15 de fevereiro de 2017

E que tal essas obras em casa?

Aquele amargo momento em que uma pessoa (neste caso duas) se põem com obras, obras essas planeadas há muito tempo e finalmente idealizadas e contratadas e quando chegam a casa, no meio do pó, do caos, dos materiais, de não encontrarmos nada, de passar tudo o que está numa assoalhada para outra, de gatos a quererem explorar, de tão curiosos que são, só nos apetece voltar atrás e desistir daquilo tudo. Não fosse termos um buraco no lugar da banheira e loiças de casa de banho espalhadas pela casa e um espelho gigante depositado no chão em pleno hall e não sei não. E a quantidade de coisas que uma pessoa guarda na casa de banho? Senhores, aquilo é um poço sem fim de cremes, cremezinhos, maquilhagem sem fim (e eu que só uso rímel no dia a dia), produtos para celulite, para as estrias, para as borbulhas (devo ter tido uma nos últimos cinco anos, mas adiante), para as manchas e o diabo a sete, escovas para enrolar, escovas para alisar, escovas só para pentear de tamanhos diferentes, umas para ter sempre a uso, outra para guardar na carteira ou para ir de viagem, ferros para o cabelo (sim, ferroS), cremes para a barba e after-shaves e essas coisas cheirosas, cremes para a pele seca, para o verão, para quando faz vento, perfumes, amostras de tudo e mais alguma coisa, máscaras para o cabelo, para as diferentes etapas do tratamento que estou a fazer, mais os óleos para o cabelo, os cremes de pentear e águas micelares? Cremes de dia, de noite, ...Digam-me, sou só eu? É que vou aproveitar esta fase para fazer uma limpeza geral. Já o tinha feito a uma parte dos produtos, deitando fora todos os de cabelo abertos e sem uso há tantos meses que nem os consigo contar. Sou um bocadinho muito viciada nestas coisas, adoro produtos de beleza, mas depois uma pessoa entra no exagero de ter tanto que às tantas não usa nada.   Por isso, à semelhança do que pratico com a minha roupa, tudo o que realmente não uso, vai à vidinha. Hoje chegamos já com a obra feita (assim o esperamos, mas eu não sou muito crente do cumprimento do plano de obras...) e passamos à parte das limpezas. Ainda vou ter muito que penar até ter as coisas como quero. Mas depois, a recompensa e uma cabine de duche para lá de maravilhosa (excelente para banhos a dois ;-)) e uma renovação que há muito queríamos fazer. 

8 comentários:

  1. Quanto aos produtos tambem ja fui um bocado assim. Comprava porque cheirava bem, porque diziam maravilhas, porque tava em promoçao e quando dava por ela estava tudo aberto e usava pouco ou nada. Agora proibo-me de comprar coisas que ainda tenho uso. Tipo so compro creme de acara quando o meu esta a acabar... o mesmo com a base, mascaras etc etc.Até com os perfumes faço o mesmo. O meu tendão de Aquiles é mesmo os batons.... tenho uma data deles.

    Quanto as obras, acredita no final vale tãaaao a pena!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu tendão agora são as máscaras para o cabelo! Ai, que tentação. As obras entretanto terminaram e claro que, depois de tudo organizado, limpo e arrumado, valem bem a pena. Há só um ou outro detalhe a melhorar, mas pequenas coisas. Agora vamos passar para outras melhorias em casa - comprar um super fogão.

      Eliminar
  2. Ótimo texto, Obrigado pela visita.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  3. As obras são sempre uma chatice...mas depois vale pela recompensa!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  4. Blargh!!! Podias ter poupado o pessoal ao pormenor dos banhos a dois!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahaha! Esqueço-me sempre das pessoas que me conhecem :D

      Eliminar
  5. Nessas coisas não sou nada a típica mulher. Gosto de produtos, claro, e de testar coisas novas, mas detesto a sensação de ter várias coisas abertas e em uso ao mesmo tempo. Só costumo comprar algo novo quando acabo com o que tenho. Não preciso de 2 bases porque só uso uma (e raramente!), quando acabar compro outra. Perfumes tenho alguns mas só uso um e nunca comprei nenhum, foi tudo oferecido! Coisas de cabelo são a minha maior perdição mas, ainda assim, gosto de testar um produto de cada vez. Tirando os óleos de cabelo, que tenho 3 diferentes, não tenho nada "a mais". Detesto a ideia de ter coisas que não uso a ocupar espaço.

    ResponderEliminar
  6. Uma fase bem chata... eu fico louca só de ver o quarto do meu bebé todo desarrumado e desorganizado... imagino obras!!

    ResponderEliminar

Aceitam-se elogios, críticas, gargalhadas, lágrimas, sorrisos e afins