1 de março de 2013

Last day...

Quatro anos e meio da minha vida, numa caixa de cartão
 
 
Acordo entopercida, como em qualquer outro dia. A almofada é sempre mais atraente do que o chão do meu quarto, mas eu luto comigo mesma para ganhar a coragem de enfrentar o frio fora dos cobertores. A minha gata segue-me os movimentos lentamente ensonados com os seus olhos doces e sedentos de carinho. O despertador toca uma e outra vez e eu marco-o, como sempre, para 10 minutos depois. Faço o mesmo que faço todas as manhãs: tomo o meu banho bem quente, tomo o pequeno-almoço minimalista de sempre enquanto espreito as notícias...de sempre, em alguns minutos escolho a roupa, enfadada com um guarda roupa que já pede a primavera, faço uma maquilhagem rápida e saio de casa, pronta para enfrentar o frio nos 5 minutos que separam a minha casa da escola onde trabalho. Volto atrás para garantir que o ferro ficou desligado e que os gatos não ficaram presos em alguma assoalhada fechada. Sigo caminho. Como em todos os outros dias, vou ao bar dos professores - esse território proibido quando era aluna nesta mesma escola - e bebo o meu carioca muito muito fraco, sob protestos de quem acha que carioca fraco não presta, acompanhada de alguns colegas (e não adianta repetir que não posso beber café nem carioca normal, porque não há como entender). Pomos a conversa das últimas horas em dia, rimo-nos e saudamos cada colega como se não o víssemos há tempo demais. Descemos para o nosso espaço. A nossa casa nos últimos quatro anos e meio. As nossas paredes, as nossas mesas, agora já praticamente vazias de tudo, prontas para ganhar pó. Terminamos um relatório que nos veio ocupar os últimos momentos, entre gargalhadas e memórias que teimam em não nos deixar e planeamos o almoço no melhor italiano da nossa cidade. Somos cinco a despedirmo-nos hoje do trabalho que nos despede.
Olho as paredes que me envolvem e que me acolheram durante este tempo. Paredes que me viram a viver tanto: derrotas e vitórias, a ansiedade do casamento, o sorriso do regresso da lua de mel, discussões, fases boas e fases más, descobertas das mais puras amizades, lágrimas de angústia por não poder fazer mais, lágrimas de tristeza pela cada vez mais desesperada sociedade em que vivemos, imaginação para ultrapassar as limitações de um sistema público, o medo em cada fase que antecedeu cada operação, cansaço, motivação, alegria, ansiedade, tristeza e esperança. E tanta coisa mais. Sentimentos ambíguos, associados a muito mais do que um emprego, porque eu vivo de entregas e entreguei-me a este trabalho com toda a minha alma. E fica lá um pouco de mim, um pouco de nós, desta equipa maravilhosa com a qual tive a felicidade de trabalhar. Sem lágrimas, sem lamentos, com a certeza de que os nossos caminhos se cruzarão, porque somos muito mais do que uma equipa de trabalho.
 
Hoje será o último dia neste trabalho. Amanhã será o primeiro dia de uma nova fase. Até já meus queridos - tenham um excelente fim de semana, cheio de sorrisos.

17 comentários:

  1. ohhh Be tenho mta pena, desejo-te imensa sorte.

    Maggie

    ResponderEliminar
  2. Boa sorte para esta nova fase e um bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  3. Boa Sorte. Mas como eu acho que a sorte também se conquista. Muita perseverança nesta nova fase. Felicidades!
    bj

    ResponderEliminar
  4. A vida é mesmo assim, e infelizmente hoje em dia temos que estar mesmo preparados para estes fins de ciclo mas outros melhores vão chegar, é assim que temos mesmo que pensar e encarar sempre o dia com um sorriso na cara, ou pelo menos, tentar!!

    Beijinhos e bom fim de semana *

    ResponderEliminar
  5. Tenho ideia que trabalhamos na mesma área. Eu ainda-me me vou aguentando mais uns dias por cá, mas não sei bem quantos... aliás não sei de nada! Tal como tu, e ao contrário das algumas das minhas colegas, também tenho vindo a investir na minha formação e acredito que um futuro melhor me espera, numa nova área que me preencha e que seja valorizada pelos demais (se é que me entendes). Acredito que vais ser bem sucedida. Basta acreditar e fazer por isso! Força!

    ResponderEliminar
  6. Este ciclo terminou hoje. Amanhã haverá um novo, pronto a começar!

    Beijinhos, boa sorte, muitos sorrisos e um bom fim de semana!
    :)

    ResponderEliminar
  7. que texto tão sincero. realmente, dizer adeus nunca é fácil, ainda por cima depois de se terem partilhado tantos anos no mesmo sítio, com as mesmas pessoas... mas como tu és uma mulher forte e cheia de garra, bastante positiva, tenho a certeza que vai arregaçar as mangas e ir à luta, e a vida encarregar-se-á de te recompensar. beijinho e boa sorte nesta nova fase *

    ResponderEliminar
  8. Percebo-te muito bem...

    Desejo-te tudo de bom e, como dizes, é uma nova fase. Por certo que, com perseverança e optimismo, o futuro irá sorrir-te!

    ***

    ResponderEliminar
  9. Boa sorte para as próximas janelas que se irão abrir para ti querida.

    ResponderEliminar
  10. Muita sorte para a próxima fase. Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Agora há que ter força e enfrentar o que aí vem.
    Ps. já vi que és uma lutadora e que já tens algumas coisas programadas.

    FORÇA ;)

    ResponderEliminar
  12. Obrigada pela força minhas queridas. Estou pronta para enfrentar o mundo!

    ResponderEliminar
  13. Que toda a sorte do mundo te acompanhe! E que consigas seguir os teus sonhos :) eu torço por ti acredita! Beijinho

    ResponderEliminar
  14. Desejo-te toda a sorte do mundo.....no final deste mês também eu me despeço do meu local de trabalho que se tornou quase a minha casa nos ultimos 6 anos...vai custar muito! Mas tenho ai uma formação "à porta", numa area completamente diferente e planos que me estão a tirar o sono, porque tenho medo do incerto, mas que poderão ser a saida neste momento...
    Desculpa o testamento...beijo!!!

    ResponderEliminar
  15. Susie, muita sorte e tudo de bom para ti querida. Também ando a apostar na formação e mesmo na possibilidade de mudar de área, ainda que dentro da psicologia.

    ResponderEliminar

  16. =(

    Que surja depressa algo que te deixe muito feliz!

    ResponderEliminar
  17. Olá! Esta é a minha primeira visita aqui ao blog. Achei curioso tê-lo encontrado justamente agora pois, apesar de viver noutro canto do mundo, estou a passar pela mesma situação. Daqui a uns meses vou ficar oficialmente desempregada, vou ter que enfrentar o último dia de uma etapa importante da minha vida.
    Além disso constou-me que queres apostar nos estudos, algo que também está nos meus planos. Há sempre alguém a passar pelas mesmas experiências que nós :)

    Gostei do blog e vou seguir!

    Beijinho *

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins