26 de fevereiro de 2016

Limpezas

Ontem foi dia de empregada nova lá em casa. Tivemos uma há uns anos, a D., que depois emigrou e durante anos conseguimos equilibrar as coisas entre os dois, cada um com as suas tarefas. Mas agora, a trabalhar tão longe de casa e tendo mais do que uma actividade, não sobra grande tempo nem a mínima paciência para limpezas grandes. Felizmente conseguimos uma pessoa de confiança, fundamental, não tanto pela casa, mas pelos bens mais preciosos que temos: os nossos gatos, Tem que ser alguém que se sinta à vontade com eles, que seja meiga e que cumpra algumas regras simples, como cuidados com as janelas e porta da rua (o Tobias adora sair porta fora quando chegamos a casa). 
Cheguei a casa para verificar que me calham sempre empregadas queridas, com uma capacidade de organização que me ultrapassa e sem pudor em mudar a disposição de algumas coisas, o que poderia ser mau, se eu fosse esquisita, mas foi óptimo, porque realmente tudo ficou mais funcional. Só a minha despensa, que parecia ter sido alvo de um vendaval tremendo, estava organizadíssima, assim como a zona das mercearias. A casa brilhava, cheirava bem, estava organizada e os gatos estavam tranquilos como sempre. Empregada aprovada - querida Deus que agora ela não emigre também...ou volte ao país de origem, que isto é um verdadeiro achado. 
Agora aguardo o fim de semana para poder trabalhar noutras coisas, sem o peso da responsabilidade das limpezas - que eu detesto perder tempo a limpar a casa, mas detesto mais ainda ter a casa por limpar. 

3 comentários:

  1. Como te entendo. Lá em casa tivemos a mesma situação, uma empregada que fosse boa nas suas tarefas mas que acima de tudo tivesse cuidados com a Mia, a nossa cadelinha mimada.
    Até agora tudo ok, e foi ela que nos ligou ha duas semanas a dizer que ela não parava de vomitar; nem quero imaginar se a senhora não tivesse lá, só dava por ela a noite.

    Blog - Desabafos e Coisas

    ResponderEliminar
  2. Se economicamente pudesse, tendo eu apenas uma folga, confesso que era algo que ponderaria. Deve ser, realmente, um descanso não ter que pensar em limpezas

    ResponderEliminar
  3. "que eu detesto perder tempo a limpar a casa, mas detesto mais ainda ter a casa por limpar. " tão eu!!!

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins