21 de março de 2013

Perguntinha

E investir num negócio nos tempos que correm... acto de pura loucura ou de estúpida coragem? Fica aberta a discussão - Opinem!

10 comentários:

  1. A mim parece-me arriscado. Mas tudo depende do tipo de negócio e do local. Acho que não teria coragem de arriscar.
    Lu

    ResponderEliminar
  2. Se for algo diferente, arrisca.

    A minha irmã arriscou há ano e meio e tem tido sucesso.

    ResponderEliminar
  3. acto de estupida coragem :) mas nunca se sabe ...

    ResponderEliminar
  4. Eu não arriscaria. Sobretudo se a pessoa em causa estiver a trabalhar.

    ResponderEliminar
  5. Acho que é aRRIscado, mas por vezes é nestas alturas que verdadeiros negócios florescem. depende pois de inúmeros factores e da forma como as pessoas se envolvem, do tipo de negócio, do público alvo, da zona escolhida e, claro, do empenho.

    Ana Manana

    ResponderEliminar
  6. Estúpida coragem! :)

    Às vezes precisamos destes rasgos de coragem na nossa vida.

    ResponderEliminar
  7. Estúpida coragem, até concordo. Mas estou a pensar seguir por aí...

    Ficamos à espera de novidades :P

    ResponderEliminar
  8. Bem...eu soube há duas semanas que o meu serviço (e mais uns quantos) ia ser fechado. Tradução: algures no tempo vou engrossar a lista de desempregados. A minha reacção actual é exactamente pensar num negócio meu! Tento pensar neste percalço como uma oportunidade, pois de outro modo jamais sairia de onde trabalho e jamais pensaria em alargar horizontes fora da minha área de licenciatura.
    É arriscado, eu sei, mas se não é agora, é quando? Fazer algo que goste, que seja um projecto em que possa entregar-me de corpo e alma é um sonho, mas sei que se começar a trabalhar noutro local não irei largar a "segurança" (utópica, como se vê, pois estava efectiva e há quase 8 anos no mesmo sítio). Tenho 31 anos, ainda não tenho filhos... é a hora certa. Só falta ter A ideia.
    Portanto só posso acrescentar: Força!

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins