8 de janeiro de 2014

Hoje é dia de detox!

 
 
Depois dos excessos que começaram com o aniversário da minha mãe, uma semana antes do Natal e que terminaram só no fim de semana passado (somos uma família muito festiva e dada a jantaradas épicas, com regularidade), hoje estou a fazer detox. Vai ser um dia inteiro dedicado à limpeza interior e a deitar fora os desequilíbrios dos excessos cometidos! Como sigo os conselhos e dicas da Ágata Roquette, hoje o cardápio apenas inclui bananas e leite - até 8 bananas e 8 copos de leite. Pelo meio muita água e/ou chá (sem problemas, que sou viciada em ambos). Conto aguentar-me bem, não perder as forças e chegar ao fim do dia com o organismo mais limpo, mais leve e sem resquícios dos disparates alimentares cometidos. Amanhã retomo os cuidados alimentares de sempre - nada de dietas rígidas, mas equilíbrio de menus e de alimentos.
Para os interessados, depois posso partilhar os efeitos!

3 de janeiro de 2014

0 Resoluções para 2014!

Descobri que comigo não funciona. Essa história de fazermos uma listinha de coisas bonitas que desejamos fazer no início de cada ano, apenas me tem servido para chegar ao final do mesmo e perceber que não fiz nem metade. E fico frustrada, pois que fico. Além de que descobri que comigo o que funciona mesmo são as decisões tomadas e a hora em que as tomo. É o imediato e a força e a vontade que se tem em cada decisão tomada. Deixar para uma data específica não dá, que acabo sempre por a adiar.
Em 2013 acabei por decidir uma série de coisas que foram óptimas para mim. Voltei ao ginásio, deixei definitivamente de comer carne (já tinha estado 3 anos sem tocar em nada), comi melhor, li muito, iniciei o meu percurso no Reiki, conheci pessoas maravilhosas, cortei o cabelo mais curto do que alguma vez usei desde a idade adulta, tornei-me muito menos materialista (acredito que ainda tenho um longo caminho a percorrer neste sentido), comprei apenas as coisas que realmente precisei, investi no meu voluntariado, investi em formação, criei o meu próprio negócio e nada disto foi decidido como resolução  de ano novo. Foi acontecendo no momento em que me fez sentido.
Desse lado, alguma resolução/decisão especial? Alguma coisa que já tenham feito para que tal se torne possível?