29 de maio de 2013

Facto!

Quanto mais agressivo e/ou maldoso é o comentário anónimo, mas pena tenho da pessoa por trás do mesmo. Sem a conhecer. Sem imaginar quem seja. No início irritava-me. Agora percebo que não é esse o sentimento correcto. É que para alguém se dar ao trabalho de ficar infeliz com a felicidade alheia ou de tentar provocar através da maldade, é porque com certeza tem uma vida muito vazia de sorrisos e de alegrias. Só lhes posso desejar que um dia a vida lhes seja tão boa, que apenas tenham vontade de distribuir bons sentimentos, boas vibrações. Porque acredito nas pessoas e acredito que todos erramos e todos podemos melhorar.

28 de maio de 2013

Ponto de situação

1.º ponto - Sei que ando um bocado chata e só falo basicamente do mesmo, com umas nuances mais fúteis aqui e ali mas, a uma semana e dois dias de ser internada e tendo vindo agorinha mesmo da 5.º consulta dos últimos dias (passo quase tanto tempo no hospital como em casa) e depois de, uma vez mais ser revirada do avesso (hoje só por uma médica, estou cheia de sorte) começa a dar um medinho...que dá. Só quero que passe depressa e que logo logo esteja aqui a lamentar-me das dores e das dietas e dos pensos e tudo e tudo e a chatear-vos como sempre. E a sonhar com as férias. E com o sol. E com comidinha e bebidinha da boa.
 
2.º ponto - o SNS pode ter muitas falhas e eu própria já sofri algumas consequências com isso, mas no hospital onde estou a ser acompanhada, tem corrido tudo às mil maravilhas. Atrasos de 10 mnt (atentem -10 mnts!!) para um exame, compensados por outros realizados mais cedo, consultas a horas e médicos do mais doce e paciente que há (que eu sou das chatas que faz mil e uma perguntas e ainda mais duas ou três). Nota 9/10. Tenho dito!

25 de maio de 2013

Shop shop

Foi amor à primeira vista e encomendei-o assim que botei os olhinhos neste vestido da Mango. Para a semana vou buscá-lo à loja e vamos ser muito felizes neste verão - já aqui tinha dito que sou fã de saias e vestidos compridos, por isso, fica aqui a última aquisição para juntar à colecção.
 
 
 
Para quem gosta de comprar on-line, mas receia não gostar ou falhar nos tamanhos, a Mango tem a hipótese de pedirmos que a encomenda vá para a loja  que nos escolhermos e lá podemos experimentar. Pagamos previamente, mas o dinheiro é-nos devolvido caso nos desapaixonemos da peça ao vivo. Funciona muito bem!

22 de maio de 2013

Das mensagens importantes





Olhos demasiado grandes e esbugalhados, olhos de boga...
Testa exageradamente saliente e alta, dá para aterrar lá um avião...
Dentes ligeiramente tortos, é preferível sorrir de boca fechada...
Um ou outro sinal que gostaria de não ter...
As rugas de expressão da darem sinal de vida...
 
Porque seria assim que eu me descreveria. Mas depois há campanhas como a da Dove que nos mostra que somos demasiado exigentes e críticos connosco próprios. E eu diria mais: nós somos muito mais do que o nosso exterior e a beleza interior é a que marca, a que fica. Gostem de vocês por fora, gostem do que vos mostra o espelho e sejam bonitos por dentro.

21 de maio de 2013

Devo ter cara de miúda, só pode

Na semana passada fui fazer um exame ao hospital e fiquei surpreendida por ter sido constantemente tratada por tu pelo técnico que me veio buscar à sala, me acompanhou e me deu as indicações. Tu para aqui, tu para ali, achei que se tratava de uma daquelas pessoas (bemmm mais velho do que eu) que trata por tu toda a gente (coisa estranha num hospital, diria eu, mas vá que há pessoas assim em todo o lado). Por momentos ainda pensei que a informalidade era tanta que seguíamos dali directamente para um cafezinho no bar. Hoje aconteceu-me exactamente o mesmo, mas com um médico. Enquanto tomava nota de todo o meu historial e me fazia aquelas perguntas que já conheço de cor, parecia que me conhecia há anos e era um tu cá tu lá que me deixou constrangida. Eu sou uma pessoa muito despreocupada com essas coisas, que sou, mas acho que cada local e cada tipo de relação tem o seu código e eu não sou já uma miúda, mas uma senhora de 34 anos, prestes a ser operada e a responder a perguntas sobre a minha saúde e a vestir batas azuis com atilhos complicados. Uma senhora -sad but true. Mas pelos vistos não pareço, só posso chegar a essa conclusão... sim, que eu sou aquela que um dia não há muito tempo foi perseguida por uma auxiliar na escola onde trabalhei, porque não tinha passado o cartão - pensava ela que eu era uma aluna. Assim como assim, continuo a achar que em determinados locais e em determinadas profissões, deve haver algum cuidado, como na relação médico-paciente. Fosse eu mais corajosa e tinha respondido da mesma forma, a ver como reagia!
Também vos acontecem coisas destas?

19 de maio de 2013

O dia hoje será assim...

 
Eu queria muito dizer-vos que hoje era dia de agarrar no expresso e na vogue e correr até um fantástico bar de praia daqueles que aparecem nas revistas e nos anúncios de tv e onde o café queimado custa 2€, ou que ia tomar um brunch absolutamente fantástico num qualquer local famoso e digno de referência na blogosfera de alta rodagem, ou que ia fazer comprar em lojas para lá de in, com o mais que tudo, feliz e contente, ou passar o fim-de-tarde, junto ao Tejo, a beber margaritas em copos coloridos e elegantes, com um pôr-do-sol digno de partilhar no instagram. Mas a verdade é que vou ficar por aqui, de roupa de trabalho (calças velhas e t-shirt larga), muito anti-histamínico no bucho, a limpar o palácio. E isso torna-me azeda. Muito. Que eu adoro uma casa limpa, cheirosa e organizada, mas fico um estupor impossível de aturar com o trabalho que tenho para lá chegar. Por isso aproveito as idas do homem ao futebol. Para o bem da nossa relação. Porque ele até participa nas tarefas, mas isso não chega para me tornar menos amarga. Quando ele chegar já eu terei tomado um banho longo e quente, arranjado as unhas e colocado uma roupa toda gira e a indisposição de quem passou um dia entre panos e detergentes, já terá ido pelo cano. E é isto.

18 de maio de 2013

Em modo...operação fato-de-banho

É, enquanto todas as meninas andam em modo operação biquini, esta menina aqui, com uma cirurgia marcada para o início de junho que lhe transformará a barriga, outra vez, num verdadeiro queijo suíço, rendeu-se aos fatos-de-banho e, aproveitando uma campanha da women secret, trouxe logo dois para casa. Ainda por cima diz que são modeladores, o que dá imenso jeito para disfarçar uma gordurinha a mais aqui e ali. Claro que já será uma sorte se conseguir por os pezinhos na praia - será sinal de uma boa recuperação. Há dois anos atrás fiquei com o verão arruinado e gostava que não me acontecesse o mesmo a este.
E enquanto todas pensam em dietas e em cremes milagrosos (?) eu não preciso de fazer nada. O pré e o pós operatório tratarão dos quilinhos a mais que tenho, com dietas ranhosas e medicações que me transformarão num ser sem apetites e com as entranhas revolvidas. Adeus cozidos, adeus feijoadas e adeus ervilhadas e vinhos bons. E terei um andar diferente também. Um mimo. Mas desta vez sei ao que vou.
Os escolhidos foram estes dois aqui:

 

17 de maio de 2013

Pessoas

Ainda há alguém aí desse lado? Hum? Estou de volta. Aos poucos e poucos, com a saudinha em baixo, sem tempo para me coçar, mas estou de volta.