25 de julho de 2014

Conselho!

Vão por mim que não vos falho em nada - não vão nunca escolher os vossos novos óculos com a cara acabadinha de acordar, cabelo despenteado e a sentirem-se para lá de sopeirinhas quando se olham ao espelho, já longe de casa, pois claro. Foi assim que hoje, num registo mais descontraído e de cara completamente lavada,  me enfiei numa óptica e experimentei uns 347 óculos diferentes, achando que nenhum me ficava bem. Pudera, com a cara com que estava, não são uns óculos (que odeio usar, ainda por cima) que iam fazer a diferença. Pior pior é adorar o formato de óculos que se vêem muito por aí (assim tipo olho de gato) e ficarem- me todos mal. Todos. Nem um me ficava ligeiramente maisómenos. Unzinho que fosse. Já em casa tenho umas armações Ray-ban giras giras que o homem mal usou, porque depois de as comprar, foi operado aos olhos e... ficam-me mal. Tenho a cara muito pequena, os olhos muito grandes, a testa saída...isto é uma trabalheira que só visto, palavra de honra. Inveja daquelas mulheres a quem tudo fica bem. Não serei nunca uma dessas que isto é tudo coisa que não vai ao bisturi.
Já a moça que me atendeu e que pacientemente me deixou experimentar quase tudo (quem sabe alguns até repetidos, que às tantas eu já estava perdida no meio de tanta oferta), agradecida por se ter rido das minhas piadas e por ter concordado que os mais giros me ficavam mal, mas mal. Agradeço essa honestidade que a ajudou a escolher uns giros, que me ficam bem e que eram dos mais em conta. Chuac para si!

7 comentários:

  1. Também tenho esse problema... óculos são coisas que não me ficam nada bem, nem os de sol...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também tenho uma dificuldade imensa com os de sol, tanto que tenho dois de há anos, que continuo a usar, porque nunca encontrei nenhuns que me ficassem "menos mal". Já tive que lhes trocar as lentes e tudo :)

      Eliminar
  2. Também não gosto nada de escolher armações, são sempre os mesmo modelos que me assentam bem e nunca dá para variar. O que vale uso lentes de contacto e só mudo de armações de muitos em muitos anos ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu deixei de usar lentes de contacto há um ano, mais coisa menos coisa. Na altura foi sobretudo como forma de cortar em algumas despesas, mas depois apercebi-me que os meus olhos melhoraram bastante, de não usar as lentes mais do que as 8h por dia, como aconselhado.

      Eliminar
    2. Melhoraram como assim?
      Pois, eu uso mais de 8 horas e é terrível. Olhos secos, dores de cabeça. E da ultima vez que fui ao oftalmologista esta com imensas borbulhas brancas (não sei designar melhor) devido ao facto do olho não respirar. Fiquei assustada, mas a verdade é que não gosto de me ver de óculos e opto pelas lentes :(

      Eliminar
    3. Eu usava as lentes desde que acordava até que me deitava. Sabia que era demasiado tempo, mas o conforto e a não dependência dos óculos levava-me a isso. Após começar a usar as lentes de contacto, senti que a minha vista tinha piorado bastante. Deixei de conseguir conduzir sem óculos, coisa que, até aí conseguia. De há um ano para cá e porque, como não gosto dos óculos, não ando sempre com eles, senti que a minha visão melhorou um pouco - confirmado pelo exame que fiz na sexta! Já conduzo novamente sem óculos e praticamente só os uso para conduzir à noite, para ver televisão e numa ou noutra circunstância. Não vejo bem, é certo, mas melhorei um bocadinho.

      Eliminar
    4. De facto eu até aos meus 21 anos apenas necessitava dos óculos para ler, ver tv, conduzir etc. Entretanto mudei de médica e essa disse que tinha que usar 24h. Pois desde aí nunca mais consegui andar sem óculos e a visão foi piorando, piorando, piorando... Hoje não vejo sem óculos, daí usar sempre as lentes pois não vejo um palmo à frente. Os olhos viciam-se e tornam-se preguiçosos =/
      Ainda bem que a tua visão melhorou e que não precisas de andar sempre com eles, isso é muito bom =)

      Eliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins