6 de maio de 2016

Desabafos

As saudades que tenho quando isto da blogsfera era só isso: blogsfera. Sem publicidades mal disfarçadas, sem cópias mal amanhadas, sem se tornarem todos iguais e carneirinhos das modas. Suspiro pelos tempos em que isto tinha mesmo alguma piada - é como comparar o primeiro Big brother, em que ninguém sabia ainda ao que ia e por isso ainda se mostravam como são, com maus-feitios e ingenuidades puras pelo meio, e os de agora...

7 comentários:

  1. Isso é verdade, até eu tenho saudades desses tempos.

    ResponderEliminar
  2. É verdade, agora tudo é publicidade (disfarçada ou não), insultos, ameaças, protagonismos... Os blogs que eu mais lia são os que menos visito hoje em dia porque, já não sei que parte daquilo é mesmo uma partilha sincera ou mais publicidade encapotada. Ah e já não aguento mais post com roupas e o que se vestiu e o que se vai vestir. Não admira que o senhor da Zara seja o mais rico, as pessoas vivem apenas da ultima colecção Primavera / Verão. Faz-me confusão alguém colocar uma foto e haver 19384 pessoas a perguntar : "onde comprou?" "Qual a loja?". Que consumismo exacerbado que se practica e incentiva.

    ResponderEliminar
  3. Concordo Bê, mas geralmente "já sabemos ao que vamos", no sentido em que sabemos que há blogs que só vivem de publicidade, que até o verdadeiro soa a falso, há outros que bem tentam esconder mas depois puf, um pessoa não é tola e percebe, e os outros. Os autênticos, os diários de bordo. As marcas gostam de explorar esta nova forma de publicidade, mas assim como na televisão se muda de canal, aqui fecha-se a página ;) eheh beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Saudades daqueles tempos e do nosso pequeno 'núcleo' de pessoas, a maioria com quem ainda mantenho contacto ainda que virtual. Era tudo espontâneo. Agora sinto que estou constantemente a ser enganada por posts que são, na verdade, publicitada encapotada...

    ResponderEliminar
  5. Concordo muito contigo. Mas cada vez mais se desvalorizam blogs que não seguem a carneirada

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins