4 de julho de 2014

Diário de uma ida aos saldos

Doce é este tempo em que, o Verão ainda só começou no calendário e já toda a roupa das lojas se encontra a preço de saldo. Dei conta disso, na semana passada, completamente por acaso e lá fui eu dar um olhinho. Na verdade, eu detesto a época dos saldos - já escrevi sobre isso - não pelos preços, mas pela confusão feirante, pela desarrumação tresloucada, pelas filas impacientes para experimentar, para pagar, para ver e pela ausência dos tamanhos que normalmente uso, dando lugar àquela frustração de quem encontrou uma peça pela qual se apaixonou, a um preço para lá de espectacular, mas que só existe em XS ou XL, ou então até existe em M, mas já foi tão mexido e remexido que está carregadinho de base ou com defeitos no tecido. Mas quis o destino que eu fosse logo no primeiro dia de todos, pela fresquinha, estando as lojas ainda bem apetrechadas, organizadas, com todos os tamanhos bem alinhadinhos e completamente vazias de (mulheres stressadas) pessoas. Maravilha! Vim de lá carregada para o Verão? Nem pensar. A minha veia consumista passada deu lugar a uma mulher com bom-senso, que sabe que no seu guarda-roupa (quem dera poder chamar-lhe closet) existe roupa para usar uns dois meses seguidos, sem repetir uma única peça. E cheguei à conclusão que, quanto mais tenho, maior é a dificuldade em saber o que escolher, dando lugar a minutos e minutos de indecisão logo pela manhã e a sensação de que não tenho nada para vestir - sensação que todas as mulheres conhecem muito bem. Assim, comprei apenas duas peças, com a certeza de que as vou usar bastante e cheguei a casa e escolhi tudo o que no Verão passado ou não usei, ou usei duas ou três vezes. Considero-as peças desnecessárias e que terão muito mais uso por quem mais pode precisar. Reduzi drasticamente, enchi sacos e sacos, organizei e agora é tão mais fácil saber o que vestir.
As peças:
 Vestido da H&M, por apenas 10€. No Verão, deixo as calças de lado e os vestidos são as minha peça de eleição. Curtos, compridos, lisos ou estampados. Adoro.

 
Blusa da Mango, 11.99€. Tenho uma pancada auto-diagnosticada por branco. É a cor dominante no meu guarda-roupa e amei o contraste do branco desta blusa com a corda castanha, além de que o tecido é fantástico, fluido e elegante.
 
Está feito o gasto. Não há nada que precise, por isso, agora é tempo de esperar por boas promoções nos livros. Que esses nunca são demais!

5 comentários:

  1. Também gosto muito de vestidos, ficamos logo mais "embonecadas"!
    Estou a ver que também tenho que ir dar um passeio até à H&M :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sou fã de vestidos, quer no Verão, quer no Inverno :)
      Quanto à H&M, apressa-te. estive lá esta semana e já não vi grande coisa por lá...

      Eliminar
  2. Closet, pois tb eu quem me dera.. mas eu tb ie aos saldos n, é fácil pq destesto a confusão das mulheres engalfinhadas por uns trapos e nunca vejo nada q goste e me sirva. Tiveste sorte pois a essa hora e dia é o melhor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tive sorte mesmo. E não votlo mais, porque agora já está tudo em estado se sítio!

      Eliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins