27 de setembro de 2013

Dramas da vida real:

O que calçar com este tempo? 
Por aqui chove a potes, está uma ventania capaz de nos levar o Cristo Rei para a outra margem e a trovoada foi a minha alvorada e não me deixou dormir mais. Está calor para botas e botins (galochas então, ainda pior) mas tenho para mim que as sabrinas que trouxe nos pezinhos não vão aguentar grande coisa. E por aí? Como resolvem este verdadeiro drama?

24 de setembro de 2013

Marcas que eu gosto!

Já aqui tenho escrito sobre uma das minhas marcas favoritas, que alia a qualidade dos produtos ao facto de não os testar em animais, algo que para mim é extremamente importante - a BodyShop. Uso os cremes de corpo, gel de banho, óleos corporais, cremes de cara e tenho gostado de tudo. Depois,  tenho o cartão deles, o que me permite ter uma série de vantagens, nomeadamente uma prendinha até 10€ no meu aniversário. Hoje lá fui eu preparadinha para fazer a escolha, certa do que necessitava e feliz porque ainda ia aliar um desconto de 6€. Vai daí, escolhi dois produtinhos novos, que me faziam uma falta tremenda (porque no Verão, quase não me maquilho e por isso, todos o que tinha estão mesmo nas últimas):
 
Comprei então o óleo e o leite de limpeza, ambos da gama de camomila. Os dois produtos ficavam a 26€ e eu paguei apenas 10€. Se são bons não faço ideia, mas a avaliar pela minha opinião geral de todos os que tenho usado até aqui, não espero menos do que felicidade até à última gota!

 

23 de setembro de 2013

E depois das jantaradas de comemoração, das férias e da chegada do Outono, as prendinhas!

 

(a blusa)

(A saia-calção da moda que toda a fashion blogger tem, em branco. A verdade é que não lhes resisti de tão giroa que fica, mas gostei mais da preta)

 
(sim, sim, sou uma vaidosona do pior, com gostos baratos - brincos na parfois que são a minha cara)

E ainda recebi um vestido lindo, oferecido pelo maridão, uma camisola, duas malas, uma carteira, uma bolsa, uns botins pretos, uma túnica preta, uma saia, cinco livros e chocolates...e devo estar a esquecer-me de alguma coisa... Compras de Outono feitas e fica por aqui o momento fútil do mês.

18 de setembro de 2013

Telepost

Não evaporei. Não desisti do Cantinho. Estou de férias. Estou com o meu amor. Estamos felizes. Até um dia destes. Sejam também felizes e sorriam muito, sim?

14 de setembro de 2013

Bê's B-Day!


Sou das que gosta de festejar aniversários. De os anunciar ao mundo. De receber o carinho dos outros e de responder com sorrisos. Hoje é o meu dia. 35 já cá cantam. E agora vou ali ser feliz com os meus. 

Para todos um excelente sábado, cheio de sorrisos!

11 de setembro de 2013

Pausa!

Pois que hoje temos um  jantar cá por casa e o Homem do Cantinho decidiu fazer uma comida para lá de boa, como sempre. Não sendo o dia da asneira (aka pausa da dieta) porque esse calha mesmo bem no sábado, dia do meu aniversário e dia em que vou muito provavelmente alapar-me ao bolo de chocolate e cenoura que encomendei e ficar com ele só para mim, hoje vou fazer uma pausa e aproveitar tudo a que tenho direito. Não há cá pessoas a comerem migas e beberem vinho do bom e eu agarrada à alface e ao chá verde. Isto para me avisar a mim própria que, com toda a certeza, tudo o que perdi até aqui, estará amanhã muito bem dividido entre a minha nádega direita e a minha nádega esquerda. Na loucura, se me agarrar também ao queijo dos Açores que anda a chamar por mim desde a semana passada, dos confis do meu frigorífico e estrategicamente escondido debaixo das courgettes e dos bróculos, ainda vai algo para a anquinha também. Dieta para mim não é sofrer e como a coisa não está crítica, hoje vou permitir-me este desaire.

Sonhos de uma tarde de Verão





Não sei bem como é desse lado e imagino que depois de lerem estas palavras, grande parte fique com vontade que eu bata com a cabeça no computador umas 43 vezes, mas a verdade é que estou cheia de vontade de poder mandar a roupa de Verão para o espaço os confins dos meus roupeiros e poder trazer a minha gira e quente roupa de Outono-Inverno. É, sou uma winter lover mais do que assumida e depois de tantos dias quentinhos - que souberam bem sim senhor, mas para mim já chega - só sonho com a chegada dos dias frios e do cheiro a terra molhada e das tardes deliciosamente passadas entre mantas nos sofás e no conforto da lareira da casa paterna. nada a fazer, sou assim desde sempre!

7 de setembro de 2013

Dias só nossos

 
 
Gosto de dias só nossos. Dias demorados e lentos, sem telefones, sem pressas, compromissos ou responsabilidades, só nós. Hoje foi um desses dias. Acordámos bem cedo e rumámos ao Chiado, onde tomámos um simpático pequeno-almoço, entre sorrisos e gestos de carinho. Passeámos de mãos dadas numa das nossas zonas favoritas. Passeámos de mota por Lisboa antiga. Fizemos compras já a pensar no aniversário que se avizinha e depois fomos almoçar demoradamente, com o rio como paisagem de fundo e conversámos sobre tudo e sobre nada. Temos sempre tanto para dizer um ao outro!
Amanhã vamos até Sintra, dar continuidade a estes dias de namoro, de cumplicidade, cheirar um pouco de história, relembrar o palácio, os verdes, as flores, os cheiros e passear por zonas tão magicamente especiais. Vamos criar novas memórias de nós.
Tenham um maravilhoso domingo, cheio de sorrisos e das vossas pessoas.  

6 de setembro de 2013

Dias assim...

Ora pois que hoje se me meteu aqui uma dor daquelas, fortes e más, só para me lembrar que tenho um problema de saúde. Não sou de fazer fitas, que não sou, mas isto hoje está um bocadinho cinzento. Estou toda entrevadinha, um verdadeiro encanto, mais para lá do que para cá, mas já engoli um analgésico, na esperança de não ficar com a sexta toda arruinada, já que tenho grandes planos para mais logo, com o meu amor. 

E para vocês, que seja uma excelente sexta-feira - que seja o inicio de um fim-de-semana cheio de sorrisos. 



PS: Não se esqueçam de passar por aqui: https://www.facebook.com/paudecanelaementa

5 de setembro de 2013

Bom dia pessoas!


Por aqui a dieta continua em grande estilo. Tenho-me portado que nem uma linda e nem mesmo quando fui jantar fora dei um passo fora da linha - grelhados e legumes e nada de vinho! Mas o ideal é mesmo comer em casa ou levar comida de casa para o trabalho - já se sabe que se nos apanhamos num cafezinho, só apetece encher a barriga de bolinhos ou pão fora de horas (só posso comer ao pequeno-almoço). Por isso mesmo, levo o lanche para o trabalho (muito chá, iogurte magro, queijo em triângulo magro e bagas de goji) e almoço em casa. Cozinho com mais tempo e paciência, porque importa comer o que me faz bem e sacia.
 
Dica do dia: Tornar a nossa dispensa e frigorífico nos nossos melhores amigos. Nada de alimentos aos quais não temos qualquer resistência. Se forem como eu que, em determinadas fases da minha vida, basta a simples lembrança de que existe um pacote de bolachas por casa e não descanso enquanto não dou cabo dele num tirinho, têm que ter esta regra em atenção. Não tenho sumos de pacote, nem barras de cereais, nem chocolates, nem massa, coisa que adoro. Nada que me tire do sério. Porque embora eu seja uma pessoa muito controladinha e forte quando tomo estas decisões (anda por ali um geladinho no congelador, mas eu nem me chego perto), todos temos aqueles momentos mais carentes, em que necessitamos de uma guloseima para nos adoçar a alma.
Saldo dos 4 dias: Continuo sem ter passado nem um minutinho de fome! O peso partilho quando fizer uma semaninha de dieta, que é para seguir as regras da Dr.ª :-) 

4 de setembro de 2013

Pelos nossos heróis

 
 
 
Sou uma acérrima defensora de como cada um dos bombeiros deste nosso Portugal é um verdadeiro herói. Todos os dias, mas sobretudo no Verão, colocam as suas vidas em risco, para proteger o que é de cada um de nós. Lamento profundamente cada morte, cada sofrimento, cada corpo queimado e alma lesada, que este Verão demasiado quente tem trazido a tantas famílias. Mas há algo de que não se fala e que me tem remoído a mente desde que o P. o referiu numa destas noites de mais um telejornal tristemente em luto: Não são as principais vítimas das corporações, na sua grande maioria, demasiado novas? Não lhes retiro qualquer valor por isso, muito pelo contrário, mas leva-me a crer que, no desespero e necessidade e na falta de meios e dinheiro que o nosso país tem, estes jovens heróis podem não ter tido a formação necessária para se manterem também a si em segurança e são lançados nos fogos criminosos, cheios de coragem, mas a precisar de mais...E é triste que assim seja. Porque acredito que tudo isto se possa evitar com mais formação, com mais fundos, com mais apoios para um trabalho tão mais necessário, heróico e vital do que muitos que por aí andam...

3 de setembro de 2013

Opiniões precisam-se

Já vos tinha contado que tinha cometido umas loucuras com o meu cabelo, desejosa que estava de uma mudança. Pois que as opiniões dividem-se, com alguns a preferir a cor natural (a da primeira foto), outros a achar que fico bem morena (segunda foto). Uns a gostar mais da franja e outros a gostar da minha testa horrorosamente gigantesca ao léu. Depois há os que gostam do cabelo escuro, mas sem franja ou do cabelo claro mas com franja, coisa que neste momento é impossível, dadas as mudanças (a tinta sai em 28 lavagens, mas coisa menos coisa). Fica aqui a pergunta: escuro ou castanho claro? Mas sejam bonzinhos, sim? :-)



As dietas e os outros

Quando dizemos a alguém mais gordinho do que nós que estamos a fazer dieta (sobretudo a alguém que não faz absolutamente nada para perder peso e, muitas vezes, bem mais velho do que nós), invariavelmente somos tratados como se fossemos maluquinhos da cabeça e, por vezes, com um certo desprezo. Como se não precisássemos. Como se a nossa referência tivesse que ser acima do peso dessa mesma pessoa. Ou se como com a idade se esperasse que sejamos mais gordos, ponto final. Passámos anos ali a acumular aqueles quilinhos orgulhosamente preenchidos com as melhores iguarias, porquê darmo-nos ao trabalho de os perder? Como se fossem necessárias as referências dos outros para avaliarmos o nosso corpo. Pior é quando somos falsas-magras como é o meu caso. As gordurinhas estão lá, mas são estrategicamente disfarçadas com roupas que realçam o melhor e não o pior - os vestidos de verão e as blusas fluidas dão uma grande ajuda nesse sentido. E nestas coisas, acho que cada um sabe de si e sabe como quer estar para se sentir bem consigo mesmo. Eu já fiz dietas para engordar. Já fui magra demais e não gostava de o ser. Tomava suplementos para abrir o apetite, vitaminas e obrigava-me a comer certas coisas, não por gosto, mas para ver se ganhava carninha, já que parecia um pau de virar tripas. Agora quero perder uns quilinhos, nada do outro mundo. Não me acho sequer gorda e não quero perder 20 kg, mas sim 5kg. Tantas operações (três em quatro anos é dose), medicações e tratamentos arruinaram a minha zona abdominal que há 5 anos atrás estava perfeita (as fotos da lua de mel não me deixam mentir). Neste momento não o está. E eu não me contento com isso. Hoje dei início ao exercício físico. Ontem comecei a dieta e não passei um único minuto com fome ou a ansiar que chegue o dia da asneira. Como se quer!
Dica do dia: comer bem devagar e mastigar ao máximo cada garfada. Comigo resulta muito bem!

2 de setembro de 2013

Diário de uma dieta #1

Hoje é o dia em que inicio a primeira dieta da minha vida. Os meus 59,4 kg (1,5 ganho neste fim de semana de namoro!) assim o exigem. Se pesquisar nas tabelas de IMC, estou dentro do peso normal para a minha altura, mas não me sinto bem assim, sei que tenho algumas gordurinhas a mais e por isso, a meta é perder 5 kg e depois manter o novo peso. Com a força de vontade tremenda que tenho, sei que vou conseguir, porque quando meto uma na cabeça ninguém ma tira. E comer bem não é nenhum sacrifício para mim.
Vou seguir os conselhos da nutricionista do momento, Ágata Roquette. Tenho um dos seus livros, já fiz a lista e hoje vou às compras. O bom desta dieta é que há imensos alimentos de que gosto que são completamente permitidos (queijos, gelatinas, pãozinho ao pequeno-almoço) e pode-se ter o dia da asneira, coisa que bem preciso, porque ao sábado quem cozinha é o P. e ele cozinha caloricamente maravilhosamente bem. Nesse dia tudo é permitido. Nos restantes serei então eu a cozinhar e, apesar de o P. não necessitar de dietas, aceita meter-se comigo nesta demanda, para me manter na linha, literalmente.  A diferença é que eu alargo a dieta a todas as refeições e ele apenas ao jantar.
Estou a ponderar colocar algumas receitas  e dicas por aqui, se alguém estiver interessado. A própria Ágata Roquette incentiva-nos a criar um diário e refere que imensas pessoas criaram blogues unicamente para relatar as suas próprias dietas. Que acham?
 
 
 
 
Uma semana caloricamente saudável para vocês :-)!

1 de setembro de 2013

Sê bem vindo Setembro!

Um dos meus meses favoritos, porque cheira e sabe a recomeços. E este começou da melhor maneira, já que fomos três dias para o Alentejo, onde somos sempre muito felizes. Namorámos muito, descansámos muito e agora estamos de regresso para a nossa vida feliz de todos os dias.
 
 
Um Setembro maravilhoso para todos vocês, cheio de sorrisos.