6 de junho de 2016

Vícios

Ler é uma das minhas grandes paixões. São momentos em que me perco da realidade para mergulhar em mundos imaginários e personagens únicas e, por isso, comprar livros, é um dos meus vícios. Prometo constantemente a mim mesma que só torno a comprar um novo livro depois de ler tudo o que tenho para ler em casa, mas há dias em que é impossível resistir, sendo por isso promessas constantemente quebradas. A última aquisição foi este do José Luís Peixoto, num dia em que agarrei dois ou três, indecisa, sonhadora, cheia de vontade trazer um mundo de histórias por descobrir. Agora só precisava de comprar tempo e energia para me poder dedicar sem pressas a este e a outros que esperam por mim. Tenho alturas em que consigo ler um ou dois livros por semana, mas outras há em que me é impossível manter o ritmo, muitas vezes por me sentir demasiado cansada quando finalmente me sento no sofá, local onde tão facilmente adormeço entre o calor dele e o mimo dos gatos. O verão é sempre uma altura mais propícia, já que praia para mim, só mesmo se levar um livro atrás. Espero por isso que os quatro dias de mini férias já planeadas e que estão quase quase aí sejam também de muitas leituras, além de muito passeio e muitos sorrisos. 

E desse lado, qual foi o último livro que leram? Gosto sempre de novas sugestões e sou muito variável nos humores literários, gostando tanto de policiais, como de romances, históricos ou não, ou dos grandes clássicos a escritores mais modernos :-)

12 comentários:

  1. Eu partilho do teu gosto pela leitura e desse sentimento de viajar sem sair do lugar, de conhecer personagens que nos marcam e que nos ensinam, etambém partilho desse vício pela compra de livros e de ver a nossa biblioteca pessoal crescer ;) No entanto, como este é um ano de alguma contenção de despesas, resolvi começar a requisitar livros na biblioteca municipal; não enriqueço a minha biblioteca pessoal, mas continuo a enriquecer-me a mim ;)

    Estou a ler "O filho de mil homens", do Valter Hugo Mãe e acabei há pouco tempo a trilogia das Faces de Vitória Bergman - um policial/thriller muito esquizofrénico mas que nos garra a cada página.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adorei o filho de Mil homens (gosto muito do Valter Hugo Mãe). A trilogia li há um ano, penso eu (até escrevi algures por aqui sobre o primeiro) e amei. Muito denso, viciante, pesado também, mas bem conseguido! :-)

      Eliminar
  2. Também quero ler esse! Depois conta o que achaste :)

    O último que li foi do Harlan Coben, o "Não contes a Ninguém2.

    ResponderEliminar
  3. O último que li foi o Senhor das Moscar de William Golding, agora estou a intercalar o 2666 de Bolaño com, precisamente, Valter Hugo Mãe =) Já li a Máquina de Fazer Espanhóis (emprestado, pois está esgotado) e agora vou começar também o Filho de Mil Homens. Apesar de só conhecer estes posso dizer que estou apaixonada pela escrita dele, e é sem dúvida o meu escritor favorito da actualidade.
    De resto, também adoro alguém que me parece, no geral, ser desdenhado pelos portugueses: Saramago =) Sendo que o Ensaio sobre a Cegueira e o Ensaio sobre a Lucidez são os meus favoritos, mas achei o "Todos os Nomes" TÃO engraçado :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Valter HUgo e Saramago, tão diferentes, tão igualmente maravilhosos!

      Eliminar
    2. Queria dizer Deus das Moscas* e não Moscar :-)

      Eliminar
  4. Como te percebo. Se um livro me prender não há quem me consiga tirar daquele mundo. E sou daquelas que quando só tem 6 ou 7 livros em espera acho logo que tenho de arranjar mais, porque no fundo tenho pouca coisa para ler. Um livro anda sempre comigo e adorava as minhas viagens de comboio para o Porto que tantos livros me permitiram ler.
    O último foi "A Ameaça" do Ken Follett como partilhei no facebook. Gostei, li rápido, mas acho que a história poderia ter sido explorada de outra forma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como te disse no fb, não é dos meus preferidos dele, mas lê-se bem, como qualquer livro do Ken Foolet :) Quero ver se compro o último dele - nos romances históricos acho-o fantástico.

      Eliminar
  5. Olá Bé,
    Também adoro ler e ando sempre com um livro comigo.
    Infelizmente não posso atualmente dispor de € para comprar livros, mas ao sábado vou à Biblioteca Municipal e aí me abasteço.
    Adoro José Luís Peixoto, mas esse ainda não li.
    Em 2016 decidi ler alguns clássicos que faltam no meu "Currículo".
    Os ultimos que li foram: Vasto mar de Sargaços de Jean Rhys (Classico),Maria Barroso – Um olhar sobre a vida de Leonor Xavier, Mansfield Park de Jane Austen (Cássico) e estou quase a terminar Afonso Henriques – o Homem de Cristina Torrão.
    Boas mini férias.
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas sugestões! Eu tenho beneficiado de uma colega que também adora ler e me tem emprestado alguns livros. Outras vezes chego a comprar as edições de bolso, tão mais em conta. A biblioteca é sempre uma maravilhosa opção.

      Eliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins