResponderEliminar
  2. Imagino a sensação que é :) eu digo o mesmo mas em relação às "minhas" crianças.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Nancy Wilde, obrigada pelas tuas palavras. Tenho de facto ganho muito nestes momentos!

    Sofia, imagino que sim ;-)

    ResponderEliminar
  4. Um truque que costuma funcionar com os meus velhotes é utilizar falas ritmadas ou mesmo em música (cantadas), pois tornam-se mais fáceis de decorar. E repetir...muitas muitas vezes!

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins