17 de novembro de 2016

Mudanças

Sou um pouco bipolar no que respeita ao meu cabelo. Tão depressa me apetece ter curto, como o quero comprido, como adoro as ondas rebeldes, ou suspiro pelo liso sem stress e sem vida própria. E a franja? Ah a franja que adoro nos cinco dias a seguir a cortar, para passar os meses seguintes a segurá-la com gancho ou a ter que a esticar diariamente e sem grande sucesso e a pedir por tudo que cresça mais rapidamente, para depois a cortar outra vez, esquecida que fico do trabalho que dá. Não tenho dificuldade alguma em dar-lhe um corte valente e foi isso que fiz há uns três anos atrás, antes ainda de toda a gente ter cabelo curto (um pouco acima dos ombros, vá) e em Abril deste ano, cortando pelos ombros...sendo que, por ser muito ondulado, facilmente ficou acima dos ombros em dias de mais humidade e de chuva impiedosa. A parte do volume também se vence com um  ou dois alisamentos por ano, que foi o que fiz antes de ontem. Com a chegada do inverno fica muito difícil andar com ele como quero, como gosto, algo muito mais fácil nas estações secas, com os produtos certos. Mas entra o outono e nem os melhores produtos me tiram os nervos capilares, nomeadamente quando acordo com um lado mais para o encaracolado e o outro, ondulado. Bonito, não é?  Não, não é. A única coisa que não lhe faço é pintar. Já o fiz, há uns anos atrás, com aquelas tintas que saem com as lavagens e fiz madeixas uma vez, para jurar que nunca mais o faria, de tão terrivelmente seco que ficou. Dava para esconder coisas nos nós do meu cabelo (outros tempos, outros produtos, quero acreditar). Assim, está decidido que este cabelinho só verá tintas quando os brancos forem demasiado evidentes o que, por ter o cabelo claro, é bem capaz de demorar um tempo. Com a minha idade a minha mãe, morena que só ela (sangue indiano, por isso, dá para imaginar), já pintava o cabelo para cobrir os brancos, o meu pai hoje, aos 62 anos, tem uns três cabelos brancos tão bem espalhados que nem se dá por eles (temos o cabelo da mesma cor). O meu cabelo era louro mas louro quando era mais nova, foi escurecendo com a idade, mas ainda fica bem claro quando apanha sol, algo que abundou para estes lados este ano, como se pode ver na foto. 
Ora o alisamento tem esta primeira fase inicial, antes de se poder lavar, em que uma pessoa fica demasiado "lambida", em que não pode prender o cabelo, não se pode por um gancho, usar chapéus, nada. Um stress para mim, que tenho por hábito os rabos de cavalo quando cozinho, que gosto de o prender no alto, quando estou mais descontraída e que uso e abuso dos ganchos, boinas e afins. Penso que o stress de o deixar ficar marcado é tanto que deve explicar o facto de hoje ter dormido de cabeça para baixo e acordado com a cara toda marcada - parecia o scarface. 
Mas pronto, alisamento feito, já pode vir a chuva que eu estou preparada!  



E sim, a camisola está cheia de pelos - marcas de amor dos meus bichanos - e a foto está uma desgraça, que eu tenho zero de jeito para tirar fotos a mim mesma :D

17 comentários:

  1. O teu cabelo está mesmo giro! Gosto imenso da cor.
    Sou como tu, corto com muita facilidade, depois arrependo-me... E estou neste momento a deixar crescer a franja. Estou na fase dos travessões portanto. Arrependo-me sempre de fazer franja, mas faço na mesma.
    A diferença é que eu gosto IMENSO de pintar o cabelo.
    Se for no salão e com pouca frequência n danifica e fica muito muito giro. Às vezes até parece mais forte porque fica mais espesso. E olha que n uso nenhum produto em especial :)
    Mas o teu tem uma cor mesmo gira. Quem me dera :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai essa fase, mas passei anos nisso, a cortar e depois desesperada à espera que cresça. Acho que este ano foi o primeiro, em anos, que não o fiz. Mas tive vontade :D

      Eliminar
  2. Relativamente a corte, não sou muito radical, mas para tudo o resto é uma indecisão. Tanto me apetece ter o cabelo preto como castanho, com madeixas, de cores estranhas, com franja, sem franja, corte direito ou corte escadeado... Sou uma inconstância em pessoa, no que se refere ao cabelo. Apetece-me estar sempre a mudar, mas não o faço porque o cabelo já de si é seco e fino, com aventuras dessas só pioraria. Mas entendo muito bem o desejo de mudança.

    Alisamento nunca fiz nem penso fazer. E essa parte de ter que andar uns dias sem lhe mexer, quase, deixa-me ainda com menos vontade de o fazer. Mas a ti ficou muito giro :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Custa muito, mas foram só dois dias, já posso fazer tudo! O meu até é bom para aventuras, mas as tintas prefiro mesmo só quando tiver que ser :)

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Tão fácil de resolver - é não vir cá e já não se aborrece :D

      Eliminar
  4. Estás muito gira na foto, é o que tenho a dizer! Eu também não medo de mudar o cabelo mas os brancos já me obrigam a pintar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No meu caso ainda não, já tenho um ou outro, mas com é claro, nem se notam. A verdade é que às vezes apetece mudar de cor - e há uns três anos usei uma daquelas que sai com as lavagens (só me atrevo nessas) castanho escuro e adorei!

      Eliminar
  5. Também cortei à pouco tempo, dava-me quase na cintura, neste momento está pelos ombros..vou deixa-lo crescer, sinto tanta falta dos meus "rabos de cavalo"!!

    Gostei imenso da cor do teu cabelo!

    bacci,
    cogguie

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada :) Por vezes é preciso cortar mais, para termos novamente vontade de o ter comprido, além de que faz sempre bem mudar e fortalece o cabelo ;)

      Eliminar
  6. O colete da Pipoca é da Pull, está lá escrito!! Mas em si ficaria pavoroso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigadinha, mas eu perguntei de onde era o chapéu, a única coisa que não vem referida e de que realmente gostei. Quanto ao resto, concordamos. Iria ficar pavoroso em mim, até porque não gosto desse tipo de peças e não fui abençoada com a altura da Pipoca, a quem tudo fica bem. Um dia feliz para si!

      Eliminar
    2. Andas a comentar muito na bloga. Mas não te adianta nada! :))))

      Eliminar
    3. Ao anónimo deve adiantar lhe muito essa maldade gratuita. Santa paciência

      Eliminar
  7. Muito bonito, gostei do cabelo assim liso e do corte também. Esse alisamento é o japonês não é? Ja me falaram de tantos tipos de alisamento que não sei se vai dar ao mesmo. Gostava muito de experimentar mas tenho receio que danifique o cabelo :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aconselho sempre a fazer só em locais de confiança. Eu já fiz vários e nunca me danificou o cabelo e na verdade, parte do tratamento acaba por hidratar e não noto nem mais perda nem mais seco. Claro que pode depender do tipo de cabelo e também dos produtos utilizados.

      Eliminar
  8. Gostei muito do novo look ;) Fica-te bem! Eu gostava de cortar o meu mas falta-me coragem...

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins