18 de abril de 2013

Porque somos nós que criamos o futuro ...

Durante o período de largos meses entre o saber que ia ficar desempregada e o momento presente, salvo raras excepções, foram muitas as pessoas que me abordavam, cheias de pena indisfarçável de mim, fazendo todo o tipo de comentários desanimadores, típicos de quem acompanha a crise de perto e se deixa afundar em pensamentos dramaticamente negativos. Houve mesmo quem tivesse a coragem de me dizer que se calhar era melhor interromper o processo de fertilidade, porque não deveria ser mãe estando desempregada. Fui sempre encarando tudo com a máxima paciência e tranquilidade e nunca fiz da situação um drama, que para mim nunca existiu. Claro que me preocupa o futuro, mas vivo um dia de cada vez e sou uma pessoa cheia de uma fé optimista inabalável.
Quando vim para casa, fui convidada por uma amiga para fazer parte de um projecto que ela tinha desenhado na cabeça e que ansiava passar para a realidade, projecto esse que já tinha partilhado comigo. Na área da psicologia, do desenvolvimento pessoal, este projecto tinha o meu nome escrito em todo o lado e não pensei nem um segundo e já estava completamente embrenhada no assunto.
Comecei a contar às pessoas à minha volta e regressaram os comentários cépticos ou então os que achavam piada à coisa, mas que pensavam que ainda ia demorar a pôr tudo a andar. Outros acho que nem me levaram a sério. Quando lhes disse que abria a empresa ainda este mês, com direito a festa de inauguração e tudo, a maioria ficou de boca aberta (acho que até eu ainda estou um bocadinho). Ainda nem estou oficialmente desempregada. Estou em casa, porque deixei o trabalho todo organizado e a minha directora achou por bem deixar-nos entrar de férias (alargadas) em vez de nos enfiar em gabinetes bafiosos, a olhar para as rachas das paredes. Na terça que vem abrimos oficialmente as portas. Temos site, página no facebook, formadores, psicólogos, enfermeiras, terapeutas e afins de áreas imensas, contactados, entusiasmados com o projecto e cheios de vontade de trabalhar connosco. Tenho tido imenso trabalho: chego a ficar no computador até às 3h da manhã, sempre com uma motivação tremenda, como há muito não existia em mim, porque há muito tempo que não criava. Acordo tão cedo como quando trabalhava, cheia de ideias novas, cheia de sorrisos. E ainda tiro cursos pelo meio: um de 3 meses, outro de 3 semanas e outros cujo tempo ainda está por determinar. E sinto-me bem. Receosa, é certo, porque tive uma pequena indemnização e parte desta está já enterrada em obras, rendas, pinturas, materiais e decorações... não sei o que o futuro me reserva, mas em vez de esperar que ele me chegasse, eu corro cheia de projectos na cabeça e de braços bem abertos, atrás do que sempre quis: trabalhar por conta própria. Trabalhar nos meus projectos, à minha maneira, na minha área. Estou com uma energia desmedida e cheia de vontade de tudo e o P. tem sido pacientemente incansável em todo este processo e confia cegamente em mim, o que me dá uma segurança imensa. 
Sim, estou feliz.

42 comentários:

  1. Não vale a pena ligar a quem só nos quer puxar para baixo. Adoro ler relatos como este. Toda a sorte do mundo para ti e para este projeto. bjinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que neste momento as pessoas estão todas muito negativas, por causa do momento que vivemos. Eu acabo por tentar ser optimista por todos :)

      Eliminar
  2. Pronto... disto tudo só posso dizer: quem me dera ser assim, positiva.

    Bjo*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. *Ladubug*, espero que consigas ~vir a ser, porque é algo que podemos aprender :)

      Eliminar
  3. que bom Bê :) 'conhecendo-te' sabia que não ias ficar à espera de braços cruzados e que irias à luta. é bom ver gente empreendedora e sem medo de arriscar (ou melhor, com uma coragem maior do que o medo). beijinho e muita sorte e sucesso neste novo projeto ***

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hermione querida, obrigada pelo teu comentário :-)

      Eliminar
  4. Eu desejo-te imensa sorte e acho que este teu ato de coragem vai trazer bons frutos. Trabalhar é bom, mas trabalhar no que se gosta, como se gosta, é muito bom.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo. Tive a sorte de, no passado, fazer muita coisa que gostei, mas no último emprego cheguei a uma fase de estagnação. Estava a precisar de algo assim, mesmo arriscando tudo!

      Eliminar
  5. Parabéns, continua com essa força, esse é o espirito. Bjs

    ResponderEliminar
  6. Boa! Pode ser que esse período mais conturbado possa realmente mostrar-te todo um mundo novo de possibilidades. :))))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Às vezes é assim mesmo. E nós estamos cheias de ideias que estamos aos poucos a por em prática.

      Eliminar
  7. Sou uma leitora muito silenciosa, mas há posts que não posso deixar passar. Este é um desses. És um exemplo, eu gostava muito de ter as ideias e a coragem de avançar com algo meu mas creio que não tenho ainda nem a experiência nem a maturidade para tal. Ainda assim, é neste tipo de pessoas que gosto de me inspirar!
    Obrigada por todos estes testemunhos :) e muito boa sorte!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mary, obrigada pela mensagem. Não o estou a fazer sozinha e isso ajuda-me a ter coragem. Termos pessoas realmente capazes à nossa volta é meio caminho para nos atirarmos com mais garra :)
      Boa sorte para ti - a maturidade vai-se conquistando!

      Eliminar
  8. Ora se estás feliz o que é que interessa mais? Que corra tudo pelo melhor, o querer é já meio caminho andado :D

    ResponderEliminar
  9. Boa noite,
    Sigo atentamente o seu blog mas nunca tinha comentado, também eu sou psicóloga clínica e estava interessada em conversar consigo acerca desse projecto, gostaria de saber se me poderia facilitar um e-mail para o qual pudesse eventualmente enviar o meu cv de modo a ser analisado por sim e quem sabe integrar também parte desse projecto. Neste momento não estou a exercer na área mas teria muito interessem em exercer, gostaria de saber assim e se possivel mais informações e espero que perceba o meu interesse, mas talvez possamos falar melhor via e-mail ou telefone posteriormente. Desde já um obrigada pela atenção dispensada. Sem mais nada de momento. Fico a aguardar o seu contacto, ansiosamente. Contacto: email:olgalves86@gmail.com

    Olga Alves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olga, pode enviar e-mail para aqui, para "conversamos" melhor: paudecanelaementa@gmail.com

      Eliminar
  10. Espero que corra tudo bem. É sempre bom ser optimista e acreditarmos que vamos conseguir. E acho que não há prazer maior do que trabalhar na área à qual se pertence e de que se gosta.
    Boa sorte neste teu projecto!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Gabriela. Sem dúvida que a área que nos vive no coração é sempre a que nos fará mais feliz :-)

      Eliminar
  11. Muitos parabéns :) É tudo o que posso dizer, além de te desejar, como é óbvio, toda a felicidade e sorte do mundo nesse novo projecto.
    É como dizes: o que precisamos é de correr atrás daquilo que nos pode fazer feliz, do que gostamos, da nossa "sorte" e acreditar sempre, por mais difícil que se afigure :)
    Não sei do que se trata mas acho que posso imaginar. Eu tenho um terapeuta (não sei é se é da área em causa) como namorado, que procura neste momento emprego porque, lá está, este país está virado do avesso! Se precisares de alguém avisa que eu mando-o xD

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se quiserss, envia e-mail para aqui: paudecanelaementa@gmail.com :)

      Eliminar
  12. não sejas mentirosa....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo(a), não publiquei o seu segundo comentário, uma vez que se refere a uma outra blogger e sem a autorização dela, não o farei. De qualquer forma, não entendo como o facto de achar que em breve estarei novamente desempregada, faz de mim uma mentirosa ao falar do meu projecto actual, que está já em curso. Mas fica uma sugestão: não se preocupe comigo, sim? Eu quando caio, levanto-me sozinha, sacudo a poeira e sigo em frente. Fique bem.

      Eliminar
    2. :) E tens muita gente que te adora e te apoia. O resto é paisagem.

      Eliminar
    3. Eu sei que sim minha querida e esses abafam todos os outros ;-)

      Eliminar
  13. E eu acredito tanto em ti! Essa força de vontade não se encontra em qualquer esquina. :) Se precisares de algo é só dizeres!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. SAV querida, obrigada! Tu já conheces o projecto e tudo e já estás na nossa página. Mil obrigadas!

      Eliminar
  14. Oi Bê, muitos parabéns e muitos sucesso!!
    Encontrei seu cantinho há pouco tempo e gosto muito, se pode saber qual é o novo projeto?? Beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ola Sandra - bem vinda! :)
      Vou abrir um centro de formação e de desenvolvimento pessoal!

      Eliminar
  15. Muitos parabéns! Por essa força, esse optimismo e essa vontade de concretizares os teus sonhos. Sendo assim, a conclusão só poderia ser essa mesmo que transcreveste na última frase :)
    Que tudo corra pelo melhor!

    ResponderEliminar
  16. Conheço esse discurso muito bem. Uma pessoa sabe que os tempos estão dificieis mas como se diz "quem não arrisca, não petisca". Muita sorte para o teu projecto ;)

    ResponderEliminar
  17. Olá Be,
    parabéns pelo seu projecto e pelo sua força.
    Gosto do seu blog e quando posso passo por aqui. Fiquei impressionada como há gente que gosta de "mandar" os outros para baixo e de os desmotivar, ainda por cima sem darem a cara, chegando a serem ofensivos. Por acaso hoje aconteceu-me uma coisa do género, as pessoas preocupam-se com a vida alheia, mais do que com a própria vida e não aguentam o sucesso dos outros.
    Ler hoje aqui o "Cantinho da Be", mostrou-me que a inveja é generalizada, mas quem é mais forte passa por cima disso tudo.
    Desejo-lhe muitas felicidades nesta nova etapa e muito, muito sucesso. Beijinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Margarida, felizmente têm sido raros por aqui, mas há sempre quem não goste de ver a felicidade nos outros. Por sote, é muito maior o carinho que vou sentindo por quem está desse lado, do que esta maldadezinha :)

      Eliminar
  18. Ainda não tinha tido oportunidade de ler este post mas tudo que posso dizer é "Parabéns!!! Muitos parabéns!!!" Ninguém sabe o dia de amanhã e não devemos adiar os projectos (se os tivermos, claro) por causa de um contratempo, um tropeção da vida.
    Boa sorte para a nova etapa!!!

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins