22 de setembro de 2016

O verdadeiro desafio deste casamento


Eu sou o 1 - a pessoa que acorda de manhã com energia (depois daquele meio minuto inicial em que acredito que só um erro qualquer na configuração do despertador justifica que esteja a tocar tão cedo). Acordo sempre com tempo suficiente para fazer tudo sem correr e, bem disposta,  circulo pela casa e faço festas as gatos (e esmifralho-os com mimos e converso com eles) enquanto decorre toda a rotina matinal: tomar banho, colocar cremes, maquilhagem simples, escolher tranquilamente a roupa, fazer o pequeno almoço (que tomo praticamente sempre em casa) e preparar a marmita, confirmar se os gatos têm comida e água, para sair de casa preparada para o dia, o trânsito, os km, o calor e o frio e o diabo a sete, devidamente arrumada e perfumada e certa de que desliguei o ferro e não deixei nenhuma janela perigosamente aberta. E chego sempre antes do tempo ao trabalho que pontualidade para mim é lei. 

Ele é o 2 - o calado, mais do que rezingão. Acorda o mais em cima da hora possível (mas nunca se atrasa), enfia-se no banho e sai de casa sem lhe ver os dentes ou o sorriso, tão característico nele em todos os outros momentos. Não fala muito, só o estritamente necessário, não come, anda ali meio zombie, com movimentos automáticos e certeiros e nem a insistência do Tobias ou os mergulhos de mimo que o Mel ronroneiro dá à frente dos seus pés para exigir afagos no pelo, o arrancam daquela semi-letargia. 

Até aqui tudo bem, porque normalmente acordamos a horas diferentes. Mas a partir de segunda começamos a ir juntos para o trabalho, por coisas e mudanças cá nossas. Agora é encontrar o ponto de equilíbrio entre estas nossas diferenças...

Na verdade vem aí uma mudança exigente mas boa, muito boa e muito bem vinda nas nossas vidas (e que certamente ajudará a outras mudanças que estão nos nossos planos) e que implica mais tempo juntos, seja de manhã ou ao final do dia.  O resto são detalhes ;-)

5 comentários:

  1. Acho que uma mudança (ainda que desafiante) tão boa só pode fazer-vos muito bem (passo a redundância). Porque na verdade é tão melhor podermos passar mais tempo com quem amamos que tudo irá valer a pena. Que bom que essa mudança irá chegar às vossas vidas. Só desejo que com ela venham muitas e muitas coisas boas :)

    ResponderEliminar
  2. Pode ser que ele se converta no primeiro ;)
    É tão bom acordar bem-disposta/o, sorridente e com tempo ... Acordar em cima da hora só aumenta o stress e, desse, o que queremos é distância.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Cá em casa é mais ou menos isso ahahah :)

    ResponderEliminar
  4. Mudanças boas são sempre bem vindas :)

    ResponderEliminar
  5. Que seja uma mudança feliz para vocês!

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins