23 de agosto de 2016

Insta*moments

Depois do regresso das férias, nada como aproveitar cada momento e, em especial, o calor e os dias maravilhosos que temos tido. No passado sábado rumámos a Tróia, para ir ter com o meu pai e a boadrasta, para um almoço, que se prolongou para jantar e que acabou por implicar dormida (sorte que sou mulher prevenida e como havia piscina pelo meio, levei roupa interior e alguns produtos de higiene). O giro foi enfiar as lentes de contacto num copo com soro fisiológico (não ia preparada para ter que as tirar nem levava os óculos) e colocar o copo numa zona onde pensei que ninguém ia, esquecendo-me eu que o meu pai é super organizado. Pois que as lentes foram pelo ralo do lava-louças em menos de nada, perante as minhas gargalhadas (fazer o quê) face à expressão aflita do meu pai e boadrasta. Foi um dia feliz, com muita comida, passeios, piscina e conversas até altas horas.



 Passeios pela Comporta, para comprarmos ingredientes para o meu jantar. Ser vegetariana tem destas coisas, mas nem por um segundo me lamento. Tenho um absoluto fascínio por cegonhas e a sorte de trabalhar numa zona onde também há imensas

Sol Tróia e ao longe o Sado, visto de uma varanda onde apetecia ficar por horas e horas não estivesse um vento desgraçado que se alapou por aquelas zonas até bem altas horas da noite (fotografia muito mal amanhada, tirada com o telemóvel, mas a ideia é perceber a envolvência)

 O porto de Tróia, o azul do céu e do mar, a serra da Arrábida, lindíssima logo ali. Tivéssemos nós avistado os golfinhos do Sado e teria sido a perfeição. 

 De regresso ao trabalho - se tivesse que me definir numa cor, seria sem dúvida o branco. Adoro. Devo ter mais de metade do meu guarda roupa nesta cor. Longe vão os tempos de adolescente em que era o pólo oposto e o preto era a minha cor. 

 Sapatinhos vaidosos, que adoro. Não são para todos os dias - também longe vão os tempos em que me aguentava em cima de uns saltos o dia inteiro sem os sentir, corria para todo o lado, andava de transportes públicos. Agora confesso que os uso muito menos vezes e dependendo do dia que tenho pela frente. 
No regresso ao trabalho, uma oferta de uma senhora que cá trabalha. Adoro figos.

E ontem, para começarmos a semana em grande, fomos jantar a Sintra, uma das minhas zonas de eleição, com toda a sua magia e beleza. Jantámos num restaurante engraçado, moderno e bem decorado, com vista para o palácio da Vila, mas que não nos deslumbrou com a comida (tínhamos investigado no The Fork um restaurante que tivesse pratos vegetarianos e bons comentários, mas não nos encheu as medidas). Esta semana segue-se folia da boa - hoje aniversário da cunhada, amanhã aniversário da avó catita, que faz 85 anos e ainda suspira pelo George Clooney.  E na minha cabeça começam já a desenhar-se os planos para o próximo sábado, já que domingo será dia de trabalho noutro local maravilhoso,, também com um céu de encantar e vista para o mar (sou uma abençoada),  pelo que sábado será dedicado a nós os dois. 

Boa semana, cheia de sorrisos!


*post agendado

1 comentário:

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins