28 de agosto de 2015

Sete anos e dois dias

De blogosfera. Com altos e baixos, com idas e vindas, com tanta coisa a ser partilhada e tantas alegrias recebidas. Se se seguem mais sete? Tenho dúvidas, mas a vida é para viver um dia de cada vez, sem grandes projecções do futuro, mas a certeza de que enquanto cá estiver, serei sempre aquela que partilha com alma e coração, com disparates pelo meio, pois então! Nunca será um blogue de moda nem da moda, nem de maledicência ou de publicidade. Será sempre o meu Cantinho ;)

Para todos, um fim de semana cheio de sorrisos.

20 de agosto de 2015

Viagens

Maridão fez 40 anos (40!) e com a aproximação dos meus 37 ganhámos de prenda de anos do meu sogro e cunhada uma viagem. Mas não podia ser uma viagem qualquer, que os 40 anos exigem coisas em grande. As alternativas eram algumas: Paris, Amesterdão, Barcelona (somos uns apaixonados pela Europa)...e a escolha acabou por recair em Amesterdão, já que é uma cidade onde ele só esteve umas horas e onde eu sempre quis ir. Foi difícil, porque era uma surpresa para o P. e eu tive um mês terrível, quase a descair-me todos os dias, já que todos os caminhos pareciam ir lá levar: programas na tv, artigos, post no facebook e eu a morder a língua de cada vez que quase me entalava.
Vai daí que, em Setembro, mesmo nas vésperas do meu aniversário, vamos passear por essa cidade maravilhosa e por isso o meu pedido a quem possa já lá ter ido: dicas de locais imperdíveis a visitar, onde comer (uma vegetariana safa-se bem por lá?), o que fazer, enfim, aquilo que tenha tornado a vossa estadia inesquecível.
Vamos fica num estúdio bem no centro, o que nos permitirá fazer algumas refeições em casa e, claro, vamos alugar bicicletas que Amesterdão faz-se pedalando e não queremos perder pitada da verdadeira experiência.
Prevê-se um Setembro cheio de fotos, que ainda que não possam ser perfeitas que o meu jeito para a coisa deixa muito a desejar, certamente estarão repletas de boas memórias e de muitos sorrisos.


19 de agosto de 2015

Ele não tem noção...

Sabemos que um homem não tem a mínima noção do que é limpar uma casa de uma ponta à outra (com direito a limpeza e organização de despensas, frigorífico, gavetas e armários) quando chega a casa e nos diz que só o fizemos para não irmos ao parque correr - mil vezes correr (neste blog não se escreve running). Mil vezes! Cansa menos, é mais rápido, permite ouvir boa música e ainda dou voltas ao parque mais bonito de todos, deixando lá o stress e trazendo para casa uma vontade louca de tomar banho e descontrair no sofá com um bom livro. Ainda para mais, eu sou daquelas que adora a casa cheirosa e arrumada, mas odeia o caminho para lá chegar e posso afirmar que é talvez das coisinhas que mais me tira a boa disposição (embora passe rápido, vá).